Arquivo da tag: NYC

Mulher é criticada na web por usar roupa da filha de 4 anos

Os seguidores de Bethenny Frankel acreditam que a atitude pode passar uma mensagem errada sobre a imagem corporal

publicado no Terra

A americana Bethenny Frankel, de 43 anos, ex-estrela do reality show The Real Housewives of New York City, causou polêmica com uma foto publicada no Instagram no último domingo (13). Ela foi acusada por seus seguidores de passar uma mensagem errada sobre a imagem corporal ao vestir pijamas da filha de 4 anos. Os dados são do jornal Daily Mail.

Bethenny escreveu na legenda da foto: “acha que já estamos prontas para começar a compartilhar roupas?”. Entre as respostas que recebeu estavam “isso faz mal ao meu estômago! #comaalgo”, “realmente não acho que esteja mandando a sua filha uma boa mensagem. Ela provavelmente pensa ‘minha mãe é muito mais velha que eu e cabe nas minhas roupas, então eu devo ser muito grande para minha idade’” e “ela precisa desenvolver uma autoimagem saudável, porque ela pode não ter todos os seus genes… E pode não ser óbvio para você, mas vai parecer que está competindo com ela”.

Na segunda-feira (14), Bethenny se defendeu no Twitter, alegando que estava apenas brincando e tentando agradar a filha. Vale lembrar que a celebridade, que escreveu o livro Naturally Thin (em tradução livre, Naturalmente Magra), admitiu ter problemas com a alimentação no passado. Em 2010, Bethenny disse à revista Redbook que costumava ficar bêbada e atacar as guloseimas e que “depois fazia um suco rápido ou passava fome, e fazia tudo de novo”.

Homem mais velho do mundo morre aos 111 anos em Nova York

Alexander Imich morreu no domingo (8); o posto passa agora a Sakari Momoi, Japão, que nasceu no dia 5 de fevereiro de 1903

publicado no Último Segundo

O homem mais velho do mundo morreu em Nova York aos 111 anos, de acordo com a casa de repouso onde ele vivia.

Alexander Imich, que nasceu na Polônia em 1903 e sobreviveu a um campo de trabalhos forçados no Gulag soviético, morreu no domingo (8), disse Marcy Levitt, diretora-executiva da Esplanade Manhattan.

Imich emigrou para os Estados Unidos na década de 1950 e era um estudioso do ocultismo. Ele editou uma antologia chamada “Contos Incríveis do Paranormal”, em 1995, com a idade de 92.

Ele completou 111 anos em fevereiro e em abril passou a ser o homem mais velho, de acordo com o Grupo de Pesquisa de Gerontologia da Califórnia. O posto passa agora a Sakari Momoi, do Japão, nascido em 5 de fevereiro de 1903, um dia depois de Imich, de acordo com o grupo de pesquisas.

Dezenas de mulheres eram mais velhas do que Imich, de acordo com o grupo, e a mais velha delas, Misao Okawa do Japão, tem 116 anos.

Imich creditava sua longa vida a bons genes. “Mas a vida que você leva é tão ou mais importante para a longevidade”, disse ele à Reuters no mês passado em uma entrevista em seu apartamento no Upper West Side de Manhattan.

Homem pede na Justiça dos EUA indenização de US$ 2 undecilhões

Fernando Moreira, no Page not found

Um morador de Manhattan, em Nova York (EUA), está pedindo na Justiça indenização de 2 undecilhões (um 2 seguido de 36 zeros) de dólares em processo que ele move contra a Prefeitura de Nova York, NYC Transit (o Departamento de Trânsito da Big Apple), a loja Au Bon Pain, dois hospitais locais, a rede de supermercados Kmart e o dono de um cão.

Anton Purisima, de 62 anos, está se representando em um tribunal federal de Manhattan. Ele acusa os réus acima listados de violações de direitos civis e tentativa de assassinato. A maior parte das acusações é vaga. Algumas outras, entretanto, são claras. Em uma delas, Anton diz que foi mordido por um cão “raivoso” em um ônibus de Nova York. Ele também cita um “casal chinês” que teria tirado foto dele, sem autorização, quando estava sendo tratado em um hospital da cidade, segundo reportagem do “NY Post”.

No processo de 22 páginas, Anton diz que “o sofrimento e os danos sofridos não têm preço”. Ele anexou uma foto de um dedo da mão ferido.

Depois de posar em NY, Nana Gouvêa fará ensaio sensual em Auschwitz

publicado impagavelmente no Sensacionalista

A modelo Nana Gouvêa inova mais uma vez. Depois de posar em frente a destroços do Furacão Sandy, ela já prepara um novo ensaio sensual, dessa vez em Auschwitz. A assessoria da modelo divulgou um release informando que “Nana traz para o Brasil o conceito do Sensual Tragedy, no qual modelos pousam (sic) em lugares onde aconteceram grandes tragédias da humanidade. Para isso, nada melhor do que ir até Auschwitz”.

De acordo com o texto, o “estilo” celebra a alegria de viver. “O Sensual Tragedy mostra que viver é bom. E a sensualidade faz parte da vida”. A modelo seguirá em seguida para Chenobyl, lugar do acidente atômico que fez com que crianças nascessem sem cérebro. A assessoria esclarece que Nana não nasceu lá.

dica do Sidnei Carvalho de Souza

Nana Gouvêa: fotos da subcelebridade em desastres históricos fazem sucesso nas redes sociais

Nana Gouvêa mostrou os danos causados pelo furacão Sandy em NY (Arquivo pessoal)

Definitivamente, na internet não há limites, principalmente quando o assunto são os memes. Ontem a pseudocelebridade Nana Gouvêa divulgou fotos dos desastres em Nova York, dizendo que “adora hurricanes – furacões”.

Nana deixou o apartamento onde mora com o produtor musical Carlos Keyes, em NY, para fotografar os danos que o furacão Sandy causou na cidade americana. Árvores derrubadas, carros destruídos e ruas vazias. O curioso não é o desastre propriamente dito, mas, sim, a falta de noção as poses e os lugares inusitados que a atriz moça escolheu para as fotos.

Nana Gouvêa em NY (Arquivo Pessoal)

O resultado não poderia ser outro: os internautas aproveitaram as poses micadas de Nana e, bingo, surge um novo meme: “Nana Gouvêa em Desastres”.

As fotos – montagens, é claro – mostram a Sebastiana (nome verdadeiro dela) em vários desastres históricos do mundo. Até um tumblr foi criado em ~homenagem~ a ela: nanagouveaemdesastres.tumblr.com/.

Confiram algumas imagens:

Guerra do Vietnã (1972)

Tsunami, Japão (2011)

Bomba Atômica, Hiroshima (1945)

Rebaixamento do Corinthians, Porto Alegre (2007)

Campo de concentração, Auschwitz (1943)

Titanic, Newfoundland (1912)