Artista israelense destrói Templo de Salomão em vídeo

01270219_6h1g8a6g4f

publicado na Veja SP

Antes do Templo de Salomão, construído pela Igreja Universal do Reino de Deus no Brás, existiram outros dois em Jerusalém. O primeiro foi destruído em 584 a.C. e o segundo, em 64 d. C, dando origem ao atual Muro das Lamentações. Quando soube que um terceiro templo seria erguido no Brasil, a artista israelense Yael Bartana decidiu fazer um filme que simulasse a demolição dele, como se fosse uma repetição profética do passado.

A diretora visitou as obras no ano passado e, no galpão de uma escola de samba, reproduziu seu interior em detalhes. Com efeitos visuais feitos em computador, finalizou sua história. O resultado é a ficção Inferno, de 22 minutos, na qual se vê o templo pegando fogo, desmoronando completamente e dando lugar – tal como o original – a um grande paredão onde as pessoas vão rezar, no meio da cidade.

O vídeo fará parte da 31ª Bienal de São Paulo que abre 6 de setembro. A exposição terá como tema a influência da arte sobre o mundo. Foram realizadas diversas residências artísticas no país e o resultado é que a capital paulista aparecerá em muitos trabalhos.

Assista a um trecho da obra:

Leia Mais

8 frases de Chaves que poderiam ter saído da Bíblia

8-Frases-do-seriado-chaves-que-poderiam-ter-saído-da-bíblia-profetirando-humor-gospel-cristão

publicado no Profetirando

Pra comemorar os 30 anos de CHAVES, confira 8 Frases do seriado que poderiam ter sido tiradas da Bíblia.

“A vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena”
-Provérbios de Seu Madruga.

“Quem come tudo e não divide nada acaba com a barriga inchada.”
-Chaves, sobre amar o próximo.

“As mulheres são assim: começam ficando com o chapéu e acabam ficando com a carteira.”
-Mais um provérbio de Seu Madruga, sobre a mulher que não edifica a casa.

“Não há nada mais trabalhoso do que viver sem trabalhar!”
-Provérbios de Seu Madruga

As pessoas boas devem amar seus inimigos.
-Seu Madruga, sobre Mateus 5:44.

“Eu sei que o Homem Invisível está aqui!”
“Por quê?”
“Porque não estou vendo ele!”
– Chaves, a definição de fé

“Eu vou comprar roupas pra todo mundo que precisa de roupa, como aquelas pobres senhoras que aparecem naquelas revistas que o senhor lê…”
-Chaves, bondade e amor ao próximo

“Prefiro morrer do que perder a vida”.
-Chaves, parafraseando Marcos 8:35.

Leia Mais

Anão grava documentário com câmera escondida para mostrar o preconceito que sofre diariamente

documentario-anao-interna

publicado no Hypeness

Tudo o que é diferente chama a atenção, mas quando se trata de pessoas, é preciso saber o limite da curiosidade. O norte-americano Jonathan Novick tem 22 anos e possui um tipo de nanismo, o que faz com que ele seja muito menor do que qualquer outra pessoa. Sim, ele é um anão. E embora chame a atenção das pessoas no dia a dia, passa por situações que não são nada agradáveis.

Para mostrar como é a vida de um anão, Jonathan Novick, que atualmente mora em Nova York, usou uma pequena câmera acoplada ao corpo, que o permitiu gravar momentos de seu dia e como as pessoas o tratam. No vídeo, é possível ver diversas pessoas o xingando, dando risadas e até mesmo tirando fotos, como se ele fosse algum tipo de aberração.

Além de ter a chance de ver o mundo como alguém que tem nanismo, o vídeo traz palavras tocantes de Novick. “A próxima vez que você encontrar alguém diferente de você, pense sobre como é seu dia a dia. Pense sobre todos os eventos que o levaram até lá e pense sobre seu dia – e sobre qual parte de seu dia você gostaria de estar”.

Dá uma olhada nos registros de Novick no vídeo abaixo:

documentario-anao

documentario-anao2

documentario-anao3

documentario-anao4

documentario-anao5

documentario-anao7

documentario-anao8

Leia Mais

Personagens de contos de fadas ajudam no combate à violência doméstica

publicado no Brainstorm9

Sob o pseudônimo de Saint Hoax, um (ou uma) artista do Oriente Médio usa personagens dos contos de fadas para nos lembrar que, muitas vezes, a realidade pode ser bem diferente. Seu trabalho mais conhecido, Happy Never After, usou algumas das princesas mais conhecidas do universo Disney para falar sobre violência doméstica contra a mulher. Agora, com Prince Charmless, o foco continua na violência doméstica, mas desta vez com foco no público masculino.

Ao lembrar os homens que não existe vergonha em ser uma vítima, a campanha questiona “quando foi que ela parou de tratar você como um herói? Não tenha vergonha de pedir ajuda.”

Entre os personagens escolhidos para ilustrar os pôsteres, aparecem machucados em Aladdin, Hércules, Eric e John Smith.

desenho

principe1

Leia Mais