Fotógrafo mostra a ‘verdadeira’ carne dos fast food

Peter_Augustus_Pork_Burger_04

publicado no Catraca Livre

As imagens do fotógrafo texano Peter Augustus nos faz pensar duas vezes antes de cedermos às tentações do fast food. No seu mais recente trabalho, ele confronta a desconexão das pessoas com relação à origem dos alimentos que compõe alguns pratos tradicionais.

A ideia surgiu durante o intercâmbio de dois anos que Peter fez em Hong Kong, na China. Lá, os ‘mercadões’ e açougues exibem e vendem as peças de carne nas vitrines do mesmo jeito que os animais foram abatidos.

Com os tradicionais cortes e limpeza das peças nos supermercados, o relacionamento que os países ocidentais têm com a origem da carne, é bem diferente da realidade no Oriente. E é exatamente esta dissociação que o fotógrafo texano pretende mostrar no ensaio “Mystery Meat” (Carne Misteriosa, em português).

As imagens não têm a intenção de provocar repulsa, mas simplesmente mostrar como é a produção de alimentos nos Estados Unidos e outros países.

 

Peter_Augustus_Nuggets_03

Peter_Augustus_Hot_Dog02

Peter-Augustus_BLT_01

Leia Mais

Brasil é 10º país com maior número de multimilionários, diz estudo

Segundo consultoria, São Paulo tem 4,4 mil pessoas com riqueza acima de US$ 10 milhões e é 17ª cidade com mais ‘super-ricos’.

ryquezaPublicado por BBC Brasil [via G1]

O Brasil é o décimo país com maior número de multimilionários, e São Paulo é a 17ª cidade que mais concentra “super-ricos” no mundo, apontou um estudo. O relatório da consultoria New World Wealth, da África do Sul, define como multimilionários indivíduos que possuem ativos de pelo menos US$ 10 milhões (R$ 22,8 milhões).

No Brasil, há 10.300 multimilionários, sendo que São Paulo reúne 4.400 deles. O Rio de Janeiro, com 2.200 multimilionários, aparece na 27ª posição mundial.

O ranking é liderado por Hong Kong (15.400 multimilionários), Nova York (14.300) e Londres (9.700).

Outras cidades de países emergentes, como Moscou (5ª), Cidade do México (10ª), Pequim (13ª), Xangai (19ª) e Mumbai (24ª), estão na lista de cidades com mais multimilionários.

Entre os países com maior número de multimilionários, Estados Unidos (183.500), China (26.600) e Alemanha (25.400) lideram.

No mundo, há 495 mil multimilionários, uma alta de 71% nos últimos 10 anos, disse a consultoria.

Neste mesmo período, o número de milionários cresceu 58%, chegando a 13 milhões em junho deste ano.

O estudo atribuiu o maior crescimento dos multimilionários a diversos fatores, como o rápido crescimento de países com alta concentração de pessoas com grandes fortunas neste período, como Rússia e Índia.

“Uma diferença cada vez maior entre as fortunas dos mais ricos e as dos ricos, um aumento da taxa de conversão de milionários em multimilionários e o forte crescimento econômico de países com um alto índice de multimilionário por milionário”, disse.

“Em termos de performance regional, a América do Sul de destaca, com crescimento de multimilionários de 265% nos últimos 10 anos”.

No ranking de milionários – aqueles que possuem riqueza de US$ 1 milhão ou mais -, Estados Unidos, Japão e o Reino Unido estão no topo. O Brasil está em 14º lugar.

Entre as cidades, a lista é liderada por Londres, Nova York e Tóquio. São Paulo ocupa a 21ª posição.

Leia Mais

Projeto Fotográfico registra árvores crescendo em concreto dos prédios

publicado no Criatives

Pesquisando por algumas imagens interessantes na internet, paramos novamente no Fotógrafo Romain Jacquet-Lagréze, no qual já publicamos seu projeto “O Lado Vertical de Hong Kong”.

Dessa vez, o projeto de Jacquet se chama Wild Concrete ( Ou Concreto Selvagem), ele mostra algumas árvores que continuaram crescendo dentro dos apartamentos de Hong Kong, mostrando que mesmo com a horrível invasão do ser humano, a natureza ainda insiste em lutar por seu local.

Árvores-no-concreto-8

Árvores-no-concreto-7

Árvores-no-concreto-9

Árvores-no-concreto-13

Árvores-no-concreto-2

Árvores-no-concreto-5

(mais…)

Leia Mais

Super-ricos chineses contratam amas de leite e geram polêmica

Imagem: Internet
Imagem: Internet

Publicado originalmente no Terra

O leite materno é o mais novo objeto de desejo dos super-ricos chineses. Com a demanda, cresce o número de empresas que oferecem amas de leite para adultos. Na Xinxinyu, uma agência de empregados domésticos de Shenzhen, perto de Hong Kong, os clientes podem escolher se preferem mamar diretamente na ama ou, caso se sintam constrangidos, receber o alimento em um recipiente depois de retirado.

A renda das amas de leite para adultos fica em torno de 16 mil yuanes (cerca de R$ 5,8 mil), bastante acima da média chinesa. O jornal Southern Metropolis Daily diz ainda que, “se forem saudáveis e tiverem boa aparência”, a mulheres podem alcaçar vencimentos ainda mais altos.

Existe na China a crença de que o leite materno é o melhor nutriente, não importa que idade você tenha. A nova tendência, no entanto, vem gerando polêmica. Em uma pesquisa online, 90% dos que responderam criticaram o consumo de leite humano por adultos.

Um comentarista da imprensa chinesa usou o caso para ilustrar o problema de degradação moral ao qual as mulheres são submetidas no país, que agrava-se, segundo ele, com práticas como esta.

Leia Mais