Marcas da vida: fotógrafa evidencia a beleza do pós-parto

beaultifulbody5-450x450

Publicado no Catraca Livre

A fotógrafa Jade Beall criou uma série de fotos que pretende redefinir os padrões de beleza das mulheres, mais especificamente daquelas que acabaram de ter filhos. Muitas ficam com cicatrizes, estrias e flacidez da pele e é justamente esse o foco da série A Beaultiful Body: mostrar que essas marcas são belas, afinal, são elas que geram a vida.

Confira o vídeo do projeto e galeria de fotos (Créditos Jade Beall).

 beaultifulbody8-450x337 beaultifulbody6-450x337 beaultifulbody2-450x337 beaultifulbody1-450x337 877x658_4-450x308 877x658_6-450x337

Leia Mais

“Homem que bate em mulher é um homossexual”, dispara Mr. Catra

Mister_catra

Welison, no Depósito Jovem

O cantor Mr. Catra não deixa de causar polêmica. Na manhã desta segunda-feira (15), data que é comemorado o Dia do Homem, não foi diferente. O funkeiro mandou um recado para àqueles que agridem as mulheres.

“Homem que bate em mulher é em homossexual, é o verdadeiro bichinha. Esse é o cara que vive no armário, e não tem coragem de se assumir. Bate no que ele acredita serem seus rivais. E podem acreditar, o homem que vive no armário são os verdadeiros homofóbicos”, disparou.

E não foi só isso. Catra, que mantêm quatro relacionamentos, revelou ser o homem mais feminista do Brasil: “Brigo pelos direitos das mulheres, por que não sei viver sem elas. Meu sonho era morar em uma cidade só de mulheres”.

O funkeiro adiantou que fará uma campanha contra a homofobia, citando o personagem Félix, do ator Mateus Sonalo, da novela ‘Amor à Vida’. “Vou fazer uma campanha para o Félix. ‘Félix, sai do armário e ajude a galera que está trancada sair’”, completou.

dica do Sidnei Carvalho de Souza

Leia Mais

Jornalista submetido a ‘dor de parto’ desiste após duas horas de agonia

Publicado por BBC Brasil [via UOL]

Os homens não podem engravidar nem ter filhos. As mulheres, sim. E desde de que esta diferença ficou bem clara, os homens ouvem frases como “você não deu à luz” ou “só as mulheres são capazes de suportar uma dor como esta”.

Mas uma rádio irlandesa resolveu fazer um “experimento”, para verificar se homens não seriam capazes de suportar dores semelhantes.

Para replicar a agonia do parto, médicos colocaram seis eletrodos em torno do abdômen de um jornalista da rádio, Henry McKean, que passou a receber dolorosos impulsos elétricos na região pélvica.

Após duas horas de agonia, McKean disse que a tortura a que estava sendo submetido era suficiente. Embora ele diga que agora se sente mais perto das mulheres, mães de todo o mundo lembram que a duração média do trabalho de parto é de oito horas.

“Foi como ter 100 escovas de dente elétricas dentro da barriga, com muitos bonequinhos Lego chutando. Se você já pisou em um Lego sabe que eles são muito afiados”, descreveu McKean.

Henry McKean sentiu na pele, enfim, a “mágica” da hora do parto, e foi recompensado com a fama mundial proporcionada pelo vídeo viral.

Leia Mais

Super-ricos chineses contratam amas de leite e geram polêmica

Imagem: Internet
Imagem: Internet

Publicado originalmente no Terra

O leite materno é o mais novo objeto de desejo dos super-ricos chineses. Com a demanda, cresce o número de empresas que oferecem amas de leite para adultos. Na Xinxinyu, uma agência de empregados domésticos de Shenzhen, perto de Hong Kong, os clientes podem escolher se preferem mamar diretamente na ama ou, caso se sintam constrangidos, receber o alimento em um recipiente depois de retirado.

A renda das amas de leite para adultos fica em torno de 16 mil yuanes (cerca de R$ 5,8 mil), bastante acima da média chinesa. O jornal Southern Metropolis Daily diz ainda que, “se forem saudáveis e tiverem boa aparência”, a mulheres podem alcaçar vencimentos ainda mais altos.

Existe na China a crença de que o leite materno é o melhor nutriente, não importa que idade você tenha. A nova tendência, no entanto, vem gerando polêmica. Em uma pesquisa online, 90% dos que responderam criticaram o consumo de leite humano por adultos.

Um comentarista da imprensa chinesa usou o caso para ilustrar o problema de degradação moral ao qual as mulheres são submetidas no país, que agrava-se, segundo ele, com práticas como esta.

Leia Mais

Grupo evangélico participa de reunião da presidenta Dilma Rousseff com lideranças de movimentos juvenis

Rede FALE participa de reunião da presidência com lideranças de movimentos juvenis

Representantes presentes na reunião no Palácio do Planalto (foto: Roberto Stuckert Filho/PR)
Representantes presentes na reunião no Palácio do
Planalto (foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

título original: Dilma Rousseff recebe movimentos juvenis

Publicado no Blog do Fale

Na manhã do dia 28 de junho de 2013 a presidenta da Republica, Dilma Rousseff, recebeu no palácio do Planalto 25 lideranças juvenis dos mais diversos setores (juventudes do campo, trabalhadores urbanos, redes, comunicadores, mulheres, estudantes, religiosos e outros). Diante dos diversos protestos ocorridos nas últimas semanas, o governo intencionou realizar algumas escutas, para que sua compreensão dos acontecimentos pudesse estar não só mais próxima da realidade, mas também das agendas que vem das ruas.

A presidenta se colocou numa postura de diálogo e entende esse momento como uma oportunidade de ampliar direitos, percebendo que uma atitude conservadora não nos ajuda a avançar. Dilma defendeu, na questão da Reforma Política, que fosse realizado o plebiscito, e que as questões principais reclamadas pela população nas ruas fossem a base para esta discussão.

As demandas apresentadas pelos movimentos ali presentes, abarcaram a amplitude de vozes vinda das ruas, defendendo a luta do transporte público, que deve ser encarado como direito e não como serviço, bem como maiores investimentos (financeiro e político) em educação, saúde, trabalho decente, reforma agrária, direitos humanos, reforma política e tributária. Alessandro Melchior, presidente do Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE), ressaltou a necessidade de maiores investimentos e institucionalização das políticas de juventude no país, bem como canais permanentes de diálogo direto da presidência com as diversas juventudes, para que estes não ocorram apenas em momentos de crise.

Ainda foi anunciado pelo CONJUVE a elaboração de um relatório dos abusos cometidos pelas forças policiais na repressão as manifestações em todo o Brasil, que será apresentado aos estados da federação bem como a Organização dos Estados Americanos (OEA).

Morgana Boostel, secretária executiva da Rede FALE aponta que “percebemos avanços no processo de diálogo, mas o calor das ruas precisa continuar e apontar novos caminhos. Precisamos continuar exercendo nossa voz profética diante das autoridades, para que alcancemos avanços na garantia e implementação de direitos, em especial pelos que mais sofrem.”

Nessa mesma oportunidade a Rede FALE entregou à presidenta Dilma Rousseff uma carta subscrita por mais de 100 lideranças religiosas que são contrárias a aprovação da PL 7663/2010 (carta disponível aqui). Este projeto versa sobre a política de drogas, propondo a institucionalização da internação compulsória, criminalização dos usuários entre outros pontos. Entregou também uma carta pastoral sobre a ocupação do complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro (veja o documento aqui), realizada de forma arbitrária pela força policial, que conduziu a morte de 13 pessoas na operação.

Morgana Boostel explicando a presidenta Dilma Rousseff o conteúdo das cartas apresentadas (foto: Roberto Stuckert) Filho/PR
Morgana Boostel explicando a presidenta Dilma Rousseff
o conteúdo das cartas apresentadas (foto: Roberto Stuckert) Filho/PR

dica do Fabio Martelozzo Mendes

Leia Mais