Lula credita descoberta da partícula de Deus a sucesso de seu governo

Lula credita descoberta da partícula de Deus a sucesso de seu governo
Cientistas ligados a Jackson Lago construíram um acelerador de propinas ligando São Luis ao Planalto Central

Publicado originalmente no The Maranhão Herald

INSTITUTO LULA – Aturdido com a descoberta de uma partícula de Deus que não faz parte de seu organismo, Lula enviou um comunicado à imprensa através de sua página no Facebook: “Nunca antes na história do Cosmos a comunidade científica esteve tão bem preparada para descobertas como a do companheiro Bóson. Nada disso seria possível sem o ProUni, o Bolsa Família e o sistema de cotas”, explicou o ex-presidente em exercício.

Animado, Lula colocou seu dorso à disposição da ciência “caso os companheiros cientistas queiram procurar mais partículas de Deus”. Em seguida, rumou para o gabinete de Gilmar Mendes: “Não há condições de começar o julgamento do mensalão após uma descoberta desta monta”, ponderou.

No final do dia, um cientista maranhense anunciou que vários bósons foram descobertos nas páginas mais espirituais do romance Saraminda. “Deus iluminou esta obra”, declarou comovido, acrescentando que “a primeira partícula de Deus foi descoberta em 1966, acondicionada no bigode de um eminente autor e político”.

A polícia maranhense agiu com celeridade e invadiu a sede política do ex-governador Jackson Lago, local onde foi descoberto um poderoso acelerador de propinas. “O curral eleitoral de Jackson Lago é reconhecido internacionalmente como centro de referência em pesquisas nos campos do nepotismo e do fisiologismo”, declarou o delegado e poeta Ribamar Miranda.

Leia Mais