77 milhões de meninas sonham em ir à escola

título original: Meryl Streep, Selena Gomez e Anne Hathaway participam de filme em prol da educação de meninas

GirlisRaising525

Publicado originalmente em O Fuxico

Um time de pessoas notáveis se engajou em importante campanha que visa acabar com o drama de meninas ao redor do mundo que lutam pelo direito de estudar. Capitaneados por Anne Hathaway, nomes como Cate Blanchett, Selena Gomez, Liam Neeson, Priyanka Chopra, Chloë Moretz, Freida Pinto, Salma Hayek, Meryl Streep, Alicia Keys, e Kerry Washington emprestaram suas vozes e apoio. Trata-se do filme da Girl Rising, que visa apoiar mais de 66 milhões de meninas que sonham com o direito de ir à escola.

Trata-se de uma ação global, que se chama10X10, pela educação de meninas. A primeira grande iniciativa é o filme Girl Rising (Crescimento da menina).  A campanha foi criada por um grupo de jornalistas que, motivados pela causa, chegaram à simples conclusão de que educando meninas é possível mudar o mundo.

O lançamento aconteceu em 11 de outubro de 2012 quando foi celebrado o primeiro ano do Dia Mundial das Meninas, instituído pela Assembléia Geral da ONU.

O Filme

A ideia do filme Girl Rising surgiu após o triste episódio envolvendo a garota paquistanesa Malala Yousufzai, de 15 anos, que em  9 de outubro de 2012 foi baleada na cabeça e no pescoço pelo Talibã. Ela estava a bordo de um ônibus, no trajeto de casa para a escola. Malala e sua família se transformaram em alvo do Talibã devido ao seu trabalho defendendo a educação feminina em seu país.

Girl Rising conta histórias extraordinárias de meninas de todo o mundo lutando para superar a impossibilidade de estudar e será lançado mundialmente em 7 de março de 2013, véspera do Dia Internacional da Mulher.  Ao redor do mundo, milhões de meninas enfrentam barreiras para estudar e, muitas vezes, sofrem graves consequências por insistirem nesse sonho. O mesmo não acontece com meninos.

Vale lembrar que quando uma garota se educa, ela consegue o feito de quebrar ciclos de pobreza que assombram sua família, em apenas uma geração. Entre as histórias relatadas estão as de duas meninas de projetos da Visão Mundial na Índia e Etiópia.

A proposta de Girl Rising é chamar a atenção para o tema, aumentar a consciência mundial e estimular, tanto a ação, quanto o financiamento para projetos relativos ao problema.

Entre os parceiros que apoiam a iniciativa está a rede de TV CNN, que exibirá o filme Girl Rising para milhões expectadores ao redor do mundo.

Em relação às doações, a campanha propõe que cada pessoa doe US$ 50 para contribuir com a educação de uma menina durante um ano inteiro.

Como ajudar?

Leia Mais

Conheça 50 filmes que você não pode perder em 2013

A volta de alguns super-heróis, incluindo a estreia de um novo Superman, remakes polêmicos, sequências de franquias já consagradas e muito mais. Entre comédias, policiais, ficções científicas e terrores, 2013 deve levar aos cinemas fãs de todos os gêneros.

publicado no virgula

Django Livre – Com direção de Quentin Tarantino, o filme conta a história de Django (Jamie Foxx), que faz tudo para resgatar sua mulher, Broomhilda (Kerry Washington), que foi parar nas mãos de um cruel proprietário de terras, Calvin Candle (Leonardo DiCaprio), depois de um jogo de cartas. Django conta a com a ajuda de um ex-dentista e atual caçador de recompensas alemão, King Schultz (Christoph Waltz), que o compra, liberta e ensina a ele alguns truques de sua nova profissão. Estreia no dia 18 de janeiro.

A Hora Mais Escura – Kathryn Bigelow, ganhadora do Oscar por Guerra ao Terror, apresenta sua visão da caçada a Osama Bin Laden. Jessica Chastain é a protagonista Maya, inspirada em uma agente da CIA que na vida real passou dez anos trabalhando no caso. Estreia no dia 18 de janeiro.

O Mestre – Polêmico por sua suposta inspiração na Cientologia, o filme é ambientado no pós-Segunda Guerra e mostra Lancaster Dodd’s (Philip Seymour Hoffman) como um militar que retorna aos Estados Unidos e decide formar um culto para acabar com as lembranças dos horrores vividos por soldados durante o conflito. O orador ganha fiéis rapidamente, e acaba se tornando uma espécie de mestre para Freddie Quell (Joaquin Phoenix), um soldado violento e alcoólatra. Estreia no dia 25 de janeiro.

Os Miseráveis – Tom Hooper, vencedor do Oscar de 2011 por O Discurso do Rei, colocou Hugh Jackman, Russell Crowe e Anne Hathaway, entre outros, para cantar em um grandioso musical baseado no romance homônimo de Victor Hugo, de 1862, que conta uma história que se passa na França do século 19 entre duas grandes batalhas: a Batalha de Waterloo (1815) e os motins de junho de 1832. Estreia no dia 1 de fevereiro.

Meu Namorado é Um Zumbi – Antes chamada Sangue Quente, a comédia é baseada no livro Warm Bodies, de Isaac Marion, e mostra o zumbi R (Nicholas Hoult) resgatando a jovem Julie (Teresa Palmer), a quem protege de outros zumbis e também dos Boneys, a encarnação seguinte dos mortos vivos. Se comunicando cada vez melhor e se recusando a comer carne humana, R recupera progressivamente sua humanidade. Estreia no dia 1 de fevereiro.

Caça aos Gângsteres – A história do filme acontece em 1949, quando Mickey Cohen (Sean Penn), o chefão da máfia no Brooklyn, controla todo o tráfico de armas e drogas e a prostituição no oeste de Chicago, com a ajuda de vários políticos e policiais corruptos. No entanto, uma equipe de agentes do Departamento de Polícia de Los Angeles, comandada pelo sargento John O’Mara (Josh Brolin) e por Jerry Wooters (Ryan Gosling), decide se unir para colocar um fim ao império do criminoso. Estreia no dia 1 de fevereiro. (mais…)

Leia Mais