Arquivo da tag: MSN

Mulher que teve o MSN e o Orkut invadidos por hackers será indenizada pela Microsoft

downloadO invasor chegou a enviar mensagens no celular da vítima dizendo que havia descoberto as senhas de acesso dos dois serviços

publicado no Estado de Minas

Uma mulher que teve um serviço de mensagens instantâneas e um perfil na rede social invadidos por hackers será indenizada em R$ 10 mil pela Microsoft Informática. O invasor chegou a enviar mensagens no celular da vítima dizendo que havia descoberto as senhas de acesso dos dois serviços. Os desembargadores da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) que confirmaram a sentença proferida pelo juiz Paulo Fernando Naves de Resende, da 7ª Vara Cível da comarca de Uberaba.

O caso aconteceu em outubro de 2009. A funcionária pública E.M.O contratou os serviços da Microsoft, e, tempos depois, recebeu uma mensagem no celular de uma pessoa que disse ter invadido o MSN e descoberto a senha de acesso. A mulher achou que se tratava de brincadeira, porém, percebeu que sua senha do serviço e do Orkut tinham sido descobertas. A pessoa chegou a se passar pela vítima e violou mensagens no site de relacionamento.

A consumidora entrou na Justiça contra a Microsoft pedindo indenização por danos morais. Ela alegou que ao se cadastrar no site, concordou e assumiu toda a responsabilidade de não infringir as normas estabelecidas. Argumentou que acreditava que a empresa iria proteger a sua senha, o que não foi cumprido.

A Microsoft alegou que não tinha acesso aos servidores da Microsoft Corporation, localizados nos EUA e que as duas empresas possuem personalidades jurídicas distintas, sendo a última a única responsável pela disponibilização dos serviços do e-mail hotmail.  O juiz Paulo Fernando condenou, em primeira instância, a empresa a indenizar a funcionária pública em R$ 10 mil. A Microsoft decidiu recorrer da decisão.

O desembargador Alexandre Santiago, relator do recurso, decidiu manter a decisão de primeira instância. Em sua decisão, afirmou que a empresa tem que garantir a segurança do usuário. “Os hackers costumam utilizar contas falsas em provedores para a realização de ataques ou armazenagem de dados e informações ilegais ou ofensivas. O provedor tem o dever contratual de garantir a segurança do usuário. O apelante [a Microsoft Informática] não logrou êxito em comprovar que, mesmo com os recursos disponíveis aos seus clientes, não poderia evitar a invasão”, disse.

Os desembargadores Wanderley Paiva e Mariza de Melo Porto, seguiram o voto do relator.

 

Bispo Edir Macedo depõe na Justiça Federal por falsidade ideológica

Empresário foi acusado de apresentar documentos falsos para adquirir emissora

Divulgação

Divulgação

Publicado no MSN Entretenimento

Criador da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo se declarou inocente para o juiz Guilherme Gehlen Walcher, da 1ª Vara da Justiça Federal, na cidade de Chapecó, em Santa Catarina, ao depor em processo sobre falsidade ideológica.

O bispo foi acusado de apresentar documentos falsos perante a Junta Comercial de Santa Catarina e o Ministério das Comunicações para a compra da TV Xanxerê, uma afiliada da emissora adquirida em 1996 e que fica na cidade de mesmo nome, segundo o jornal “O Dia”.

No processo, que tem como autor o Ministério Público Federal, o ex-diretor de uma afiliada do canal, Júlio César Ribeiro, e o pastor Marcelo Nascentes Pires também são acusados.

A ausência de Macedo na audiência era dada como certa, já que ele não compareceu às outras sessões. Contudo, depois de chegar no horário e dar sua versão sobre o fato, o réu deixou o local imediatamente.

A sentença deve sair até o fim do ano. A pena prevista para o crime é a reclusão de 1 a 5 anos mais multa.

Ana Maria Braga é atropelada em programa ao vivo e vira hit na web

Reprodução/TV Globo

Reprodução/TV Globo

Publicado originalmente no MSN

Ana Maria Braga passou por apuros durante o programa “Mais Você”, desta segunda-feira (22).

A apresentadora levou um tombo daqueles ao ser atingida pela porta de um carro automático que estava sendo testado na área externa do Projac.

Tudo começou quando Ana Maria pilotou o veículo no início da atração. Até aí, tudo correu bem.

Depois, com o carro já estacionado, a apresentadora conversou com alguns especialistas e comentou sobre as curiosidades do veículo automatizado.

No entanto, por um descuido, o carro começou a andar sozinho para trás, atingindo parte da produção do programa e a apresentadora, que estava próxima da porta do veículo.

“Segura, segura, gente!”, disse ela, já caída no chão.

Logo após o susto, Ana Maria se levantou com a ajuda da produção, mas precisou chamar o intervalo para se recompor.

De volta à transmissão, Louro José precisou seguir a atração matinal sem a loira.

“A Ana Maria já volta, ela está bem, foi um tombão, mas ela já volta. E vamos rir um pouco para passar o susto!”, disse ele, exibindo alguns VTs genéricos da atração.

A gafe foi parar no Trending Topics do Twitter.

Logo que voltou a comandar o “Mais Você”, Ana Maria Braga afirmou que tudo não passou de um acidente.

 

gif: Morri de Sunga Branca

dica do Gerson Peçanha

Ditados populares das redes sociais

4c801b2b6c2d82756347bc8b086c47ff_redes sociais

 

Publicado no youPIX

Ter perfil ativo nas redes sociais não é fácil. Todos os dias temos que conviver com vários tipos de pessoas programadas para matar a sua produtividade, o seu foco e a sua paciência, e fazer você rir muito, claro. E sempre um tiozão que aplica umas gírias idosas, piadinhas do tipo “é pavê ou pacumê?” e umas frases de efeito de gente gagá, né? Por mais que seja estúpido, é engraçado! Daí, que a gente resolver ser o tiozão e trouxemos os ditos populares para as redes sociais.

Frases profundas que refletem o comportamento do internauta que poderão guiar seus passos digitais(sic). Vem com a gente:

1) Em casa de blogueiro o espeto é viral.
2) Nem tudo o que reluz é moeda verde.
3) O pior seguidor é aquele que não quer retuitar.
4) Quem tem pressa usa script.
5) RT de promoção, 100 anos na prisão.
6) Antes forever alone, que mal seguido.
7) Não há marcas que o Google apague.
8) Em terra de badges, quem é mayor, é rei.
9) Nada como um poke atrás do outro.
10) Em Twitter privado não entra stalker.
11) As aparências enganam.
12) Quem com post fere, com comentário será ferido.
13) Twittar é poder.
15) Trollagem no perfil dos outros é refresco.
16) O bom follower a seguir torna.
17) Orkut de bêbado não tem dono.
18) O unfollowado é sempre o último a saber.
19) Quem publica o que quer, lê o que não quer.
20) Quem com tag em flyer fere com tag em flyer será ferido.
21) Post engraçado não se olha a fonte.
22) Tuítem bem, tuítem mal, mas tuítem de mim.
23) Tuita quem pode, retuita quem segue.
24) Diga-me o que lês no Google Reader e te direi quem és.
25) De atriz, blogueiro e dj o inferno tá cheio.
26) O mural do vizinho é sempre mais curtido que o nosso.
27) Roupa suja se lava por DM.
28) Comunidades paradas não movem tópicos.
29) De view em view o Youtube cria uma celebridade.
30) É melhor prevenir estudando do que remediar com o Yahoo! Respostas.
31) Antes uma badge roubada do que nenhuma.
32) Quem tem Google Maps vai a Roma. (E dá check-in).
33) Quem semeia quizes, colhe spams.
34) Em terra de apps quem tem iPhone é rei.
35) A união faz a Super Swarm Badge.
36) Anônimo do Formspring que ladra, não morde.
39) Azar no Angry Birds, sorte no poke.
40) Em briga de blogueiro não se mete o mouse.
42) A desculpa do troll é a zoeira.
43) Não adianta chorar sobre perfil hackeado.
44) O fake tem pernas curtas.
45) Dos encurtadores de URL, o menor.
47) Retuitou não leu, o pau comeu.
48) Mais vale um seguidor na mão do que dois unfollows.
49) Nunca diga “nesta rede social nunca entrarei”.
50) Onde há Trending, há Topics.

Polônia abre investigação sobre quadro pintado com cinzas do Holocausto

polpublicado  no MSN Notícias

A justiça polonesa abriu uma investigação sobre o quadro supostamente pintado com cinzas das vítimas do campo de concentração de Majdanek (Polônia), realizado pelo artista sueco Carl Michael von Hausswolff, que aparentemente pegou os restos sem a autorização das autoridades locais.

A investigação pretende determinar se houve roubo e profanação dos restos mortais, embora ainda não haja nenhuma evidência de delito, explicaram nesta quarta-feira à Agência Efe da procuradoria da Província de Lublin, onde fica o campo de concentração-museu de Majdanek.

Há algumas semanas, fontes do museu situado no campo de concentração afirmaram que nos arquivos das instalações não consta nenhuma autorização para que o artista sueco utilizasse as cinzas.

Carl Michael von Hausswolff expôs no final do ano passado a polêmica obra, elaborada a partir de uma mistura de cinzas de vítimas de Majdanek e água.

Von Hausswolff explica no site da galeria Martin Bryder (na cidade sueca de Lund), onde foi exibida a obra, que as cinzas foram recolhidas durante uma visita ao campo de concentração-museu de Majdanek em 1989, embora não dê detalhes de como as conseguiu.

O artista, que assegura que durante anos foi incapaz de tocar no material, diz que seu trabalho contém a energia dessas cinzas, as lembranças e as almas das pessoas torturadas e assassinadas nos conflitos mais cruéis do século XX.

Se for provado agora que houve crime, o artista sueco poderia pegar uma pena de até oito anos de prisão.

Durante a Segunda Guerra Mundial estima-se que cerca de 150 mil pessoas perderam a vida nesse campo de concentração nazista.

Nos arredores de Majdanek houve um dos maiores massacres do conflito, quando mais de 40 mil pessoas, incluindo 20 mil prisioneiros do campo, foram incineradas em apenas um dia pelas autoridades nazistas.

Depois da liberação, pelo campo, dos restos das suas vítimas, que estavam dispersos por todo o lugar, foram recolhidos e empilhados até 1969, quando se construiu um mausoléu coberto por uma cúpula de concreto, informou o museu.