Ver fotos do próprio perfil no Facebook pode melhorar o humor do usuário

Pessoas que olham fotos antigas de si no Facebook melhoram o humor (Foto: Reprodução)
Pessoas que olham fotos antigas de si no Facebook melhoram o humor (Foto: Reprodução)

Carolina Ribeiro, no TechTudo

Usuários melhoram de humor quando olham suas fotos antigas no Facebook. É a conclusão de um Estudo feito pela Universidade de Portsmouth, na Inglaterra. E o resultado é ainda mais supreendente: pessoas com depressão ou ansiedade ficam confortadas ao verem fotografias de si mesmas na rede social.

O estudo teve a colaboração de 144 entrevistados com idade média de 34 anos. No grupo, 90% disseram usar a rede social para olhar as publicações no seu próprio mural com frequência. Entre eles, a maioria dos entrevistados também afirmou que, quando está se sentindo triste, a ação é ainda mais frequente.

Alice Good, uma das responsáveis pela pesquisa, acredita que ver as próprias fotos podem servir como tratamento para o mau humor. “Embora este tenha sido apenas um estudo pequeno, vamos continuar a pesquisar grupos maiores para ver se os resultados permanecem consistentes”, disse Good. Para o psicólogo Clare Wilson, as publicações das pessoas no Facebook influenciam para que elas mesmas não fiquem deprimidas.

O estudo conclui que é muito possível que as lembranças felizes das fotos ajudem no tratamento contra o mau humor. “As imagens que muitas vezes postamos são lembranças de um evento positivo passado. Quando estamos passando por um momento triste, é muito fácil esquecer como nos sentimos bem e as nossas mensagens positivas podem nos lembrar disso.”

Via Daily Mail

 

Leia Mais

Cientistas britânicos criam avatar ‘mais humano já feito’

‘Interface do futuro’ permite rosto virtual que expressa humor e sentimentos.

Avatar Zoe manifesta emoções básicas, como alegria, tristeza, raiva, medo e ternura (Foto: BBC)
Avatar Zoe manifesta emoções básicas, como alegria, tristeza, raiva, medo e ternura (Foto: BBC)

publicado no G1

Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, criaram o que consideram ser o mais moderno avatar – representação gráfica de usuários no mundo virtual – desenvolvido até o momento.

Eles afirmam que os avatares poderão ser usados em mensagens enviadas a amigos e familiares com o rosto do usuário.

Os avatares também podem ser usados como atores virtuais e personagens de games, ou em “diálogos” com o computador, como em troca de instruções, por exemplo.

Emoções básicas são controladas por meio de cinco botões de intensidade, combinando alegria, tristeza, raiva, medo e ternura.

 

Bonecos podem ser usados como atores, personagens de games ou em diálogos virtuais (Foto: BBC)
Bonecos podem ser usados como atores, personagens de games ou em diálogos virtuais (Foto: BBC)

 

Leia Mais

Vídeo: CQC cala Marco Feliciano

 

Publicado na TV UOL

O repórter Maurício Meirelles foi até Brasília e conferiu a primeira sessão da Comissão de Direitos Humanos e Minorias presidida pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP). Após uma sessão muito tumultuada, o presidente declarou que nunca foi homofóbico.

Foi o único comentário do deputado, que permaneceu calado diante das perguntas mais incisivas e provocantes do repórter.

O programa ridicularizou a pronúncia errada da entrevistada católica, mas tanto Marcelo Tas como Meirelles o tempo todo referiram-se ao deputado como “MarcoS Feliciano”. #fail

Esse deslize não esmaeceu o brilho da estreia de Dani Calabresa e de reportagens sensacionais como a comparação da reconstrução do Japão após o Tsunami com a corrupção generalizada na serra fluminense após as chuvas de verão em 2011 e 2012. A denúncia sobre a nutricionista que atropelou e matou e, mesmo sem carteira, continua dirigindo foi outro bom momento.

Leia Mais