Assim surgiu a brincadeira da Girafa

imagem: Reprodução/DesktopNexus
imagem: Reprodução/DesktopNexus

David Castillo, no Facebook

Diabo: Precisamos pensar em uma nova estratégia para dominar a mente das pessoas.

Sub-Diabo: Hum… deixa eu ver se descubro algo novo no Google.

Diabo: Tá… mas antes deixa eu ver meu face.

Sub Diabo: Isso chefe, o Face!

Diabo: Que tem o Face? Deixei o meu aberto?

Sub Diabo: Não chefe, o que eu quero dizer é que a gente tem q usar o Face pra conquistar a galera.

Diabo: Interessante, fale-me mais sobre isso!

Sub Diabo: Vamos criar uma charadinha com uma mensagem subliminar no meio, aí quem não acertar a gente domina a mente e faz ele fazer coisas imbecis…

Diabo: Ae… curti, pode entrar no meu face pra gente começar.

Sub Diabo: Vou entrar… opa, já tava logado… mas pera aí, esse é o perfil do Rafinha Bastos.

Diabo: Droga, esqueci de sair do meu fake… sai e entra de novo!

Sub Diabo: Beleza chefe, oq a gente faz agora?

Diabo: Antes de mais nada deixa eu cutucar o Feliciano… adorooo.

Sub Diabo: Boa.

Diabo: Bom, escreve ai uma historinha que se passa às 3 da manhã.

Sub Diabo: Mas chefe… assim o senhor está revelando o horário ultra-secreto em que os portais do inferno são abertos para nossos enviados espalhar a impureza sobre as vidas e…

Diabo: Heim?

Sub Diabo: Tá… depois não diga que eu avisei?

Diabo: Escreve aí que às 3 da manhã chega alguém pra tomar café na sua casa…

Sub Diabo: Até parece… a essa hora eu só abro a porta se for meus pais.

Diabo: Boa, escreve aí que quem chega são seus pais!

Sub Diabo: Meus pais?

Diabo: Não sua besta… os pais de quem ta lendo!

Sub Diabo: Ah tá…

Diabo: Diz aí que você tem algumas coisas pra oferecer.

Sub Diabo: Sei como é… charuto, farofa, galinha preta, pinga barata…

Diabo: Nãããoo… assim fica na cara, tem q colocar coisas inocentes tipo mel, geléia, pão, queijo…

Sub Diabo: Vinho?

Diabo: Tá… pode deixar o vinho vai!

Sub Diabo: Legal, e qual vai ser a charada?

Diabo: O que você abre primeiro?

Sub Diabo: O vinho, claro!

Diabo: Ahh… se ferrou trouxa, claro que a resposta certa é o olho!

Sub Diabo: Por que o olho?

Diabo: Porque? São 3 horas da manhã, você ta dormindo palhaço!

Sub Diabo: Tá… se eu tiver dormindo as 3 da manhã quem é que vai abrir o portal místico do inferno?

Diabo: Ah é!

Sub Diabo: Mas beleza, acho que a galera que não cuida do portal do inferno deve ta dormindo a essa hora, então pode ser essa a resposta certa!

Diabo: Legal… quem errar a pergunta vai ter que pagar uma prenda, tem que ser algo bobo, quase infantil, mas que traga uma legalidade nossa sobre a vida espiritual dessa pessoa.

Sub Diabo: E se a pessoa tiver que trocar sua foto de perfil?

Diabo: Pra que?

Sub Diabo: Pra mostrar ao mundo que aquela pessoa é nossa!

Diabo: Tipo marca da besta?

Sub Diabo: É… podia colocar uma foto de um animal bem besta mesmo!

Diabo: Macaco… eu acho macaco muito engraçado.

Sub Diabo: Não, macaco pode gerar piadas racistas, preconceituosas.

Diabo: Pô, meu fake ia curtir!

Sub Diabo: Elefante?

Diabo: Pô, legal… mas vai que a pessoa é gorda, olha o constrangimento que pode gerar.

Sub Diabo: Verdade… precisamos pensar em algo diferente, enxergar mais acima.

Diabo: Enxergar mais acima? Girafa! Esse é o bicho!

Sub Diabo: Boa chefe!

Diabo: Alem disso a girafa é um dos animais símbolos da sexualidade e que mais fazem uso do sexo com um parceiro do mesmo sexo…

Sub Diabo: Pô chefe, vc fica um saco quando assiste Discovery.

Diabo: Beleza… publica aí que ficou bom, publica aí…

Sub Diabo: Tá lá… já to vendo uma galera trocando a foto pra girafa.

Diabo: Finalmente vamos dominar o mundo!

Sub Diabo: Mas chefe, e se alguém descobrir nosso plano?

Diabo: Fácil, é só a gente trocar o avatar pra uma girafinha Tb!

Leia Mais

Usuários de Crocs, uma questão sociológica

Estudo relaciona características de usuários de Crocs ao redor do mundo e conclusão é impressionante

Uso de Crocs: um alívio e uma salvação para pessoas sem estilo...
Uso de Crocs: um alívio e uma salvação para pessoas sem estilo…

Patrícia Romano, no RG

Lembro com clareza da primeira vez que vi um par de Crocs. Foi antipatia à primeira vista. Passei muitos anos me indignando cada vez que via alguém usando a tal pantufa pós-moderna. Muito drástica, dramática, raivosa, minha relação com os Crocs? Afinal de contas é só um sapato feio? Muito feio? Não, não é. A questão é social e mundial. Duvida?

A Universidade de Columbia, em Nova York, vocês sabem, é uma das mais importantes do mundo; administra o Prêmio Pulitzer e já formou três presidentes americanos. Pois bem. Para corroborar com minha aversão, divulgaram o resultado de uma pesquisa feita por um de seus mestres, o professor de sociologia Talmond Rabinowitz, que analisou cerca de 800  “usuários” de Crocs – eles são milhares no mundo, nas idades mais variadas. Muitos começam cedo, ainda bebês.

Segundo a pesquisa, as mais populares justificativas para o  uso dos calçados são o conforto, a facilidade de limpar e o louvável fato de que Crocs não dão chulé. Elementos, veja,  absolutamente infantis. Sendo assim, ok, acredito ser  coerente liberar o uso de Crocs para crianças, até a idade máxima de oito anos. Eles podem enfeitar seus calçadinhos com sapinhos, mini Mickeys e florezinhas. Fofo. Mas cabe aos pais impor os limites e dizer para seus filhos a hora de parar.

Acompanhemos a linha de raciocínio do Dr. Rabinowitz. Ele concluiu que o surgimento do Crocs foi um alívio e uma salvação para pessoas sem estilo, que consideravam um sofrimento escolher entre tantos modelos diferentes nas lojas de sapatos. A chegada do Crocs também uniu os sem estilo em uma comunidade. Uma confraria triste de usuários, cujo diagnóstico é de enternecer: são pessoas que sofrem de falta de entusiasmo, depressão, não têm ambição nem imaginação e geralmente nada de interessante para dizer. É o que diz a pesquisa, que conseguiu até traçar um perfil das mulheres usuárias de Crocs. O mais interessante é que elas têm profundo desprezo e desdém por mulheres fashionistas. Devo dizer que é recíproco, queridas usuárias.

Para terminar o estudo sociológico sobre os usuários de Crocs, Doutor é categórico, dramático e definitivo: “Pessoas que usam Crocs desistiram de suas vidas”.

Por um mundo com menos usuários.

Leia Mais

A Bíblia é livro para criança

leitura-a-pares1

Ariovaldo Ramos

“Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente. Este te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar… Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz… E isto vos servirá de sinal: encontrareis uma criança envolta em faixas e deitada em manjedoura… E disse (Jesus): Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.” Gn 3.15; Is 9.6; Lc 2.12; Mt 18.3

Criança! Está no centro da Bíblia!

No jardim a Trindade nos prometeu a Criança!

O antigo testamento conta com o Deus formou e conduziu um povo que a Criança, nascendo de mulher, pelo poder do Altíssimo, fosse trazida para a história, a fim de abençoar a humanidade.

O novo testamento conta como a Trindade formou e conduz o povo que leva a Criança a toda a humanidade para abençoar a nossa história, fazendo-a terminar em salvação.

E a Criança, que cresceu em graça e sabedoria, diante de Deus e dos homens, portanto, sem perder a “criancitude”, disse que quem quiser viver sob o reinado dos céus tem de se tornar criança.

Criança é a fase do ser humano onde o Pai é tudo, sabe de tudo, e pode tudo!

Criança confia no Pai, e não tem medo da vida, porque o Pai pode tudo!

Criança usa a sabedoria do Pai, e não tem medo do desconhecido, porque o Pai sabe tudo, de tudo!

Criança usa o discernimento do Pai, e sempre sabe o que é certo e o que é errado, porque o Pai discerne tudo!

Criança desfruta do sustento do Pai, e não tem medo do infortúnio, porque o Pai tem tudo.

Criança ama o Pai com tudo!

Criança obedece o Pai em tudo!

Criança depende do Pai em tudo e para tudo!

Criança descansa no Pai!

Criança, nos braços do Pai, está salva; é segura; se gosta, porque se sente amada; e é feliz!

O Deus Filho se fez criança para que todo o ser humano criança se deixe fazer.

O FIlho se fez criança para nos mostrar o Pai! O Pai que é tudo e, tudo, a nós, em nós, e, para nós, quer, e graças ao Filho, o pode ser.

A Igreja é a parte da humanidade que, por meio do Filho, foi adotada pelo Pai, e habitada pelo Espírito; recuperando, assim, a “criancitude”.

A Igreja é a parte da humanidade que sabe, que ser adulto é ser criança que cresceu em graça e sabedoria, diante de Deus e dos homens.

A Igreja proclama: O Pai nos mandou o Filho, o Filho nos leva de novo ao Pai e o Espírito nos faz nascer de novo, e faz, de nós, filhos, nos faz crianças de novo, crianças como todo ser humano deveria ser.

A Igreja convida: vem ser criança com a gente!

A Bíblia é o livro, cujo centro é a Criança! A Bíblia é o livro da Criança, para que crianças voltemos a ser… E para sempre. A Bíblia é livro para criança!

fonte: Facebook

Leia Mais

Mulher mata namorado com os próprios peitos

Americana teria discutido diversas vezes com o companheiro antes do crime

Donna estaria bêbada e teria pressionado os seios contra o rosto do namorado, que morreu em seguida. Imagem ilustrativa
Donna estaria bêbada e teria pressionado os seios contra o rosto do namorado, que morreu em seguida. Imagem ilustrativa

publicado no R7

Aos 51 anos de idade e pesando 85 quilos, a norte-americana Donna Lange deverá ficar muitos anos na prisão sob a acusação de ter sufocado o namorado até a morte. De acordo com o jornal britânico The Sun, a arma utilizada no crime foi o par de peitos fartos que a suposta assassina possui.

Pouco antes do crime, os vizinhos do casal haviam escutado pelo menos duas discussões entre a dupla. Em um dos casos presenciados, Donna empurrou o namorado e, quando ele caiu no chão, ela subiu em cima dele pressionando os seios contra o rosto da vítima.

A polícia disse que Donna estava com um homem e duas outras mulheres na cena do crime, e que todos estavam muito embriagados.

De acordo com as autoridades, testemunhas afirmaram que o homem pode ter morrido de ataque cardíaco, enquanto outro vizinho afirmou que “ela o sufocou até a morte”.

Apesar da ação da polícia e dos paramédicos, quando estes chegaram ao local do crime em Everett, nos EUA, não foi possível salvar a vida do homem de 51 anos. Ele foi declarado morto em seguida no Centro Médico Sueco de Washington.

 

Leia Mais

Inglesa com câncer terminal se cura após gastar todas as economias em viagem de despedida

1
Lisa com segura o cachorro da família na foto com seu marido e filhas Foto: Reprodução / site “Daily Mail”

Publicado por Extra

Uma inglesa considerada doente terminal devido a um câncer no pulmão se curou após gastar todas as suas economias para criar memórias com a família, de acordo com o site “Daily Mail”.

Lisa Russel, de 37 anos, já havia planejado o seu funeral e até mesmo escrito cartas se despedindo de suas filhas Chloe e Geórgia. Ela e o seu marido, Anthony, decidiram então dar para as meninas o melhor ano da vida delas. Eles então pegaram sua poupança e gastaram em viagens.

Lisa queria deixar memórias boas para as filhas Chloe e Geórgia Foto: Reprodução / Site "Daily Mail"
Lisa queria deixar memórias boas para as filhas Chloe e Geórgia Foto: Reprodução / Site “Daily Mail”

— Eu era muito nova quando perdi minha mãe. Foi horrível imaginar que elas pudessem crescer sem mim. Poder dizer a elas que eu não ia a ligar nenhum foi o melhor momento da minha vida — contou.

Lisa lembra que fumava dez cigarros por dia e começou a tossir muito. Em 2009, ela resolveu visitar um médico e foi diagnosticada com câncer de pulmão.

Antes e depois: Lisa quando precisou raspar o cabelo para o tratamento de quimioterapia Foto: Reprodução / Site "Daily Mail"
Antes e depois: Lisa quando precisou raspar o cabelo para o tratamento de quimioterapia Foto: Reprodução / Site “Daily Mail”

Na época, os médicos disseram que seu câncer não tinha como operar, mas que o tratamento com quimioterapia lhe daria mais 18 meses de vida com a família:

— Eu não queria que a história se repetisse, então eu prometi criar tantas memórias maravilhosas para minhas filhas quanto fosse possível.

Lisa e Anthony organizaram até um casamento. Foto: Reprodução / Site "Daily Mail"
Lisa e Anthony organizaram até um casamento. Foto: Reprodução / Site “Daily Mail”

Ela gastou mais de R$ 65.000,00 em viagens para Lanzarote, Bulgária e Turquia, além de organizar um casamento com o marido para que as filhas assistissem.

— Era impossível esquecer o câncer, mas ver as meninas se jogar no mar e brincar na praia foi fantástico — lembrou.

A família durante uma das viagens Foto: Reprodução / Site "Daily Mail"
A família durante uma das viagens Foto: Reprodução / Site “Daily Mail”

Na volta para casa depois da viagem, já haviam passado os 18 meses de vida estipulados pelos médicos. Lisa continuou fazendo check-ups a cada três meses, sem mudar a perspectiva.

Lisa brinca com as filhas em uma das viagens Foto: Reprodução / SIte "Daily Mail"
Lisa brinca com as filhas em uma das viagens Foto: Reprodução / SIte “Daily Mail”

De repente, em abril de 2012, tudo mudou. Três anos após o diagnóstico original, ela fez mais uma biópsia de rotina e recebeu a notícia que o tumor tinha encolhido tanto que os médicos não conseguiam mais encontrá-lo.

— Eu não podia acreditar. Comecei a rir. Me sinto tão sortuda.

Leia Mais