Facebook será interrompido para propaganda política eleitoral obrigatória

TSE resolve usar as redes sociais para fazer o eleitor assistir a propaganda política obrigatória

publicado impagavelmente no G17

Analisando que as pessoas trocaram a televisão pela Internet, as redes sociais serão alvos de propaganda política obrigatória. O Facebook será interrompido as 20h30, diariamente, para transmissão da propaganda politica partidária.

De acordo com o TSE, as redes sociais serão redirecionadas, no horário informado, para um site do governo, onde o internauta obrigatoriamente terá que assistir ao vídeo da propaganda politica. O internauta só conseguirá retornar para o Facebook após assistir todo o vídeo de 30 minutos.

O TSE acredita que a propaganda politica obrigatória nas redes sociais vai democratizar ainda mais a Eleição e facilitar o eleitor a escolher o seu candidato. O Orkut está fora da propaganda politica por desinteresse dos políticos na rede.

Leia Mais

Apple processa igreja por usar imagem de maçã na história de Eva

publicado impagavelmente no Sensacionalista

O pecado original terá que ser revisto. A Apple processou a igreja católica por usar a imagem da maçã na história de Eva. Segundo a empresa de Cupertino, a maçã é vista como algo pecaminoso na Bíblia e não pode continuar assim. A Apple, inclusive, registrou a patente da maçã e a fruta terá que ter outro nome.

A briga entre a Apple e a Igreja promete. Afinal, as duas são as empresas mais lucrativas do mundo. Em outra ofensiva nos tribunais, a empresa também pediu que Nova Iorque pare de usar a imagem da maçã. A Apple quer que todos os produtos turísticos que usem o nome “Big Apple” sejam retirados do mercado.

Em comunicado, a empresa diz que a patente da maçã não foi registrada antes da Bíblia, mas isso não invalida o processo. “A história do mundo pode ser dividida entre o antes da Apple e o depois da Apple. E antes da Apple simplesmente não existia nada”, diz a nota, com humildade.

Leia Mais

Crie uma máscara da restauração de ‘Ecce Homo’


Publicado originalmente na Revista Galileu

Desde a restauração mal sucedida – ou seria inacabada? – no quadro Ecce Homo da Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, em Borja, na Espanha, a obra se tornou um meme na internet.

E, graças às facilidades que o mundo moderno nos oferece, agora é possível criar uma máscara da nova feição de Jesus e sair com ela por aí. Isso mesmo, com a ajuda de algumas maquiagens e um pouco de técnica você pode recriar a restauração da senhora Cecília Giménez.

Leia Mais

Assistir televisão pode beneficiar seu temperamento

Publicado originalmente em Sage Journals [Traduzido por Felipe Nogs]

Levantamento do Instituto de Pesquisa em Vícios da Universidade de Buffalo sugere que o ato de assistir um programa televisivo regularmente pode nos ajudar a controlar nossos impulsos e temperamentos. O estudo, publicado pelo psicólogo Jaye Derrick afirma ainda que a exposição a um “mundo familiar ficcional” auxilia o autocontrole nas pessoas.

O estudo se baseia em uma teoria previamente publicada a partir de pesquisas dos psicólogos Roy Baumeister e Voss Kathleen, que acreditam ser o autocontrole um recurso finito, fazendo com que nós possamos dizer “não” a nós mesmos por pouquíssimas vezes no dia. Se você  disser a si mesmo para entrar Facebook somente a cada dez minutos, enquanto você está no trabalho, provavelmente vai se esquecer e se perder na rede social depois de umas horas de tentativas frustradas. Felizmente, parece que ao assistir Lei e Ordem pode ajudar em sua determinação.

Segundo o pesquisa, o autocontrole pode ser alcançado com otimismo, bom humor, e com boas companhias. Tudo isso é estritamente benéfico para manter os impulsos sob controle. Alguns programas de TV que envolvam histórias de famílias ou amigos, com personagens já conhecidos, pode parecer que eles fazem parte da sua família ou do seu círculo de amigos. A presença deles é reconfortante, além de que não haver chateações, como alguém deixar uma caixa de leite vazia na geladeira. Derrick chama o fenômeno de “social surrogacy” (Barriga de Aluguel Social, traduzido literalmente para o português).

Ainda que Derrick afirme que TV realmente não é a melhor maneira para equilibrar o autocontrole, ele acrescenta que assisti-lá tem seu valor:

“Uso de mídias, como a televisão, filmes e livros, podem ter benefícios psicológicos inesperados, chegando a ir além do que uma atividades de lazer. Em alguns casos, satisfazem certas necessidades, como a restauração do autocontrole que as pessoas não conseguem ou relutam conseguir através de outros meios.”

Fica a dica: Quando você chegar em sua casa, deitar no sofá e ligar a TV, não precisará mais se sentir mal sobre o quanto “improdutivo” seu ócio te coloque, basta assistir a um episódio extra de Game of Thrones para começar a evitar brigas na rua, comer impulsivamente ou gastar todo seu salário em jogos de vídeo games.

 

Leia Mais