Conteúdo marcado como passado

15 coisas que vão fazer você se sentir velho neste novo ano

15 coisas que vão fazer você se sentir velho neste novo ano
publicado no BuzzFeed 1. Faz 15 anos que estreou “Laços de Família”. 2. Ou seja: a cena em que a Camila raspa a cabeça em câmera lenta, ao som de “Love by Grace”, já está debutando. 3. E faz 15 anos que acompanhamos cada reviravolta desse drama em capas de revistas como esta: 4. Há 15 anos você viu essa tela pela primeira vez 5. E faz 15 anos que […]

Bobas, sonhadoras, essenciais

Bobas, sonhadoras, essenciais
Por que o romantismo desvairado das mulheres faz o mundo rodar sobre seu eixo Ivan Martins, na Época As mulheres são bobas. Sonham demais, põem a carroça na frente dos bois, se apaixonam com um sonho de valsa. São elas mesmas que dizem. Basta um chope na calçada para imaginarem cenas de casamento. Um beijo na boca e já pensam como seria ter uma filha com aqueles lábios. Diante da […]

A arte de esquecer

A arte de esquecer
Pôr os sentimentos de lado é permitir que a vida prossiga Ivan Martins, na Época O livro mais triste que conheço sobre o amor se chama O legado de Eszter, do húngaro Sándor Márai. Quando o li, tive a sensação de que minha vida, como a da personagem, seria destruída pela esperança de um romance irrecuperável. Eszter espera pela visita do grande amor do passado, que a salvará de uma […]

‘Chega de PT’, ou ‘Mais PT’, esta será a escolha que o eleitorado fará

'Chega de PT', ou 'Mais PT', esta será a escolha que o eleitorado fará
No segundo turno, um plebiscito Elio Gaspari, na Folha de S.Paulo A doutora Dilma vai para o segundo turno sem uma plataforma clara. Em junho, durante a convenção do PT, ela anunciou um “Plano de Transformação Nacional” no qual, além de generalidades, prometeu uma reforma dos entraves burocráticos e um projeto de universalização do acesso à banda larga. Como? Não explicou. No seu lugar entraram autolouvações e manobras satanizadoras contra […]

Renascer como fênix

Renascer como fênix
Ricardo Gondim Os vivos albergam três inimigos que podem surpreender nas madrugadas insones: fracasso, impotência e culpa. Quem lida mal com as próprias inadequações sofre horrores. A percepção da fraqueza existencial, faca de dois gumes, tanto ajuda como destrói. Quem reluta contra sua condição frágil arquejará, invariavelmente, sob o peso de seus erros. Exigências sociais também podem deixar qualquer um como peixe fora d’água, arfando. Não há fadiga mais debilitante do […]