Arquivo da tag: música

Led Zeppelin: clássico é usado em campanha da Igreja Universal

LedZeppelin1973_Gruen

Publicado no Whiplash

O bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, aprontou mais uma em campanha publicitária para divulgar uma de suas maiores obras, em promoção ao Templo de Salomão.

Desta vez, ele usou trecho do clássico “Kashimir”, do LED ZEPPELIN, com um quê de canto gregoriano, para dar ênfase à construção do local de adoração e louvor, que pretende ser uma réplica do citado no Velho Testamento.

No vídeo institucional, o pastor diz: “Você tem que sacrificar tudo, tudo… para alcançar!”. Engajado, Edir Macedo parece não saber dos flertes do guitarrista JIMMY PAGE com o ocultismo outrora.

A canção, presente no sexto álbum de estúdio da banda, Physical Graffiti, lançado em 1974, seria chamada de “Driving to Kashimir” (Viajando para Kashimir, em tradução livre) e fala de um suposto viajante do espaço e do tempo, onde relata que um dia “tudo será revelado”.

Veja a campanha abaixo.

Ed Motta recomenda Vencedores por Cristo no Instagram

O cantor e compositor Ed Motta recomendou a audição de dois clássicos da música cristã brasileira. O artista usou seu perfil no Instagram para recomendar discos do grupo Vencedores por Cristo.

Essa é a segunda vez que ele faz boas referências à artistas cristãos brasileiros. Em 2011, elogiou João Alexandre e o grupo Elo, em sua conta do twitter. Ele também já convidou o cantor Leonardo Gonçalves para dividir o palco em algumas ocasiões. (fonte)

Veja:

Quer ser mais produtivo no trabalho? Ouça trilhas sonoras de games

A música dos games é feita para estimular jogadores a não desistir e a passar de nível – seriam elas perfeitas para estimular a produtividade?

(foto: Flickr/ Creative Commons)

(foto: Flickr/ Creative Commons)

Luciana Galastri, na Galileu

Enquanto estava na faculdade, o pesquisador Christofer Karltorp ouvia música clássica enquanto estudava. Como elas não tem letra, essas músicas não o distraiam enquanto o estimulavam a continuar os estudos. Mas assim que se formou e foi para o mercado do trabalho, ele começou a achar Bach e Mozart muito calmos. Como ele trabalha com tecnologia e precisa usar muitos códigos, ele precisava de algo que tivesse uma batida contínua.

Com isso em mente, ele tentou música eletrônica, mas o efeito ficou longe do esperado. Mas, eventualmente, ele encontrou algo que funcionava: trilhas sonoras de games. “Mesmo que você escute mais de uma vez, elas nunca ficam chatas e continuam a pulsar”, ele explicou. Suas primeiras trilhas foram as de StarCraft. Depois dela vieram Street Fighter e Final Fantasy.

Ele percebeu que a música dos videogames é especialmente criada para estimular a persistência. Seu objetivo original, afinal, é deixar os jogadores estimulados e ajudá-los a passar para os próximos níveis, o que pode ser uma boa metáfora para a nossa rotina de trabalho. “E a música fica lá, ao fundo. Ela não é muito intrusiva e não enjoa”.

Karltorp até percebeu quais músicas servem melhor para cada momento. Por exemplo, a trilha sonora de Street Fighter II serve para quando ele tem muitos e-mails pra responder.

De acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Consumer Research, sons ambientes aumentam a criatividade – e a música de games funciona perfeitamente como um som ambiente mais estimulador. Nós testamos e aprovamos (enquanto escrevo essa nota, estou ouvindo a trilha sonora de Legend of Mana, um RPG incrível da Square – mesma produtora da série Final Fantasy).

Mas onde achar essas trilhas sonoras?
Além do Youtube, que possui várias playlists (mas que são constantemente interrompidas por anúncios, o que pode comprometer o clima das músicas), indicamos os seguintes serviços:

Rainwave - funciona como uma rádio online, que transmite trilhas sonoras de videogames por streaming o tempo todo. Não é possível escolher se você quer ouvir uma música ou outra, mas a seleção é boa. Enquanto testamos, ouvimos músicas de Mario, Sonic e Mega Man.

OC Remix - possui arranjos das trilhas feitas por fãs. Não é apenas um serviço de áudio, também funciona como uma comunidade por apaixonados por músicas de videogames.

8tracks - na busca por termos, é fácil encontrar e combinar as opções “games” e “work” (trabalho) ou “study” (estudo) que geram playlists feitas por outros usuários. É possível favoritar as suas playlists preferidas e até separá-las em pastas como “criatividade”, “trabalho”, “vamos bater as metas”, etc. Recomendamos, de coração, a Chrono Collection (com trilhas de Chrono Cross) e a This will be our final fantasy (com trilhas de – você adivinhou – Final Fantasy).

 

Britânica acorda de coma ao ouvir canção que marcou seu casamento

Maria Neal acordou de coma com canção de seu casamento

Maria Neal acordou de coma com canção de seu casamento

Publicado no UOL

Uma britânica acordou do coma após ouvir a canção que dançou na noite de seu casamento –e que é o conhecido tema do filme ‘Ghost: Do Outro Lado da Vida’.

Em março deste ano, Maria Neal, de Chark, no condado de Kent, no sudeste da Inglaterra, sofreu um forte derrame.

Ela foi desenganada pelos médicos, mas surpreendeu a todos ao despertar depois de ouvir ‘Unchained Melody’, do dueto americano Righteous Brothers, que havia embalado a sua noite de casamento há 21 anos.

Enquanto Maria estava hospitalizada, seu marido, Steve, colocava a música para tocar todos os dias.

Em entrevista à BBC, a mulher disse que a ideia foi “brilhante”, uma vez que “nada mais podia ser feito”.

“Eu não estava mais respondendo. Essa música realmente me toca profundamente, porque é muito bonita”, disse Maria.

“A alegria que tínhamos ao ver qualquer movimento era indescritível. Mas quando obtive a primeira resposta dela, ao balançar a cabeça quando lhe perguntei o que era aquilo (a música), foi absolutamente fantástico”, afirmou Steve.

A filha do casal, Kyrstie, que também ficou todo o tempo ao lado do leito da mãe, descreveu a emoção que sentiu ao vê-la acordar do sono profundo.

“Minha mãe chorou quando eu coloquei a música para tocar, o que partiu o coração. Mas ao vê-la reagir, eu fiquei muito feliz”, disse a jovem.

“É ótimo estar em casa com a minha família e meu marido depois de ficar tanto tempo fora. Eles são o meu porto seguro”, afirmou Maria.