Arquivo da tag: internet

Facebook negocia compra de fabricante de drones por US$ 60 milhões

Solara_50_drone_2841312b

 

Publicado no IDG Now

O Facebook negocia a aquisição da Titan Aerospace, uma fabricante de “drones” (aeronaves não tripuladas) que está desenvolvendo aparelhos capazes de voar por até 5 anos a altitudes “quase orbitais”, que poderiam ser usados da mesma forma que os atuais satélites de telecomunicações porém a um custo muito menor.

Segundo o TechCrunch, que ouviu a história de uma fonte que obteve “acesso não autorizado” a documentos relacionados e depois a confirmou com um dos membros da diretoria da Titan, o negócio é avaliado em US$ 60 milhões, apenas uma fração do que o Facebook pagou recentemente pelo WhatsApp. A idéia seria usar as aeronaves para levar conexão à Internet a áreas isoladas, como a África, como parte da iniciativa Internet.org.

Os planos para isso incluem a construção de 11 mil unidades do Solara 60, uma aeronave ainda em desenvolvimento que, segundo a Titan, será capaz de levar uma carga de até 100 Kg a 19.800 metros de altura, mantendo-a “estacionada” em relação ao solo. Após a aquisição, toda a produção da Titan seria destinada ao projeto.

O Facebook não é a única empresa que estuda o uso de aeronaves de grande altitude para levar o acesso à internet a áreas isoladas. A Google tem o “Project Loon” que usa um fluxo constante de balões levados por correntes atmosféricas a mais de 18 Km de altura para transmitir um sinal de banda larga para o solo, com velocidade de acesso equivalente à de uma rede 3G. Os primeiros testes em pequena escala do projeto foram feitos na Nova Zelândia.

Ian SBF, do Porta dos Fundos: ‘Não há nenhum tema proibido para a gente’

Ian SBF, fundador do canal Porta dos Fundos Simone Marinho / Agência O Globo

Ian SBF, fundador do canal Porta dos Fundos Simone Marinho / Agência O Globo

Publicado no O Globo

Único dos sócios fundadores do Porta dos Fundos que não é ator, o diretor Ian SBF, que será jurado do concurso The Walkers, de curtas para o YouTube, fala dos novos caminhos do audiovisual e diz que não abre mão da liberdade proporcionada pela internet.

Por que aceitou o convite para ser jurado do concurso de curtas para o YouTube?

Achei a ideia interessante, porque sou cria da internet. Eu até tinha um projeto semelhante com o Google, que não andou. Acho legal a ideia de revelar novos talentos. Vim disso aí. Se um concurso como esse tivesse acontecido anos atrás, antes do Porta, eu teria participado, com certeza, porque pra mim faz todo sentido.

A internet, para você, é um meio ou um fim para a sua produção?

Tenho dois momentos de relacionamento com a internet. Comecei a carreira tentando fazer cinema, mas era muito difícil, nunca consegui. Aí busquei a internet, com o canal de humor Anões em Chamas. Ao mesmo tempo, fui fazer TV, como produtor e diretor, impulsionado pelo sucessinho do canal. Logo percebi que a televisão não permitiria fazer tudo o que gostaria de fazer, como eu gostaria de fazer, e então criamos o Porta. Descobri que a internet era onde eu deveria estar.

Então a internet te dá a liberdade e o controle que você não tinha na TV ou no cinema?

Com certeza. Na internet, você não passa pelo critério de avaliação de ninguém, só o seu. O que acho legal nela é justamente isso: ali, é você e o público, sem intermediários, seu trabalho não passa por diretores gerais, acionistas, advogados. Você cria e vai direto para o público, tem uma respostas rápida.

A internet é o futuro do audiovisual?

Ela é apenas um meio de acesso aos produtos audiovisuais. O que vemos nela não é muito diferente do que se faz há quase cem anos nas mídias tradicionais. O que vemos na Netflix, por exemplo, é diferente do que vemos na TV convencional? Acho que a internet é só uma nova maneira de as pessoas assistirem a esse tipo de conteúdo.

O Porta já recebeu propostas para produzir conteúdo para a TV?

Já tivemos muitas ofertas, de TVs abertas e cabo. Mas o que apresentavam não era o modelo de produto que queríamos fazer. Aqui temos liberdade total, ganhamos dinheiro, então qual o motivo de fazer TV?

Quais os próximos passos do Porta?

Vamos lançar quatro séries temáticas ainda este ano, com quatro episódios cada uma, a serem disponibilizadas em quatro meses diferentes. Esperamos exibir a primeira ainda em abril. Já estamos escolhendo os assuntos e escrevendo os roteiros. E continuamos trabalhando em um longa-metragem para cinema, mas é uma projeto ainda muito embrionário.

Já esperavam tentativas de censura aos vídeos do Porta? Há algum tema proibido para vocês?

Na verdade, ficamos surpresos que as reações não tivessem sido mais fortes. Mas são problemas pontuais. As pessoas estão mais abertas a um tipo de humor mais pesado ou a conteúdos que não estavam preparadas para ver na TV. Hoje em dia, posso dizer que não há nenhum tema proibido pra gente. Se acharmos engraçado, fazemos. A coisa que mais prezamos é a liberdade de expressão.

Oito milhões de brasileiros são viciados em internet

Image via funniest corner

Image via funniest corner

Paula Furlan, no B2B

Nem só de substâncias químicas ou jogo se faz um vício. Na era virtual, uma pesquisa do Hospital das Clínicas de São Paulo revela que oito milhões de brasileiros são viciados em internet. A dependência atinge 10% dos usuários de computadores e 20% das pessoas que têm smartphones.

Uma pesquisa realizada pela Norton apontou que 50% dos usuários de smartphone dormem com seus telefones ao alcance das mãos. Cerca de 25% consultam seus dispositivos durante um jantar com amigos e 49% se aborrecem caso esqueçam o seu celular depois que saiu de casa.

Os principais sintomas são:

- Preocupação excessiva em permanecer conectado;
- Mentir sobre a quantidade de horas que fica navegando;
- Deixar que a dependência afete o trabalho e as relações pessoais;
- Sensação de angústia, irritabilidade e até depressão quando não estiver conectado.

O cenário inspirou a fundação do Grupo de Dependência de Internet do Instituto de Psiquiatria, formado por profissionais do Hospital das Clínicas de São Paulo. Um dos critérios listados pelo grupo para definir a dependência da internet é ter o trabalho e as relações sociais em risco pelo uso excessivo da tecnologia. A tendência se reflete principalmente no isolamento e na superficialidade.

Vídeo de boas-vindas a estudantes de Direito vira alvo de piadas na internet

Publicado no BHaz

A faculdade cearense Leão Sampaio está dando o que falar nas redes sociais nesta segunda-feira (27) após ser feita a divulgação de um vídeo de boas-vindas aos alunos de direito. Com uma versão adaptada do clássico infantil “Superfantástico”, da Turma do Balão Mágico, o clipe virou alvo de piadas na internet.

No vídeo, vários jovens aparecem cantando a nova letra. “Super juridicamente, legislação vigente na nossa nação; É como a flor e a semente, direito faz a gente viver na emoção”, diz um trecho da versão.

A produtora Estúdio G4, contratada para fazer o clipe, informou que tanto a gravação do áudio, quanto a elaboração da letra foram de responsabilidade da própria universidade. Em nota oficial, a empresa afirmou que ficou a cargo apenas da filmagem e da edição. “A versão publicada nas redes sociais não é a versão original, ou seja, a abertura e fechamento do vídeo não estão finalizados”, diz o comunicado. “Nesse projeto fomos terceirizados, recebemos a letra da música e a gravação do áudio”, ressaltou.

A faculdade ainda não se pronunciou sobre a repercussão do vídeo.

Conheça sete truques ‘escondidos’ na internet

Dinossauro é um truque que pode ser habilitado a partir de comando na página da Vogue.com

Dinossauro é um truque que pode ser habilitado a partir de comando na página da Vogue.com

Há inúmeras informações escondidas em tudo o que consumimos na internet, muitos das quais inseridas ali por programadores e desenvolvedores.

Publicado na BBC Brasil

Esses segredos “invisíveis” são conhecidos como “Ovos de Páscoa” (do termo em inglês “Easter Eggs”, em alusão à tradição de esconder os chocolates das crianças durante o período festivo), e se proliferam em grande número na rede.

Andy Clarke, que é dono de uma agência de desenvolvimento web no País de Gales, tem sua própria definição para essas mensagens ocultas: “É algo que te faz rir inesperadamente”.

A BBC revela, abaixo, alguns dos melhores “Ovos de Páscoa” espalhados pela internet. Confira alguns.

Cima, Cima, baixo, baixo, esquerda, direita, esquerda, direita, b, a

A combinação acima está gravada no cérebro de gamers do mundo todo – trata-se do código Konami.

Usado para destravar truques especiais em muitos jogos feitos pela Konami – e outros não necessariamente produzidos pela empresa – o código é também utilizado para ativar os “Ovos de Páscoa”.

Com o teclado, digite a sequência no site Digg.com para ouvir uma música especial.

Faça o mesmo no site das revistas Vogue.com e da GQ.com para se deparar com os dinossauros “mais fashion” da Internet.

E se você tiver coragem, tente aplicar a mesma combinação no site do Buzzfeed (www.buzzfeed.com) e você terá o site de entretenimento se tornar uma página de fã-clube de um cantor pop americano.

Adentre o mundo da ficção

Incursionar por todos os cantos do mundo com o Google Street View pode ser divertido hoje em dia, mas seguramente não há nada mais interessante do que saber como seria viver em outra dimensão.

Situada a poucos metros da saída da estação Earls Court no metrô de Londres, desponta a cabine azul Tardis, a máquina que permite viajar no tempo na série Doctor Who.

Ainda no mesmo programa, encontre a equipe do Google que desenvolveu o protótipo, ouça uma música e dança fora da sede da companhia na capital britânica.

E, caso você seja um fã de Senhor dos Anéis, use a função “Como chegar” no Google Maps para obter instruções para caminhar do “Condado” (The Shire) a “Mordor”.

Deleite-se com códigos-fonte

Código-fonte de Kit Kat | Crédito: Reprodução - Internet

Páginas de produtos da Nestlé têm códigos-fonte com logo das marcas

Em vários sites controlados pela gigante de alimentos Nestlé, há alguns dos “Ovos de Páscoa” mais criativos.

Em sites de produtos da companhia, como kitkat.com ou skittles.com, ao clicar com o botão direito em “visualizar código fonte”, você se deparará com alguns dos logos mais famosos da empresa em maio ao código da página.

Atinja alvos no Youtube

O Youtube, como qualque outro produto do Google, está repleto de “Ovos de Páscoa”.

Por algum tempo, o clássico jogo da cobrinha poderia ser ativado ao pressionar sete para cima e seta para esquerda no teclado enquanto o clipe estava carregadando. Infelizmente, o truque parece não funcionar mais. Mas em seu lugar um jogo de mísseis pode ser ativado ao clicar fora da tela do vídeo e digitar “1980″ no teclado numérico do seu computador.

E enquanto estiver acessando o Youtube, tente buscar por “do the Harlem Shake” e “doge meme” e veja o que acontece!

Vire o Facebook de cabeça para baixo

Após logar no Facebook, vá até “Configurações”. Mude o seu idioma, escolha “English (upside down)” e, pronto, o seu facebook estará de cabeça de baixo – e o texto também.

E enquanto estiver lendo as atualizações de seus amigos, aproveite também para tentar o modo pirata – vá de novo até Configurações e altere o idioma para “English (Pirate)” – e seu botão “Curtir” mudará para “Arr!”.

Despiste seu chefe

Planilha | Crédito: Reprodução Skybet

Planilha é um dos truques para despitar chefes criado pela casa de apostas esportiva Skybet

Quem nunca foi flagrado pelo chefe navegando no facebook durante o horário de trabalho? Para quem esgotou toda a coleção de desculpas esfarrapadas, o site Skybet, de apostas esportivas online, bastante famoso na Inglaterra, criou um “Ovo de Páscoa” para livrar a barra de qualquer um.

Ao clicar em um pequeno ícone acima do botão de compartilhamento do facebook, no canto superior direito da página, uma página repleta de planilhas entra em cena – e você ainda poderá ser elogiado pela dedicação e profissionalismo.

Brinque com o Google

Do a barrel roll | Crédito: Reprodução Google

Google esconde vários truques criados por programadores

Digitar frases no Google pode produzir resultados minimamente interessantes.

Em primeiro lugar, tente “do a barrel roll”, e cuidado com a vertigem! Em seguida, que tal digitar “askew”?

No Google Images, ao buscar por “Atari Breakout”, tente se concentrar ao longo do dia. Assim como uma busca por “Zerg Rush”.

Há uma lista imensa de “Ovos de Páscoa” do Google Clique nessa página no Wikipédia. Confira!