Timelapse mostra apodrecimento (ou não) de hambúrgueres

bruges
publicado na Galileu

Buzzfeed fez um vídeo sobre o apodrecimento (ou não) de hambúrgueres de fast foods americanos. A experiência mostra a evolução de sete lanches guardados em um pote de vidro durante um período de 30 dias.

McDonalds, Burger King e Carls Jr. são alguns dos “participantes” do teste. No impressionante clipe, podemos ver como alguns desses lanches apodrecem de maneira horrível, chegando a um estado – muito – nojento. E o mais pavoroso fica guardado para o final: o lanche do McDonalds não muda praticamente em nada sua aparência.

Veja abaixo o trabalho realizado pelo site!

Leia Mais

‘Fazer dieta engorda’, diz nutricionista pop que defende até ‘fast food’

dieta
publicado no O Globo

Especialista em neurociência do comportamento alimentar, a francesa diz que dieta engorda. Depois de nove anos nos EUA, ela veio para o Brasil, fez doutorado na USP, deu palestra no TED, e seus artigos sobre alimentação caíram no gosto popular. Atualmente, prepara um livro com receitas fáceis e dá três dicas básicas: não faça dieta, coma alimentos verdadeiros e cozinhe.
Como a dieta afeta o cérebro?

Somos onívoros. Precisamos comer de tudo e, se começarmos a diminuir o que estamos comendo, seja fazendo dieta, seja tirando um grupo alimentar da alimentação, como o dos carboidratos, não estaremos nutrindo nosso corpo. Aí o cérebro entra em estado de alerta, acha que está em perigo, adapta-se ao estresse e aumenta a fome para você comer mais. Como você não está comendo, ele baixa seu metabolismo. E aí impõe uma situação em que é muito difícil continuar a dieta. De 90% a 95% das pessoas que fazem dieta restritiva voltam ao peso inicial ou ganham mais peso. O cérebro não deixa o corpo perder muito peso rápido. É uma adaptação.

Dieta faz engordar?

Um estudo com gêmeos idênticos mostrou que aquele que havia feito dieta era mais gordo que o outro. E, quanto mais deita fazia, mais peso ganhava. O pesquisador concluiu que fazer dieta engorda, é ciência. Tudo o que eu falo é baseado em estudos científicos. Outro estudo mostrou que quem faz dieta restritiva aumenta o risco de ter compulsão. O cérebro fica tão estressado que aumenta os gritos de fome, e a pessoa pode desenvolver compulsão.

A receita de fechar a boca e fazer atividade física não funciona?

Essas duas dicas colocam a pessoa num estado de ganho de peso no futuro. Quando você fala para alguém fechar a boca e aumentar a atividade física, está aconselhando que se façam duas coisas que aumentam a fome. No começo ela vai emagrecer, mas depois tem um mecanismo de adaptação que a coloca em risco de aumento de peso. Emagrecer não é tão simples assim.

Como emagrecer?

É importante respeitar o seu corpo e o seu cérebro e não ficar obcecado com a balança. Também não achar que seu corpo pode ser modelado do jeito que você quer. Em vez de tentar controlar o corpo, é melhor dançar com ele. Mas infelizmente escutamos que podemos fazer o que quisermos com o nosso corpo, e isso não é verdade, ele não deixa.

Contar calorias faz mal?

Não é que faça mal, mas eu não recomendo, porque, quando você calcula calorias, fica obcecado por controlar sua alimentação, então esquece de escutar seu corpo e muda a relação com a sua alimentação.

O que podemos considerar uma dieta restritiva?

É uma dieta que tira um grupo alimentar, uma dieta sem carboidrato ou sem gordura, por exemplo. Ou uma dieta que vai diminuir a quantidade do que você come. Fazer restrição, cortar calorias, diminuir a quantidade, na verdade, deixam a pessoa com fome. Claro que uma dieta saudável, se não é restritiva, não faz o mesmo efeito. Mas dieta saudável que restringe não é saudável. Uma dieta que deixa você com fome não é saudável.

Dietas sem glúten estão na moda. Elas fazem mal?

O problema é que tiram o glúten sem necessidade. É muito difícil fazer dieta sem glúten porque ele está em todo lugar na base da nossa alimentação. No pão, na pizza. Aí a pessoa fica estressada e muda a relação com a comida. Esse é o problema.

E a gordura?

A demonização da gordura foi provavelmente o grande erro da nutrição, porque a gordura é importante no nosso equilíbrio. Ela não faz engordar. As mulheres precisam da gordura para regular seus hormônios. Nosso cérebro é feito de gordura. Toda célula tem colesterol, então nosso corpo precisa de gordura para seu funcionamento. Uma dieta muito baixa em gordura pode aumentar o risco de depressão e também diminui a libido da mulher. Para as crianças, a gordura é ainda mais importante, pois auxilia no desenvolvimento do cérebro.

‘Fast-food’ também está liberado?

Uma vez ou outra não vai alterar o peso nem a qualidade da sua alimentação. Claro que eu não incentivo comer sempre no fast-food, mas, para um adolescente que precisa perder peso, eu não tiro o fast-food, porque faz parte da vida dele. Se eu cortar, ele ficará muito triste. Claro que se 80% do tempo você tem que comer de maneira mais caseira, com alimentos mais verdadeiros, o restante não tem problema. Nunca vou falar que fast-food é veneno. É alimento, mas não vai ajudar a desenvolver uma saúde perfeita se você comer só isso.

O que você considera terrorismo nutricional?

A nutrição de hoje está criando muitas regras rígidas que acabam estressando a pessoa. E isso é terrorismo. De uma hora para outra o glúten não faz bem, todo mundo se estressa com o glúten. Depois é a lactose, a carne vermelha, e por aí vai. Acabamos não sabendo mais o que comer, porque tudo isso é a base da nossa alimentação. Precisamos relaxar com a alimentação, pois, do contrário, podemos desenvolver distúrbios alimentares. E se isso nos afeta, pode afetar ainda mais nossos filhos. É difícil para uma criança saber o que comer, tem tanta regra que fica quase impossível comer bem. Comer bem é comer de tudo, sem culpa e escutando o seu corpo.

E como acabar com a culpa?

A primeira coisa é parar de fazer dieta. Tenho três dicas básicas: não faça dieta; coma alimentos mais verdadeiros, frescos, caseiros; e volte a cozinhar. Estou escrevendo um livro sobre isso, com receitas simples e nutritivas para o dia a dia. Está todo mundo correndo, mas, quanto mais verdadeiro e caseiro é o alimento, mas você melhora seu peso e sua saúde.

Leia Mais

Warner anuncia quais serão os 10 próximos filmes baseados em super-heróis da DC Comics

170670
publicado no Adoro Cinema

Fãs de quadrinhos, preparem-se! Se a Warner Bros já havia causado furor ao divulgar que planejava 11 filmes baseados em super-heróis da DC Comics, agora chegou a hora de saber quais são eles. O anúncio foi feito hoje pelo CEO do estúdio, Kevin Tuijihara.

2016
Batman v Superman: Dawn of the Justice, dirigido por Zack Snyder e com Ben Affleck e Henry Cavill
Esquadrão Suicida, dirigido por David Ayer

2017
Mulher-Maravilha, estrelado por Gal Gadot
Liga da Justiça Parte Um, dirigido por Zack Snyder e com Ben Affleck e Henry Cavill

2018
The Flash, estrelado por Ezra Miller
Aquaman, estrelado por Jason Momoa

2019
Shazam
Liga da Justiça Parte Dois, dirigido por Zack Snyder

2020
Cyborg, estrelado por Ray Fisher
Lanterna Verde

Recuperou o fôlego? Pois saiba que, do calendário inicialmente divulgado pela Warner, ainda falta definir um “filme-evento” para 2020. Seria uma nova aventura com a Liga da Justiça ou algum encontro entre super-heróis?

Outro ponto a destacar é que o anúncio não diz que Ryan Reynolds será o protagonista do novo filme do Lanterna Verde. Ou seja, é bem provável que o herói ganhe um novo intérprete, até mesmo porque Lanterna Verde foi um fiasco de público e de crítica.

Com este calendário, a Warner pretende enfrentar de igual para igual a Marvel, que tem dominado o mercado cinematográfico com as aventuras de seus super-heróis e já tinha divulgado um cronograma de lançamentos até 2019, por mais que não tenha definido ainda todos os títulos que serão lançados.

Leia Mais

Toy Story voltou

Toy-story-dinos-fogo-curta-640x346

publicado no Up date or die

Quem estava com saudades poderá ter o gostinho de vivenciar mais uma história de Woody, Buzz e seus amigos em um curta de animação natalino.

O título será “Toy Story That Time Forgot“, e reunirá todo o elenco original, incluindo os dubladores Tom Hanks, Tim Allen, Joan Cusack, Wallace Shawn, Kristen Schaal, Timothy Dalton e Don Rickes.

A animação será dirigia por Steve Purcell (co-diretor de “Valente”) e sua exibição prevista para o dia 2 de dezembro no canal americano ABC não tem previsão de lançamento por aqui, o que só aumenta a ansiedade dos fãs do filme no Brasil.

Confira o poster e o vídeo do curta:

Toy-Story-That-Time-Forgot-poster-432x640

Leia Mais

7 hábitos que tornam você infeliz e incompleto

noticia_93699
publicado no Administradores

Fazemos muitas coisas para sermos felizes, mas não importa o que fazemos ou o quanto conquistamos, às vezes ainda nos sentimentos miseráveis e incompletos. Ser feliz não é apenas sobre fazer mais, mas fazer as coisas certas.

O site Lifehack listou sete coisas que você (provavelmente) não está fazendo e, por isso, se sente infeliz, miserável e incompleto na maior parte do tempo. Confira:

1. Você não descobriu seu propósito

As pessoas mais felizes e mais satisfeitas são aquelas que acordam sabendo o que vão fazer a cada dia. Elas sabem o que as deixam felizes, o que as excita e isso é o que dá sentido às tarefas do seu trabalho. Se você está se sentindo infeliz e preso ao seu trabalho é porque ainda não descobriu o te move. Não tenha medo de fazer essa incrível descoberta e, se necessário, começar tudo de novo.

2. Você não sabe qual o seu potencial

Não importa qual seja o seu propósito, persegui-lo nem sempre é um mar de rosas. Haverá dias que você não se sentirá com vontade de trabalhar, vai estar desanimado com seus resultados ou a falta deles e é por isso que as pessoas desistem de seus propósitos. Quando você sabe o que pode realizar, também é capaz de se esforçar para atingir o máximo do seu potencial mesmo que apareçam os maiores obstáculos no caminho.

3. Você não está recebendo amor

Muitas pessoas se sentem infelizes porque procuram o amor e aprovação de outras pessoas. Elas buscam afirmação de chefes, colegas e outras pessoas. Elas procuram constantemente por amor nos lugares errados. Abra-se e receba o amor que já está disponível para você e você vai perceber o quão abençoado realmente é. Existem pessoas que te amam mais do que você sabe e eles te amam incondicionalmente. Você apenas tem que olhar nos lugares certos.

4. Você não está dando amor

Ao contrário da maioria de nós, atletas e celebridades não têm nenhum problema de receber o amor de outras pessoas. Mas, muitos deles caem em depressão e dependência. Mesmo no auge de suas carreiras, muitos atletas e celebridades se tornam infelizes. Por quê? Porque assim balões como recebem ar, eles recebem muito amor até que simplesmente estouram. As pessoas não são projetados para apenas receber amor, mas também para dar amor. Elas têm uma profunda necessidade de fazer a diferença.

5. Você não assume responsabilidades

Costumávamos depender de nossos pais para decisões importantes em nossas vidas, como qual escola se matricular em que rumo tomar. Dependemos até mesmo dos nossos chefes para nos dar direção para nossas vidas. Então, perguntamos por que se sentir miserável e culpar outras pessoas! Mas a realidade é que eles não assumem o controle de nossas vidas. Damos-lhes o controle. As pessoas felizes e satisfeitas tomam de volta o controle das outros pessoas. Elas pegam de volta a responsabilidade por suas vidas. Eles fazem suas próprias escolhas e as suas próprias decisões. Eles agem e vivem a vida que eles querem, não o que os outros querem viver. Não permita que ninguém ou nada para impedi-lo de prosseguir com o seu propósito.

6. Você não consegue se livrar de crenças limitantes e responsabilidades auto-impostas

Na maioria das vezes, não são as outras pessoas que estão impedindo você de alcançar a grandeza dentro de você. Na maioria das vezes, é você que impede a si mesmo, desencorajando a conversa interior. Deixe de lado suas crenças limitantes. As coisas podem não ser tão fáceis como parecem ser. Mas, elas não são tão duro como você acha que são. Você provavelmente irá ter sucesso no que você tenta. É só tentar. Além disso, deixe de lado suas responsabilidades auto-impostas. O mundo tem muitos problemas, mas não é você que irá resolver todos eles.

7. Você não está focando no momento presente

Muitas pessoas são infelizes porque estão muito presas no passado ou vivendo muito longe no futuro. Elas estão presos em suas mágoas ou na glória do passado, se preocupando muito com as coisas que provavelmente não vão acontecer, ou com o futuro sucesso, portando não podem desfrutar do que já têm. A única maneira que você pode viver uma vida feliz e realizada é vivê-la ao máximo um dia de cada vez.

Leia Mais