Mulher de Felipe Melo comemora por volante não participar de “humilhação”

felipemelo2-1024x612Publicado no UOL Esporte

Roberta Melo, mulher do volante Felipe Melo, usou seu perfil no Instagram para desabafar após derrota do Brasil para a Alemanha nesta terça-feira. Ela chegou a agradecer Deus por seu marido não ter participado deste vexame.

“Durante 4 anos eu não consegui entender o porque do meu marido não estar jogando na seleção brasileira… Jogador de raça, paixão, técnica, força… Tão criticado na última Copa, mas um dos únicos que dá a cara a bater e não se rende em momento algum… Esteve em grande destaque nesses anos e isso não foi suficiente para atrair os olhos do treinador! Clamei a Deus, jejuei por algo que meu coração queria, mas mesmo não tendo alcançado este meu desejo, jamais deixei de agradecer e glorificar o meu Deus maravilhoso!!! Hoje tive a resposta que precisava….Deus não permitiu que ele estivesse passando por essa humilhação!!! E eu quero agradecer ao meu Senhor por essa resposta, por esse cuidado!!! O senhor é fiel…esse é meu testemunho!!!”, escreveu.

Felipe Melo foi titular na Copa de 2010 e chegou a ser expulso no duelo contra a Holanda, pelas quartas de final do Mundial. O volante recebeu o vermelho após entrada dura em Robben.

Nesta terça-feira, o Brasil perdeu a vaga na decisão da Copa do Mundo após sofrer uma goleada por 7 a 1 para a Alemanha. O time de Felipão volta à campo no sábado na disputa de terceiro e quarto.

Leia Mais

‘Bebê ariano perfeito’ da propaganda nazista é judeu

Montagem mostra Hessy Taft hoje e a capa da revista nazista: "criança ariana perfeita" era, na verdade, judia
Montagem mostra Hessy Taft hoje e a capa da revista nazista: “criança ariana perfeita” era, na verdade, judia

Publicado na Exame

Uma descoberta e tanto após sete décadas da ascensão e queda nazista na Segunda Guerra Mundial.

Uma criança escolhida pessoalmente por Joseph Goebbels para estampar uma propaganda nazista que mostrava o exemplo de “criança ariana perfeita” é, na verdade, judia.

A mulher é Hessy Taft, de 80 anos, que vive hoje em Nova York e é professora de química.

Recentemente, ela doou uma cópia de uma revista nazista com sua foto na capa ao Memorial do Holocausto Yad Vashem, em Israel.

História

Hessy conta que, em 1935, quando tinha seis meses, sua mãe pediu a um famoso fotógrafo de Berlim, Hans Ballin, para tirar uma foto sua.

Meses depois da sessão de fotos no estúdio, a mãe de Hessy viu uma revista “Sonne ins Haus” (“Sol na Casa”, uma publicação voltada para a família) com a sua foto na capa.

A edição era feita por um amigo direto do nazista Hermann Goering. A foto de Hessy fora escolhida pessoalmente por Goebbels.

A mãe foi atrás de Ballin e questionou o motivo dele permitir o uso da foto, já que sabia desde o começo que ela e a bebê eram judias.

O fotógrafo respondeu: “Queria fazer os nazistas parecerem ridículos”.

“Eu sinto uma espécie de vingança, algo de satisfatório”, conforme reportou o The Independent.

“Estou rindo agora, mas não teria sobrevivido se os nazistas descobrissem a origem da foto”, completou.

Em 1938, o pai de Hessy foi preso pela Gestapo. A família se mudou para a Letônia e de lá foram para Paris.

Quando a cidade foi tomada pelos nazistas, fugiram para Cuba e, depois, chegaram aos Estados Unidos, em 1949.

Leia Mais

Mulher nua toma banho de sol na janela de casa, distrai motoristas e causa acidente de carro na Áustria

 Banho de sol polêmico causou acidente de carro na capital da Áustria Reprodução/mirror.co.uk
Banho de sol polêmico causou acidente de carro na capital da Áustria Reprodução/mirror.co.uk

“Eu pensei que estava sofrendo uma insolação quando vi”, diz testemunha

Publicado no R7

A visão de uma mulher tomando um banho de sol na janela de casa distraiu motoristas e causou um acidente de carro em Viena. E não era para menos. A jovem resolveu se bronzear completamente nua no terceiro andar de um prédio na capital da Áustria.

Gregory Shakaki estava passando pelo local e percebeu o que estava acontecendo. “Eu pensei que estava sofrendo uma insolação quando vi”, conta ele, de acordo com o jornal New York Daily News.

O estudante não foi o único a se deslumbrar com a visão da jovem. O motorista Michael Kienast disse à imprensa local que estava atrás de dois veículos que colidiram.

— Eu ouvi o homem que foi atingido gritar ‘você não olha por onde anda’ e o outro motorista respondeu ‘me desculpe, eu estava distraído’ e apontou para a janela onde a mulher estava deitada. O primeiro respondeu, então, ‘ah, certo, eu vejo o que você quis dizer’.

Vários carros estavam bloqueando a rua quando a polícia chegou, mas, neste momento, a jovem já havia entrado e fechado as cortinas.

Leia Mais

Mulher é velada sentada com cerveja e cigarro na mão

58706Publicado por Região Noroeste

Uma mulher que era considerada uma pessoa animada e divertida morreu em Milwaukee, nos Estados Unidos e recebeu um velório diferente do convencional. Sua filhas substituíram as flores e o caixão por um cenário festivo, contendo itens que faziam sua mãe feliz. As informações são do site WGNO.

Segundo a publicação, o corpo da mulher foi velado sentado em uma cadeira em uma mesa circular. Arrumada como se estivesse em uma festa, Louisiana Miriam Burbank segurava um cigarro de menta em uma mão e um copo de cerveja na outra. De acordo com as filhas, o cenário envolvia tudo o que a mãe mais gostava.

Além disso, o retrato de um jogador da equipe de futebol americano de New Orleans foi colocado na mesa, ao lado de pequenos capacetes do esporte e uma revista de palavras cruzadas.

As unhas da mulher morta foram pintadas de dourado e preto, e um globo de luz de discoteca foi acrescentado no cenário. Segundo as filhas de Burbank, os outros membros da família gostaram da cena montada e o funeral ficou conhecido como “a última festa de Burbank”.

dica do Gerson Caceres Martins

Leia Mais

Pastor simula próprio sequestro para esconder da esposa traição, diz polícia

falsosequestro

Publicado no G1

Um pastor de 43 anos simulou ter sido vítima de sequestro, em Joaçaba, no oeste catarinense, porque pretendia enganar a esposa, segundo Polícia Civil. Ele confessou ter inventado a história porque estaria com outra mulher e precisava encontrar uma desculpa para justificar o horário que chegaria em casa, de acordo com a polícia.

O caso começou na noite desta quinta-feira (5) e seguiu até a madrugada de sexta (6). A história mobilizou cerca de 13 profissionais, entre policiais militares e civis, investigadores e Corpo de Bombeiros, já que um amigo do pastor foi acionado por ele, que dizia-se sequestrado, e ligou para a polícia pedindo ajuda.

pastor

De acordo com a Polícia Civil, o homem, que se identificou como pastor de uma igreja evangélica, estava em uma rua próxima de sua casa, no bairro Jardim das Hortênsias. Ele registrou um Boletim de Ocorrência na Polícia Militar de Joaçaba relatando que fora sequestrado por três homens em um carro azul.

Ao chegar no local, por volta das 2h desta sexta, os policiais desconfiaram que o pastor estava ocultando informações, por apresentar descontrole durante o atendimento. A PM o encontrou dentro do veículo e, por afirmar que estaria machucado, foi levado pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Universitário Santa Terezinha, onde foi atendido e logo liberado.

Em depoimento à polícia, o homem ficou por aproximadamente duas horas sustentando a história do sequestro. Ele contou aos policiais que os suspeitos desferiram um golpe em sua nuca deixando-o desorientado. Disse ainda que os três sequestradores teriam feito isso por represália contra seu trabalho voluntário de recuperação de dependentes químicos, e que havia saído de casa para fazer visitas.

O que aconteceu de fato
Segundo o investigador Edson Luiz Tonielo, durante a madrugada, o pastor desmentiu a versão inicial e confessou não ter sido sequestrado. O homem disse aos policiais que tudo havia sido uma armação, pois ele tinha recebido 13 ligações da esposa enquanto estava fora de casa.

Por ter registrado um boletim de ocorrência alegando sequestro, ele vai responder um Termo Circunstanciado (TC) por falsa comunicação de crime e responder à Justiça. “Durante o período que os policias estavam envolvidos no caso, dois caminhões foram furtados na cidade”, afirma Tonielo.

Leia Mais