Catadora de antigo lixão de São Gonçalo (RJ) vira modelo internacional e ajuda 15 irmãos

Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)
Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)

Ricardo Rigel, no Extra

Sabe aquelas histórias de vida que poderiam facilmente se transformar num incrível roteiro de cinema? Daquelas para qualquer espectador se derreter de tanto chorar e ficar de queixo caído pela trama? Assim é a vida da gonçalense Sandra Passos, de 25 anos, modelo internacional, que já desfilou em passarelas importantes do mundo e tornou-se referência de beleza e estilo na China.

Antes de tudo isso acontecer, porém, a menina precisou encontrar seu jantar no lixo. A busca pelo sustento também era a procura por um teto: aos 10 anos, Sandra já havia morado em mais de oito lugares, incluindo o Lixão da Praia da Luz, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo.

Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)
Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)

Filha de uma garçonete e de um criador de porcos, a menina simples e de fala doce poderia ter absorvido negativamente o sofrimento que passou na infância, ao lado de 15 irmãos. Mas é com um belo sorriso no rosto que Sandra fala sobre tudo o viveu até conquistar uma posição de destaque no concorrido mundo da moda.

— Costumo dizer que minha vida tinha tudo para dar errado, mas eu consegui reescrever o meu destino. E posso afirmar com todas as letras que só cheguei onde estou hoje porque enfrentei grandes dificuldades, sem me fazer de vítima — ensina a modelo.

Sandra treina os passos de modelo (foto: Fabiano Rocha)
Sandra treina os passos de modelo (foto: Fabiano Rocha)

A transformação começou aos 13 anos, quando Sandra participou de um concurso de beleza promovido por uma loja no Rodo Shopping, no Centro de São Gonçalo:

— Eu era uma garotinha muito magricela, mas a minha mãe sempre sonhou ter uma filha modelo. Como era a mais nova dos filhos, acabei sendo a escolhida para tentar esse caminho. Lembro que um dos jurados era Moisés Karam (descobridor de talentos na moda). Ele me deu nota zero como miss, mas dez como modelo. E prometeu para minha mãe que me transformaria em uma top.

E não é que as palavras de Moisés Karam se concretizaram? Depois de passar por alguns treinamentos, a jovem foi convidada para disputar um concurso de miss na China. E acabou virando a queridinha do mundo fashion oriental.

Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)
Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)

Mundo de fantasia

Moradora da cidade de Guanhzhou, Sandra conta que nem tudo foi um conto de fadas em sua aventura pela China. A caminho do outro lado do mundo, tinha sonhos e pouco mais de 20 dólares.

— Quando viajei, minha mãe conseguiu esse dinheiro. Mas, assim que cheguei ao Galeão, lembrei que precisava comprar um despertador. O voo teve escala em São Paulo e, depois de um dia inteiro esperando, estava faminta. Comprei um misto quente e fiquei com menos dinheiro ainda… — conta ela, sem demonstrar qualquer tipo de abalo: — Quando vi, estava indo para o outro lado do mundo com uma migalha. Tudo bem que tinha comida no hotel, mas foi um aperto. Depois de um dia inteiro de trabalho na rua, virei para o meu tradutor e perguntei: “Será que com esse dinheiro dá para comprar um biscoito? Porque é tudo o que tenho aqui”. E ele começou a chorar.

Nesta primeira experiência, a bela ficou um ano e meio no exterior. Depois, Sandra foi e voltou mais uma vez. Agora, é contratada de uma agência chinesa e prepara as malas para voltar.

— Aprendi a criar um mundo de fantasia e glamour quando estou na China. Lá eles nem imaginam a história que mora por trás do meu sorriso — diz Sandra: — Mas posso dizer que contei a parte boa, porque a ruim eu me recuso a lembrar que vivi.

Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)
Sandra Passos posa no antigo lixão da Praia da Luz (foto: Fabiano Rocha)

Leia Mais

Indiano se divorcia por “insaciável apetite sexual” de sua mulher

url

 

Publicado no UOL

Um tribunal da cidade indiana de Mumbai concedeu o divórcio a um homem que alegou que sua mulher mostrava “um excessivo e insaciável apetite sexual”, sem se importar com o quão esgotado estivesse, informam neste domingo meios de comunicação locais.

A juíza Laxmi Rao considerou em sua sentença que, com o não comparecimento da esposa no julgamento, ninguém contradisse as alegações do litigante, “por isso que o tribunal não tem outra opção do que aceitar a evidência e conceder o divórcio”, segundo a agência local “PTI”.

O marido explicou perante o tribunal todos os tipos de detalhes, como sua mulher o obrigava a praticar sexo e que, apesar de que trabalhar duro em três turnos diferentes e voltar para casa esgotado, a esposa pediu que ele a satisfizesse.

O homem relatou, entre outros exemplos, que em outubro de 2013 foi operado de apendicite e, embora estivesse se recuperando, ela o forçou a praticar sexo.

Segundo ele, seu comportamento “insistente, agressivo e obstinado” o levou a tomar a decisão que era impossível continuar vivendo com sua mulher sob o mesmo teto.

Na Índia, a religião majoritária é o hinduísmo (80,5%) e os casamentos arrumados são a prática mais habitual entre a população que professa esta fé, o que transforma o divórcio em uma afronta contra a família, por isso que não é muito frequente.

Leia Mais

Brasil é 10º país com maior número de multimilionários, diz estudo

Segundo consultoria, São Paulo tem 4,4 mil pessoas com riqueza acima de US$ 10 milhões e é 17ª cidade com mais ‘super-ricos’.

ryquezaPublicado por BBC Brasil [via G1]

O Brasil é o décimo país com maior número de multimilionários, e São Paulo é a 17ª cidade que mais concentra “super-ricos” no mundo, apontou um estudo. O relatório da consultoria New World Wealth, da África do Sul, define como multimilionários indivíduos que possuem ativos de pelo menos US$ 10 milhões (R$ 22,8 milhões).

No Brasil, há 10.300 multimilionários, sendo que São Paulo reúne 4.400 deles. O Rio de Janeiro, com 2.200 multimilionários, aparece na 27ª posição mundial.

O ranking é liderado por Hong Kong (15.400 multimilionários), Nova York (14.300) e Londres (9.700).

Outras cidades de países emergentes, como Moscou (5ª), Cidade do México (10ª), Pequim (13ª), Xangai (19ª) e Mumbai (24ª), estão na lista de cidades com mais multimilionários.

Entre os países com maior número de multimilionários, Estados Unidos (183.500), China (26.600) e Alemanha (25.400) lideram.

No mundo, há 495 mil multimilionários, uma alta de 71% nos últimos 10 anos, disse a consultoria.

Neste mesmo período, o número de milionários cresceu 58%, chegando a 13 milhões em junho deste ano.

O estudo atribuiu o maior crescimento dos multimilionários a diversos fatores, como o rápido crescimento de países com alta concentração de pessoas com grandes fortunas neste período, como Rússia e Índia.

“Uma diferença cada vez maior entre as fortunas dos mais ricos e as dos ricos, um aumento da taxa de conversão de milionários em multimilionários e o forte crescimento econômico de países com um alto índice de multimilionário por milionário”, disse.

“Em termos de performance regional, a América do Sul de destaca, com crescimento de multimilionários de 265% nos últimos 10 anos”.

No ranking de milionários – aqueles que possuem riqueza de US$ 1 milhão ou mais -, Estados Unidos, Japão e o Reino Unido estão no topo. O Brasil está em 14º lugar.

Entre as cidades, a lista é liderada por Londres, Nova York e Tóquio. São Paulo ocupa a 21ª posição.

Leia Mais

20 fotos que vão te fazer enxergar o mundo de outra forma

publicado no Nomades Digitais

“Essa imagem é real?”, talvez seja a frase proferida por você após conferir este post. Nós sempre mostramos por aqui paisagens de tirar o fôlego, das mais surreais às mais estranhas do mundo. A mãe natureza tem o dom de nos presentear com lugares fantásticos que nem parecem de verdade.

Pensando em trazer as coisas belas da vida para o nosso cotidiano, o projeto “Daily Overview“, do site Digital Globescompartilha diariamente fotos de satélite, dando uma nova perspectiva e um novo olhar ao jeito que observamos o planeta. 

O especial é inspirado numa experiência chamada Overview Effect, descrito por Frank White, em 1987, como uma mudança cognitiva da perspectiva e visão de mundo vivida pelos astronautas assim que eles avistam o planeta Terra do espaço pela primeira vez. Como diria Platão, citado no site do Daily Overview, “o homem deve elevar-se acima da Terra, para o topo da atmosfera e além, pois só assim vai compreender o mundo em que vive.”

1. A cidade jardim Brondby, Brondby, Dinamarca

overview7

2. Desenvolvimento Agrário, Loxahatchee, Flórida, EUA

overview8

3Puente de Vallecas, Madri, Espanha

overview10

4. Boca Raton, Flórida, EUA

overview11

5. O desmatamento da Floresta Amazônica, a partir do Pará, Brasil

overview12

6. Ilhas artificiais em construção em Durrat Al Bahrain, Bahrain

overview13

7. Plasticultura/Estufas, Almeria, Espanha

overview14

8. Viticultura, Huelva, Espanha

overview15

9. Veneza, Itália

overview16

10. Recessão do Mar morto, Neve Zohar, Israel

overview-topo

11. Grande Muralha da China, norte da China

overview17

12. Central Park, Nova York, EUA

overview18

13. 309 – campo de Manutenção Aerospace e Grupo de Regeneração Tucson, Arizona, EUA

overview19

14. Aldeia Bourtange, no município de Vlagtwedde, na Holanda

overview20

15. Villa Epecuén, em Buenos Aires, Argentina

overview5

16. Redes de pesca em Quanzhou, China

overview

17. Estação Tolk (de energia), Texas, EUA

overview3

18. Produção de micro-algas, responsáveis pela coloração exótica da água, na Lagoa Hutt, Austrália

overview4

19. Desenvolvimento Agrário, Adis Abeba, Etiópia

overview9

20. The Eden Project, Cornwall, Inglaterra, Reino Unido

overview2

Você pode acompanhar as imagens através do TumblrFacebook e Instagram oficial do projeto.

Leia Mais

Bono ataca Apple por falta de apoio à sua ONG contra a AIDS: ‘Eles são como um culto religioso’

foto: Getty Images
foto: Getty Images

Publicado no Virgula

O clima ficou tenso na parceria entre Bono e a Apple nesta terça (24) na fala dele durante o Cannes Lions, em estival voltado para o mercado publicitário.

Bono estava em busca de marcas que pudessem vincular seu nome ao (Red), projeto liderado pelo vocalista do U2 que tem como objetivo uma próxima geração livre da AIDS. Procurando novos parceiros, ele aproveitou para alfinetar um antigo.

A Apple doou 75 milhões de dólares para a causa, mas Bono acusa a empresa de não querer vincular seus produtos à ONG de Bono. Durante a apresentação, ele apontou que os produtos lançados em parceria entre ambos camuflam a marca da (Red), dando destaque maior para a empresa.

Ele exibiu para o público um iPad oficial da (Red), mostrando que a marca estava apenas na parte interna do produto, ainda assim obscurecida pela marca da Apple. “Cadê a marca da (Red)?” ele perguntou para Jony Ive, design da Apple, presente no local. “Ninguém consegue ver aquilo. Isso é um pouco enlouquecedor. Esse é o jeito da Apple. Eles são como um culto religioso”.

Leia Mais