Arquivo da tag: Jesus

Transferência: Trate disso com Jesus

Caio Fábio

Quando alguém diz o que pensa, pelo mero expor, ainda que seja uma exposição impessoal, como esta aqui, na Internet, no meu site, em razão de assim o fazer, com franqueza e liberdade, suscita emoções e reações diferentes.

Como se trata de uma mídia de busca — ou seja: alguém tem que ir até ao lugar/virtual e ler o que foi dito —, seria normal pensar que apenas os identificados com você buscassem os seus pensamentos. E, assim, neles e por eles se alegrassem ou até discordassem, mas sempre dividindo com você a responsabilidade: a sua, a de escrever; a deles, a de procurarem o que somente pode ser lido se for buscado; e, desse modo, acordos e desacordos se tornem parte natural e madura do processo.

Quando, porém, o que você diz importa a muitos, e, por vezes, forja opiniões num mundo de pessoas, há também os que procuram você para verem em que você possa estar afetando o que eles ensinam a outros; e, em tais casos, quando o que você diz difere do que eles ensinam, a revolta que deles procede é equivalente a uma invasão de domicílio; o qual, no caso, foi praticado por eles, quando vieram ao seu lugar/virtual; embora, na prática, pela certeza ou suspeita que eles possuam sobre o impacto divergente do que você esteja dizendo, reajam como se tivessem sido invadidos em suas casas, mentes e almas.

E mais: parece até que você entrou na casa deles e conquistou a mãe do indivíduo, cantou a mulher dele, seduziu sua filha virgem e deixou o filho com crise de identidade. Sim, tamanho é poder que eles atribuem a você!

Entretanto, sei que se você ganhou de Deus durante a vida um lugar de falar e se fazer ouvir, sua fala se torna espada, mesmo que você esteja apenas derramando a sua alma; especialmente quando tal derrame incide sobre pensamentos opostos.

De fato, não importando se você grite do eirado ou fale no interior da casa, se o que você diz pode mudar pensamentos e comportamentos, seu dizer será sempre ameaçador!

Isto porque esses que se rebelam contra aquilo que se esforçaram para encontrar, tendo tido que viajar a fim de alcançarem o que você diz [...], nunca pensam que foi deles o movimento que ali os levou, mas antes perguntam: Quantas pessoas estão sendo influenciadas por essa divergência em relação a mim?

Gente assim assemelha-se a um observador de binóculos, que espreita pelas frestas, e que fica com raiva de que o casal da casa em frente esteja fazendo amor no seu próprio quarto. O observador, todavia, não faz aquilo…; ou não com aquela paixão…; então, quem quer que o faça, pelo simples ato de fazer, passa a existir como denuncia ao que ele não faz porque não gosta, não concorda ou não consegue.

Ora, estou usando o site e a Internet como exemplos, embora meu desejo seja falar de um fenômeno mais amplo: o da transferência.

Transferir [...] é o que a desonestidade psicológica e de caráter mais fazem sem notar!

A pessoa se chateia com algo [seja o que for], e não tendo argumentos para enfrentar o que não gostou, acusa alguém pela sua tristeza, e, no caso, sempre a pessoa mais visível na vizinhança psicológica; ou a que ela julgue tenha influenciado algo na direção oposta àquilo que ela apreciava ter ou dizer como unanimidade. Continue lendo

Deus perde a paciência e, finalmente, esclarece à humanidade o grande mistério da vida

Eberth Vêncio, na Revista Bula

“Já estou de saco cheio com vocês”, foram com estas palavras de desabafo que Deus, finalmente, apareceu para esclarecer à humanidade o grande mistério da vida. Sim. Deus existe, meus caros. E creio que todos tenham acompanhado a sua inédita aparição por meio das rádios, jornais e televisão. Com o adjutório dos principais líderes religiosos do planeta, Deus convocou a imprensa mundial para uma entrevista única, definitiva e jamais sonhada nem mesmo pela mais crente criatura humana.

Valendo-se de vozes no meio da noite e visões oníricas, Deus requisitou aos seus multiplicadores de fé que arrebanhassem os mais renomados repórteres, âncoras televisivos, apresentadores de programas de auditório, além de líderes políticos de todas as nações, para uma esclarecedora entrevista coletiva que ocorreu, não por acaso, no Corcovado, aos pés do Cristo Redentor.

Muitos países deixaram de enviar representantes legais, temendo que se trataria de mais uma espécie de pegadinha, uma piada de extremo mau gosto, senão um golpe de mestre engendrado por algum mentecapto ateu suicida interessado em implodir o monumental cartão postal carioca, num dos maiores atentados da história desde a destruição das torres gêmeas por Osama Bin Laden.

Deus deu aos Homens apenas 72 horas para que todas as providências fossem tomadas, do ponto de vista técnico-operacional, a fim de que o Brasil recebesse a volumosa legião de perguntadores. Em tempo recorde, centenas de pedestais com microfones foram instalados no Corcovado, a fim de servirem aos questionamentos dos convidados. Não houve tempo nem espaço para que os organizadores brasileiros subissem até o morro tantas cadeiras a fim de sentarem tantas pessoas. A multidão permaneceu em pé mesmo durante as sessenta e três horas de entrevista, tempo considerado ínfimo para espairecer tantas dúvidas que há séculos permaneciam entaladas na garganta da humanidade.

Deus não apareceu em carne e osso, como se esperava. Valendo-se do primeiro homem barbudo e maltrapilho que avistou pela frente mendigando nas redondezas do Cristo, num fenômeno de incorporação dos mais instigantes, ele falou através da boca do renegado que permaneceu em transe durante todo o tempo.

Num rápido preâmbulo, Deus explicou que a gota d’água que o levara a descer dos céus e acabar com tantas lamentações, especulações, acusações, lucubrações, palpites e até injustiças a respeito da sua existência ou não, foi o desmoronamento daquela escola na cidade de Brejinho das Vacas que matou dezenas de crianças pobres, levando milhares de pessoas ao redor do mundo a acenderem velas, chicotearem os próprios lombos e a dizerem “Deus quis assim… Deus quis assim…”.

Um titubeante monge tibetano: E Deus queria assim?

(Nota: o mais incrível é que cada qual falava em sua língua pátria e era compreendido pelos demais, um fenômeno incrível jamais verificado. Pela evidente falta de caracteres, das sessenta e tantas horas de entrevista, pincei as perguntas que considerei as mais relevantes e esclarecedoras, a fim de publicar neste ilibado veículo de comunicação…)

Deus: Se alguém pula de um prédio, Deus quis assim. Se um ônibus lotado erra a tangente da curva e capota, Deus quis assim. Se o pequeno nascituro padece mortalmente no canal do parto, vitimado pela estreiteza óssea da pélvis materna, Deus quis assim. Se um senil canceroso finalmente é consumido pelo tumor, Deus quis assim. Se um vulcão acorda e dizima com lava e rochas flamejantes uma pequena aldeia sonolenta, Deus quis assim. Se um centroavante erra um pênalti, Deus quis assim. Se alguém perde o emprego ou perde dinheiro ou perde as estribeiras, Deus quis assim. Ora, não se trata de querer ou deixar de querer. Estas coisas simplesmente acontecem. Continue lendo

Sabonete “Se tu uma bênção”: unção de milagre em todos os campos da vida

Publicado originalmente no site do sabonete

Contendo óleo ungido pela Igreja Mundial do Poder de Deus, o uso deste sabonete proporciona unção de milagre em todos os campos da vida. seja na saúde, no relacionamento familiar, no crescimento financeiro,
enfim em todos os setores da vida.

A Igreja Mundial do Poder de Deus, liderada pelo Apóstolo Valdemiro Santiago, homem que Deus levantou para servir de canal de milagres para todas as pessoas, é Ministério que se destaca pelo grande número de
milagres obtidos para quem o procuram. É neste Ministério que buscamos o óleo ungido para compor este sabonete.

Com o uso do Sabonete Se Tu Uma Benção você poderá alcançar bênçãos, seja para você ou para seus entes queridos e amigos, mediante a fé dos homens e Graça de DEUS.

Uma forma muito especial de levar benção é colocá-lo para uso de um parente que não aceita o evangelho. A caixa é estampada, mas o sabonete em si não! Seu parente vai usar o sabonete sem sequer saber que está fazendo uso de óleo ungido. E assim vai atuando o Poder de Deus na vida desta pessoa querida.

Tratar-se de um sabonete de grande unção e uma forma de lavar-se diariamente com o Poder de Deus através do óleo consagrado, o que, sem dúvida, muda vidas.

Outro aspecto importante é um sabonete de altíssima qualidade, hidratante, com formulação e aroma muito especial, comparável aos melhores sabonetes produzidos no mundo. Afinal, é promessa de Deus que o nosso povo deve usar o melhor desta terra.

Nunca mais use um sabonete comum. A partir de agora faça uso diário do Sabonete Se Tu Uma Benção. Com certeza o que pesa e atrapalha sairá, e serão acrescentadas bênçãos pelo poder da unção existente no óleo consagrado, sempre pela Graça de DEUS.

As bênçãos são para todos. Pela misericórdia de Deus, não importa qual sua religião e se você participa de algum ministério evangélico. Certamente receberá bênçãos aquele que usar diariamente o óleo consagrado contido no Sabonete Se Tu Uma Benção, tudo para honra e glória de Nosso Senhor Jesus
Cristo.

Pastor e discípulo são condenados por intolerância religiosa

Publicado originalmente no JusBrasil

Um pastor e um discípulo da Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo foram condenados pela juíza Ana Luiza Mayon Nogueira, da 20ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio, por difundir, por meio da Internet, idéias de discriminação religiosa, ofendendo seguidores de outras religiões.

Tupirani da Hora Lores, o pastor, e Afonso Henrique Alves Lobato, o discípulo, pregavam através de blogs o fim da igreja Assembleia de Deus, além de praticarem intolerância religiosa contra judeus e afirmarem que as outras religiões são seguidoras do diabo e adoradoras do demônio. Eles também associavam a figura de pais de santo a homossexuais, menosprezando ambos.

De acordo com a sentença, em seu interrogatório, Afonso Henrique confirmou que sua religião prega que, como discípulo de Jesus Cristo, deve acusar todos os outros conceitos em geral que são contrários ao Evangelho de Jesus Cristo (…), que não existe pai de santo heterossexual, pois todos são homossexuais; que homossexualismo é possessão demoníaca; que uma pessoa que está possuída pelo demônio não merece confiança; e que discrimina todas as religiões.

Ainda de acordo com a sentença, em nenhum momento os dois tentaram justificar suas condutas. Tupirani foi condenado a duas penas restritivas de direito: prestação de serviço à comunidade e pagamento de dez salários mínimos em favor de uma entidade beneficente. Afonso Henrique foi condenado à prestação de serviço e limitação de fim de semana. Nº do processo: 2009.001.153992-2

em 2008, jovens dessa mesma igreja depredaram um centro espírita no rio de janeiro.

Bíblia salva a vida de mulher na Baixada Fluminense

A bíblia impediu que o projétil atingisse Danúbiah, que estava na garupa

Publicado originalmente no Extra

A Bíblia salvou Danúbiah Mendes. Armazenada no baú da motocicleta de seu marido, o montador de móveis Marcos Souza, o livro foi capaz de interromper o trajeto de um projétil, impedindo-o de atingir as costas da mulher, que estava na garupa. O casal, que é evangélico, raramente transporta a Bíblia no compartimento.

— Nós estávamos saindo de uma igreja em Austin, a caminho da que frequentamos, em Vilar dos Teles — explicou Danúbiah.

O fato aconteceu no último domingo. O casal estava na Via Dutra, na altura da saída para São João de Meriti, por volta de 19h40m, quando ouviu três tiros.

O baú da motocicleta furado pela bala
O baú da motocicleta furado pela bala

— Eu estava ultrapassando três carros. Quando ouvi o barulho, acelerei mais — completou o marido.

Os dois só se deram conta do que havia acontecido depois que o culto da igreja acabou. Ao abrir a Bíblia, viram as páginas rasgadas e chegaram a pensar que alguma criança tinha feito o furo com uma caneta. Mas logo perceberam que uma bala estava dentro do livro, na altura do capítulo oito do apocalipse.

— Sempre acreditei na salvação em muitos aspectos, mas dessa vez foi uma coisa visual. Vi a bala ali dentro, lembrei dos tiros e chorei — disse Danúbiah.

— A Bíblia salva de muitas maneiras. Dessa vez, foi físico. Algumas folhas de papel salvaram a vida da minha esposa — disse, emocionado, Marcos.

Fotos: Fábio Guimarães / Extra