Arquivo da tag: pastor

Naldo se converte e pode seguir carreira gospel

O cantor recebeu oração do pastor Job Roberto em Minas Gerais e pode dar uma guinada em sua carreira musical

nal11Publicado originalmente na Caras

O cantor Naldo pode deixar de lado a carreira no funk e se dedicar à música gospel em breve.

Por orientação do cantor Thalles Roberto, o marido de Ellen Cardoso passou alguns dias em Passos, no interior de Minas Gerais, nesta última semana e recebeu uma oração especial do pastor Job Roberto da Silva.

Naldo Benny recebendo de Deus em Passos-MG, terrinha do profeta simples e humilde Pastor Job, um homem que tenho o orgulho de ter como PAI. Isso não pode faltar no processo da volta! Eu passei por isso. A mãozada do pastor Job Roberto da Silva na cachola! Homem íntegro e sério com as coisas de Deus! Naldo, conta comigo no processo de volta! Sem Jesus, sem os 3, a vida não tem graça! Te amo negão! Sejam cheios do Espírito Santo“, escreveu Thalles na legenda do vídeo que mostra o momento exato da conversão do funkeiro.

No vídeo, é possível ver o pastor dizendo: “Deus mudará tudo. E você vai ser um cantor de Jesus. Ele está falando a você, que ainda não tá entendendo. Meu filho, chegou a hora, volta. Eu te quero pra mim“. Naldo aparenta estar muito emocionado e chorando. O cantor também já aparece vestindo a camiseta do ministério de Thalles.

Naldo Benny aqui na minha casa para dias de comunhão e oração! Mudança de vida, Aleluia! Nada é melhor pro Pai do que sentir o cheiro do filho voltando! Deus está fazendo coisas maravilhosas na vida desse homem! Naldo, te amo meu irmão, te amo demais, conta comigo no processo, TE AMO! Deus tem promessas poderosas e tamo junto“, disse o cantor gospel em uma foto que aparece segurando as mãos da Naldo.

naldo-e-thallesNaldo, por sua vez, agradeceu o encontro e as orações ao lado do amigo em Minas Gerais. “Thalles Roberto, maravilhoso estar com você, meu irmão, coisas boas que só Deus faz! É ‘nox’ aqui na casa do meu brother em Passos M-G. Que coisa boa negão viver essas experiências, com sua vivência na vida de Deus e com Deus, cada vez ficando mais forte, obrigado pelo seu abraço com fogo do Espírito Santo, e me acolher como irmão. Deus nos abençoe negão”, escreveu o funkeiro em sua conta no Instagram.

Recentemente, Naldo estava a caminho de um show no Rio de Janeiro e disse que o Espírito Santo o encaminhou para o show de Thalles na cidade. No mesmo dia, confirmou-se a gravidez da mulher, Ellen Cardoso. O cantor deu um emocionante depoimento na internet:

O dia havia sido estranho para mim. Ao acordar à noite para ir fazer meu show que seria na Barra da Tijuca, ao passar em frente ao Barra Music no meu carro, senti um mover diferente. Era o ESPÍRITO SANTO, que me fez dar a volta no caminho e, dentro de mim, dizia bem forte: ‘Se for de Deus, vai dar tudo certo’. Entrei no show do meu amigo, talentoso, homem de Deus Thalles Roberto. Foi incrível, e eu com o tempo apertado por conta do meu show. Mas vinha toda hora na cabeça, ‘fique tranquilo, eu estou no comando’. E para quem sabe, isso é Deus falando e ponto final. Contei isso para o povo de Deus, no palco com o Thalles ouvindo tudo. O povo gritando ‘Volta pra Jesus’, e aos gritos, cantando o refrão de ‘Arde Outra Vez’. Não tenho dúvidas, quem me fez fazer o retorno, e ir ao palco cantar ‘Clareia’ com Thalles foi o ESPÍRITO SANTO DE DEUS. Galera, não se assuste com novidades. É chegado o tempo do mestre na minha vida. Quem está comigo é o Deus de Israel, O SENHOR DOS SENHORES. Ae Negão, TE AMO MUITO, Thalles Roberto. Vai preparando o groove, que o papai está no comando. Tamo junto negão. DEUS NOS ABENÇOE. Vou ser papai de novo. Entrego esse novo momento nas mãos do meu mestre, filho é benção. E Deus é Fiel. Vamo NO FLOWW, cheios do ESPÍRITO SANTO“, escreveu.

O funkeiro também se mostrou feliz com a reaproximação do filho, Pablo, após diversos desabafos públicos do jovem pelas redes sociais.

Pastor do reality show ‘Snake Salvation’ morre após ser picado por cobra nos EUA

O pastor Jamie Coots em um de seus cultos com cobras, explorados no reality show "Snake Salvation" (foto: Reprodução)

O pastor Jamie Coots em um de seus cultos com cobras, explorados no reality show “Snake Salvation” (foto: Reprodução)

Publicado na Folha de S.Paulo

O pastor Jamie Coots, que estrelava o reality show “Snake Salvation”, morreu na noite de sábado (15) em sua casa na cidade de Middlesboro, no Estado americano de Kentucky.

De acordo com o site da “Hollywood Reporter”, ele foi picado na mão por uma das cobras que costumava usar em seus rituais religiosos.

O incidente ocorreu durante um culto na tarde de sábado e o pastor se recusou a ser atendido pelo serviço de emergência médica, segundo o “The Lexington Herald-Leader”.

O jornal local afirma ainda que ele já havia sido picado diversas outras vezes, sem maiores consequências.

Coots ficou famoso no ano passado após a estreia do reality show “Snake Salvation” no canal National Geographic.

No programa, eram exploradas as práticas religiosas esdrúxulas do pastor pentecostal, que incluíam o uso de serpentes nos cultos.

Em comunicado, a National Geographic lamentou a morte do pastor.

“Acompanhando o pastor Coots para a série ‘Snake Salvation’, éramos constantemente surpreendidos por suas convicções religiosas apesar dos perigos à saúde e legal que ele enfrentava”, diz o texto. “Esses riscos sempre valeram à pena para ele e seus seguidores como meio de demonstrar sua fé inabalável.”

“Ficamos honrados em ser autorizados a ter esse acesso único ao pastor e sua a congregação durante as gravações e de pôr em contexto seu método de trabalho. Nossos pensamentos estão com sua família nesse período difícil.”

dica da Karen Souza

STJ mantém prisão preventiva de Pr. Marcos Pereira

pastor

 

Publicado no STJ

Em decisão unânime, a Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a prisão preventiva de um pastor acusado de estuprar uma seguidora nas dependências da igreja da Assembleia de Deus dos Últimos Dias. Ele está preso desde o dia 8 de maio no presídio do complexo de Gericinó, em Bangu, no Rio de Janeiro.

A defesa do pastor entrou no STJ com recurso ordinário em habeas corpus, com pedido de liminar, contra acórdão da Oitava Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que já havia negado pedido semelhante.

No pedido, a defesa sustentou que o pastor é vítima de constrangimento ilegal, que a denúncia é atípica e que ele não agiu mediante violência real.

Destacou, ainda, que a suposta vítima não foi submetida a exame de corpo de delito e que a acusação está baseada apenas em seu depoimento, que carece de segurança, coerência e firmeza para apontar a ocorrência de violência real inerente ao crime de estupro.

Assim, requereu o trancamento da ação penal ou a revogação de sua prisão preventiva. A Turma negou os dois pedidos.

Medida excepcional

Em seu voto, o relator do recurso, ministro Jorge Mussi, ressaltou que o trancamento de inquérito policial ou ação penal por meio de habeas corpus é medida excepcional, só admitida diante da atipicidade da conduta, da ocorrência de causa extintiva da punibilidade ou, ainda, da ausência de indícios de autoria ou de materialidade do delito.

Sobre a ausência do exame de corpo de delito, Jorge Mussi reiterou que a perícia só é essencial para comprovar a materialidade delitiva quando o crime deixa vestígios, admitindo-se a prova testemunhal quando estes não estiverem mais presentes, conforme o artigo 167 do Código de Processo Penal: “Não sendo possível o exame de corpo de delito, por haverem desaparecido os vestígios, a prova testemunhal poderá suprir-lhe a falta.”

Segundo o relator, o fato de a acusação estar lastreada no depoimento prestado pela ofendida não caracteriza ilegalidade, pois os crimes contra a dignidade sexual geralmente são praticados de forma clandestina, sem a presença de testemunhas e, muitas vezes, sem deixar vestígios – motivos pelos quais a palavra da vítima possui especial relevância.

Além disso, acrescentou em seu voto, constam nos autos depoimentos de outras mulheres que teriam sido sexualmente violentadas pelo réu, em condições semelhantes.

Garantia da ordem

Para Jorge Mussi, a prisão cautelar do pastor se encontra devidamente justificada nos autos e é necessária para a garantia da ordem pública e da instrução criminal, já que, no decorrer das investigações, surgiram notícias de que ele estaria envolvido em outros delitos graves.

“Como vem orientando a jurisprudência desta Corte Superior, a forma de execução – evidenciadora da gravidade concreta do delito cometido –, bem como a reprovabilidade da conduta do envolvido e a sua propensão à prática delitiva bem demonstram a periculosidade e a real possibilidade de que, em liberdade, volte a delinquir, o que afasta o alegado constrangimento ilegal”, consignou o relator em seu voto.

O ministro afirmou que a prisão provisória é necessária também para a tutela da instrução criminal, uma vez que as instâncias de origem destacaram que o réu estaria ameaçando várias testemunhas que depuseram sobre os fatos atribuídos a ele.

O número deste processo não é divulgado em razão de segredo judicial. 

Deputado vai entrar na justiça contra a Globo por exibir beijo gay

pastor

Publicado no O Povo

O deputado estadual da Bahia, Pastor Isidório (PSC), vai entrar na Justiça contra a TV Globo por ter exibido a cena do beijo gay no último capítulo da novela Amor à Vida, na noite da última sexta-feira, 31. Isidório, segundo publicação em sua página pessoal no Facebook, reuniu sua assessoria jurídica para entrar com ação na Justiça visando “reparação e o respeito à família tradicional”.

“O que a TV Globo tem veiculado é atentado violento ao pudor”, declarou o pastor. Durante a manhã desta terça-feira, 4, o parlamentar deu entrada na Assembleia Legislativa em uma moção de repúdio contra o que classifica como “ataques” da emissora à família.

“Venho demonstrar, em nome das Famílias Cristãs do nosso Estado e de nossa Nação, meu repúdio às cenas que estimulam, de maneira acintosa, a violência, e buscam destruir conceitos éticos, morais e religiosos das famílias brasileiras e da sociedade”, assegurou o deputado.

Amor à Vida, de Walcyr Carrasco, foi a primeira novela da Rede Globo a exibir uma cena com beijo entre pessoas do mesmo sexo. No Brasil, a primeira cena de beijo entre homossexuais foi veiculada pelo SBT na novela Amor e Revolução assinada pelo novelista Tiago Santiago.

Pastor da Universal espanca cachorrinha

shitzuPublicado por Rautenberg Protetor

Acabo de sair da Delegacia do Meio Ambiente de Santo André, onde o suspeito (Pastor), foi intimado a depor hoje as 13h.
Infelizmente, nem o advogado da Igreja que impediu a entrega da cachorrinha Mel, nem o suspeito (Pastor) compareceram para prestar depoimento.

Na fotografia, vocês podem notar a cachorrinha Mel em meus braços. Esta foto foi tirada dentro da delegacia, na semana passada, quando a esposa do pastor, após ver as imagens das agressões, voluntariamente foi até a delegacia nos entregar a guarda da cachorrinha Mel. Enquanto a esposa do pastor assinava o documento de transferencia de posse do animal, o advogado da Igreja interferiu, proibindo a esposa de nos entregar a Mel e assinar qualquer documento. Sendo assim, a cachorrinha voltou para as mãos do Pastor Caíque.

Hoje, continuando as investigações, fui novamente até o prédio onde o pastor Caíque morava, e consegui mais duas testemunhas. Uma dizendo que por várias vezes deixou recados e foi pessoalmente até o apartamento para informar a esposa dos crimes que aconteciam no prédio, envolvendo maus-tratos com seu animal de estimação. E apesar de ter sido avisada, em nenhum momento a esposa procurou ajuda ou mais informações,

Também temos uma nova testemunha, que em conversa com a esposa do Pastor, foi informada pela própria que a cachorrinha estaria com dores nos rins.

Juntando os fatos, podemos concluir que as dores são decorrentes dos socos e chutes deferidos pelo pastor no animal. Onde a cachorrinha, precisa urgente ser internada em um Hospital Veterinário, pois corre risco de vida.

Sabemos que não podemos generalizar a ação de um indivíduo para o restante da Igreja, mas, foi graças ao advogado da Igreja que a cachorrinha voltou para as mãos desse monstro, sendo assim, temos TRÊS PESSOAS da Igreja envolvidas.

O meu apelo é para que a Igreja Universal do Reino de Deus interfira neste caso, puna os envolvidos, e nos entregue a guarda do animal para que receba os cuidados veterinários urgente!