Conteúdo marcado como hino

Nunca esquecer de ser grato

Nunca esquecer de ser grato
Ricardo Gondim Dizem que à medida que envelhecemos, melhor lembramos o passado. Não é verdade. Embora não esteja tão perto da terceira idade, posso constatar: muitos eventos se perdem irremediavelmente sob os escombros do vento corrosivo do tempo. Gostaria de lembrar o dia exato em que eu e meu pai saímos para colher cajus em algum matagal. Se cravasse a data, decretaria feriado. Eu elegeria como uma ocasião mais importante […]

“Sejas louvado” como você nunca (ou)viu

Hino nº 7 do Hinário Adventista, “Sejas louvado” recebe uma lindíssima versão a cappella em 8 vozes. Jaderson Oliveira fez o arranjo a partir de  uma gravação do Integrity Music em 5 vozes no final dos anos 80. #congrats dica do Jônatas Souza

Um tributo à vida

Um tributo à vida
Ricardo Gondim Estou vivo. Penduro bandeirolas virtuais para alegrar o meu dia. Estou vivo. Revisto-me de poeta. Quero compor um hino. Estou vivo. Faço um banquete da mesa posta. Quero festejar cada um dos próximos 365 dias com se fossem, todos, o dia do meu aniversário. Quero ter o poder de, soberanamente, decretar feriado qualquer dia. Estou vivo. O que amo na vida? O imponderável. Para mim, viver é dançar […]

Timão lança plano funerário para quem é ‘torcedor do início ao fim’

Timão lança plano funerário para quem é 'torcedor do início ao fim'
Corintiano poderá ter no velório com coroa de flores, vestuário, cenário, bandeiras e hino do clube, além da garantia de que não haverá nada verde Publicado originalmente no Globo Esporte O Corinthians lançou um plano funerário destinado aos seus torcedores. Em parceria com uma empresa do ramo, o Timão dará a possibilidade ao “fiel” de personalizar a cerimônia funerária em todos os aspectos. Coroa de flores, vestuário, cenário, bandeiras, hino […]

Reunião de emergência

Publicado no Porta dos Fundos O gigante acordou. O povo foi pra rua, o Rappa emplacou um hino sem querer e até o Totoro botou o capuz e quebrou tudo por aí. Chegou a hora dessa vergonha acabar! Ou pelo menos dar uma segurada… dica da Rina Noronha