Arquivo da tag: natureza

A natureza da culpa

padrao_fifaMarina Silva

Recebo notícias preocupantes do Acre, onde a enchente dos rios já obriga muitas famílias a buscar abrigos públicos. Mais grave está em Rondônia: o rio Madeira espalha-se nas cidades e áreas rurais, cobrindo até um trecho da estrada federal e impedindo o transporte de pessoas e mercadorias.

No Sudeste, em São Paulo, o problema é mais complexo: se chove, a enchente traz destruição e ameaça vidas; se não chove, pode faltar água e eletricidade, com os reservatórios das usinas muito baixos.

Mas o mais preocupante é o despreparo de nosso país em lidar com situações que se repetem todos os anos –ainda mais com o agravamento dos eventos climáticos extremos, anunciados há bastante tempo. Uma enchente súbita pode ser um fenômeno natural, mas os prejuízos repetidos denunciam o descaso e a falta de planejamento.

O que vem depois da “criminalização” da natureza? A judicialização é impossível, pois não há como processar a chuva nem a seca. E a acusação de ser contra o progresso, de pessimismo ou até de ecoterrorismo pesa sobre todos os que tentam alertar para o desastre antes que ele aconteça.

Circulam na internet fotos impressionantes de enchentes em conjuntos habitacionais construídos há pouco tempo e ainda não ocupados. É um absurdo o desperdício dos recursos públicos que escorrem, literalmente, por água abaixo. Mas ai de quem ouse comparar esse descaso com o luxo do “padrão Fifa” exigido para a Copa. O governo parece querer restringir o debate ao desempenho da seleção ou, talvez, à escalação do time.

E, nas eleições, vamos debater qual partido tem o escândalo mais condenável? Se descuidarmos, até o grave problema da corrupção poderá desviar-se para a disputa política superficial, a troca de acusações, sem a busca sincera e eficaz de superação e mudança.

Já passa da hora de acordar. A crise não está batendo à porta, já entrou em casa. A evidência da crise ambiental conseguirá mudar a avidez pelo lucro imediato ou pela popularidade fácil das obras apressadas? Veremos que a crise de valores, base da desconexão com a natureza, é a mesma que nos empurra para o abismo da corrupção? Resta a esperança de que a indignação de amplas parcelas do povo seja a energia necessária para mudar o rumo dos acontecimentos.

O sonho não morreu. Nesta semana vi, na favela do Vidigal, uma comunidade mobilizada para limpar e embelezar o lugar, criar espaços de cultura e lazer por sua própria iniciativa. Em toda parte, há projetos e debates sobre energia, água, transporte, segurança e outros temas estratégicos. Só falta juntar as duas pontas: a ação das pessoas e a prospecção de novos rumos.

Para o bem de todos, espero que esse encontro aconteça logo.

fonte: Folha de S.Paulo

12 incríveis esculturas feitas com itens da natureza

Eme Viegas no Hypeness

Uma forma de arte inspiradora, que ajuda a melhorar a nossa relação com o ambiente que nos rodeia e aumenta nossa compreensão do mundo natural. A Amber Lotus Publishing lançou um calendário pra 2014, com curadoria de Aleta Florentin, que junta num só espaço algumas das mais sensacionais obras de arte feitas com ambientes ou itens da natureza.

Sejam artistas pegando materiais naturais, como pedras ou galhos, para os transformar em algo novo, seja uma paisagem reimaginada através da introdução de elementos inesperados, o objetivo é sempre o mesmo: integrar arte e natureza e fazer o espectador refletir.

Veja o que pode encontrar no calendário 2014 de Arte Ambiental:

1. Linguagem Ancestral

EnvironmentalArt1Andrew Rogers, Deserto do Atacama, Chile, 2004

2. Árvore Solitária, Pessoas Solitárias, Árvore do Abraço

EnvironmentalArt2Agnieszka Gradzik e Wiktor Szostalo, Poznan, Polônia, 2008

3. CDSea

EnvironmentalArt3Bruce Munro, Near Kilmington, Inglaterra, 2010

4. Vidas de grama

EnvironmentalArt4Mathilde Roussel, Brooklyn, Nova York, 2010

5. Desenhos de neve

EnvironmentalArt5Sonja Hinrichsen, Rabbit Ears Pass, Colorado, 2012

6. Depois do caos

EnvironmentalArt6Bob Verschueren, Malga Costa, Itália, 2010

7. Escute…

EnvironmentalArt7Olga Ziemska, Oronsko, Polônia, 2003

8. Equilíbrio

EnvironmentalArt8Michael Grab, Cattolica, Itália, 2012

9. Art-Eggcident

EnvironmentalArt9Henk Hofstra, Wilhelmina Square, Leeuwarden, Holanda, 2008

10. Minhoca de areia Continue lendo

Admirar a natureza faz as pessoas acreditarem em Deus?

IMG_4031-600x899

Publicado no Hype Science

Observar belas paisagens naturais como o Grand Canyon, nos Estados Unidos, ou ver uma aurora boreal, pode aumentar as chances das pessoas acreditarem em Deus e no sobrenatural, de acordo com um novo estudo.

O cientista psicológico Piercarlo Valdesolo, da Universidade Claremont McKenna, desenvolveu uma pesquisa a partir das filmagens de Planet Earth (“Planeta Terra”), um documentário produzido pela BBC sobre a natureza.  

De acordo com Valdesolo, as pessoas que assistiram trechos com as imagens inspiradoras do vídeo mostraram maior disposição em relatar o aumento da fé em Deus.

“A ironia disso tudo é que contemplar coisas que sabemos que são formadas por causas naturais, como as extensões das impressionantes crateras do vale do Grand Canyon, nos leva a explicá-las como um produto de causas sobrenaturais”, conta Valdesolo.

Uma descoberta interessante do estudo foi como os ateus reagiram às cenas: com desconforto. Os pesquisadores acreditam que essa reação pode ser o que leva algumas pessoas a procurar explicações para o desconhecido através de meios científicos.

Conheça 9 lugares do mundo que podem sumir do mapa

Publicado no Tag-It

lugares_sumir_mapa1

 

Sabe aquele livro 100 lugares para conhecer antes de morrer? Esta lista é ainda mais impactante! Estes nove lugares que citamos abaixo podem, efetivamente, deixar de existir e, pasmem, tem dois lugares no Brasil! Feita a partir de um relatório da ONU, a lista apresenta uma dezena de destinos turísticos que podem sumir do mapa nos próximos 100 anos. Olha só:

1 – ILHAS MALDIVAS: Localizado no Oceano Índico, a sudoeste da Índia, o arquipélago com mais de mil ilhas de areias brancas e águas cristalinas sofre com o aumento do nível do mar, o que pode levar ao seu total desaparecimento em 100 anos. No país já foi até criada uma espécie de poupança nacional para financiar o êxodo da população local.

2 – TEMPLO PHAJODING: Construído sobre as montanhas no Butão, a 3.650 metros de altura, este centenário templo que serve de refúgio para monges sofre com o crescimento desproporcional do turismo no país. Com isso, as estruturas do local estão ficando comprometidas.

3 – TUVALU: Este pequeno arquipélago com 9 ilhas situado isolado no Pacífico pode desaparecer devido ao mesmo problema das Ilhas Maldivas: as águas no oceano, em constante aumento, estão engolindo as belas praias da região.

4 – KILIMANJARO: Um dos locais mais afetados pela degradação ambiental. A montanha que fica na Tanzânia é a maior da África, com mais de 6 mil metros, e ficou conhecida ao longo dos anos por ter uma neve “eterna” no seu topo. O aquecimento global “derreteu” este legado. Segundo cientistas e especialistas em impacto ambiental, acredita-se que em dez anos a montanha já não terá mais gelo algum.

lugares_sumir_mapa2

5 – GALÁPAGOS: Conhecida por ser o local onde, há 150 anos, Charles Darwin criou a Teoria da Evolução, o belo arquipélago do Equador, riquíssimo em variedades de espécies de animais e plantas, corre grandes riscos de ver toda sua grandeza de vida animal desaparecer devido ao turismo em massa e o crescimento populacional nas 58 ilhas.

6 – VENEZA: A bela e tradicional cidade italiana está afundando nas águas do mar, isto é fato. Em 100 anos, 20 centímetros foram para debaixo d’água, comprometendo e desgastando as estruturas das casas e edifícios locais. Uma das esperanças para salvar a cidade é um ambicioso projeto de comportas previsto para 2014.

7 – GRANDE BARREIRA DE CORAIS DA AUSTRÁLIA: É o maior organismo vivo do planeta, com mais de 2 mil quilômetros de recifes, ilhas e atóis, e que pode ser visto até do espaço. Localizado no mar da Austrália, este santuário rico em vida marinha sofre com a constante elevação da temperatura da água do mar e a poluição.

8 – RECIFE: O Brasil também tem lugares que podem desaparecer, e a capital pernambucana é uma delas. Segundo a ONG Co + Life, a cidade está em 18º lugar numa lista de 100 lugares que podem sumir. Recife recebe cerca de 3 milhões de turistas todos os anos, é a sexta região metropolitana mais populosa do país e sua localização geográfica junto ao Atlântico e na foz dos rios Capibaribe e Beberibe podem dar fim a uma das mais belas cidades brasileiras.

9 – FLORESTA AMAZÔNICA: Simplesmente a maior floresta tropical do mundo, e um dos lugares na Terra ainda não totalmente explorado pelo homem. O desmatamento é o maior inimigo deste lugar, que abriga uma gigantesca e rica fauna e flora.

Impressionante, não é? Qual destes lugares você não abre mão de conhecer antes que venha a desaparecer?