Criado site para ‘cristãos praticarem swing’

swing

Fernando Moreira, no Page not Found

Um novo site de paquera chamado CHRISTIANSwingers está deixando a comunidade religiosa de cabelo em pé: ele foi criado para aproximar casais cristãos interessados em swing!

De acordo com a diretriz do site, o CHRISTIANSwingers foi desenvolvido para “satisfazer as necessidades daqueles que são como você: devotados casais cristãos que ainda querem ter uma vida sexual ativa e compartilhá-la com outros casais de boa fé”.

E acrescenta:

“Para os swingueiros cristãos as coisas não são fáceis – geralmente, outras pessoas religiosas os julgam, com ignorância e inveja, dizendo que o estilo de vida e essa prática de amor estão errados. Mas a Bíblia nos ensina: não julgue para não ser julgado. E há aquele versículo que fala sobre a primeira pedra”.

O site oferece perfis de casais cristãos, como Paul e Betty, na foto acima.

Em entrevista ao “Christian Post”, Louise Nielsen, conselheira cristã e especialista em saúde mental, afirmou que a prática do swing “não é bíblica, é pecaminosa e perigosa”.

No Facebook, a desaprovação também foi grande.

dica da Rina Noronha

Leia Mais

Mulheres julgam homens pelos calçados que usam, diz pesquisa

sneakers

Guilherme Cury, no MPH

Já falamos por aqui sobre a importância de cuidar da “parte de baixo” do look, lembra?

Segundo uma pesquisa realizada pela marca de calçados masculinos Allen Edmonds, as mulheres julgam o sexo oposto pelo sapato duas vezes mais do que eles. As informações são do jornal Huffington Post.

O levantamento ouviu a opinião de 1 mil americanos de ambos os sexos e constatou que 64% das mulheres analisam o senso de moda deles com base em seus sapatos; 52% julgam a personalidade, 36% avaliam a posição financeira e 54% analisam a atenção a detalhes (ou falta dela).

Lembre-se: Um look inteiro bacana pode ser estragado com uma má escolha nos pés.

Fonte: Terra.

dica da Rina Noronha

Leia Mais

Comercial não-autorizado mostra Crocs tentando ser sexy

M. Medina, na Exame

São Paulo – A Crocs tem se esforçado para se livrar da má-fama de calçado feio, como já mostramos aqui. Esconder o tradicional clog no fundo da loja e divulgar novos sapatos são algumas das estratégias da empresa.

Para fazer piada da tentativa de reposicionar a marca entre os consumidores, a agência londrina Compulsory criou um comercial falso em que a empresa se arrisca a fazer o que parece (quase) impossível: ser sexy.

O vídeo busca provar que até mesmo um clog verde-limão pode ser sensual pelo simples fato de ser facilmente retirado dos pés na hora H, um diferencial em relação a alguns calçados da concorrência.

Em comunicado oficial, a Crocs esclarece que o vídeo não foi produzido pela marca e que a sua exibição não foi autorizada. “O conteúdo não reflete os valores da Crocs, uma marca global de estilo de vida”, afirmou a empresa.

dica da Rina Noronha

Leia Mais

Chef paulistano lança hóstia gourmet para visita do papa

Comer hóstia não-consagrada com chocolate amargo e doce de leite não é pecado, diz teólogo; nutricionista discorda

 Ghóstia: duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite (Foto: Redação Vejasaopaulo.com )

Ghóstia: duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite
(Foto: Redação Vejasaopaulo.com)

Publicado originalmente na Veja SP

Duas hóstias recheadas com chocolate amargo e doce de leite. Por fim, banha-se tudo em mais chocolate. Falando assim, parece um pecado, mas o chef confenteiro Lucas Corazza pensou em outro nome para criação.

“Eu chamo de ghóstia, que é a hóstia com ‘gê’”, diz, emendando a explicação: “o ‘gê’ é de gourmet”.

De olho na visita do papa Francisco ao país, que começa na próxima segunda (22), o chef paulistano mostra no vídeo acima como é o preparo do seu doce de hóstia.

O elemento católico da receita, neste caso, não tem nada de sagrado.

As hóstias precisam ser consagradas para terem a simbologia religiosa e se tornarem “pão sagrado”, conforme explica o teólogo Valdex da Silva.

“Não tem nada que o diferencie de outros pães”, diz Silva, sobre o biscoito feito de água e farinha de trigo.

A nutricionista Carol Morais, do site Fale com a Nutricionista, vê a questão sob outro ângulo.

“Na verdade, a única coisa legal nesse docinho é o chocolate amargo, que é antioxidante”, afirma. Segundo ela, comer uma ghóstia “de vez em quando” é válido, “mas todo excesso é pecaminoso”.

Para quem não tem medo de ir para o inferno calórico, Corazza vende por encomenda suas receitas com bolachinhas empregadas na comunhão –cada uma sai por R$ 3,50. As encomendas podem ser feitas pela página do chef no Facebook.

Quem estiver interessado em criar sua própria receita com hóstias deve procurá-las em lojas de artigos religiosos ou confeitarias.

dica da Rina Noronha

Leia Mais