Arraia surpreende ao ‘posar’ para foto com turistas nas Ilhas Cayman

Flagrante inusitado foi feito em Stingray City. Turistas são incentivados a alimentar arraias no local.

Grupo de turistas se assusta com arraia que saltou e ‘posou’ para foto, publicada pelo Gawker (Foto: Reprodução)

publicado no G1

Uma arraia surpreendeu um trio de turistas nas Ilhas Cayman ao se juntar ao grupo que posava para uma foto.

A imagem, segundo o site “Gawker”, foi feita em Stingray City, local do território britânico no Caribe onde os turistas são incentivados a alimentar as arraias levando saquinhos com lulas.

 

Leia Mais

Venda de ruas à Igreja Batista da Lagoinha é suspensa em Belo Horizonte

Tribunal de Justiça manda a Câmara de Belo Horizonte paralisar projeto de lei que permite construção de um templo evangélico em área pública na Região Nordeste

Trecho da rua Ipê com ruas Samuel Salles e Serra Negra, na Região Nordeste, que daria lugar a um novo templo da Igreja Batista da Lagoinha.

Alice Maciel, no Estado de Minas

A Câmara Municipal de Belo Horizonte terá de suspender a tramitação do Projeto de Lei 1802/2011, que prevê a venda de três ruas no Bairro São Cristóvão, na Região Nordeste, para dar lugar a um novo templo da Igreja Batista da Lagoinha, conforme determinação de decisão liminar do Tribunal de Justiça de Minas Gerais. A proposta foi aprovada em segundo turno em agosto, com 23 votos favoráveis. Além da venda do espaço público, estão em jogo duas casas localizadas na Rua Ipê que ficariam ilhadas com a construção do templo, conforme mostrou com exclusividade o Estado de Minas.

A decisão, publicada no dia 20, teve como base um mandado de segurança impetrado pelo vereador Iran Barbosa (PMDB), que diz haver vícios no projeto por não ter ficado claro no texto a presença de casas em uma das ruas a serem vendidas. A justificativa do texto diz que os trechos “estão totalmente inseridos no perímetro de área particular de propriedade da Igreja Batista da Lagoinha não sendo utilizados para nenhum fim”. A intenção seria  construir no trecho da Rua Ipê e nas ruas não implantadas Serra Negra e Samuel Salles Barbosa um novo templo, com capacidade para 30 mil pessoas.
O presidente da Câmara, vereador Léo Burguês (PSDB), disse não ter recebido ainda a notificação da Justiça, por isso, a proposta foi enviada nesta semana ao Executivo para veto ou sanção, mas agora terá de voltar ao Legislativo. “Não acredito que a matéria tenha vícios”, acrescentou o tucano. O autor da proposta, vereador João Oscar (PRP), que é membro da Igreja Batista da Lagoinha, afirmou que também não foi informado da decisão do Tribunal de Justiça. De acordo com ele, o projeto não propõe “a desapropriação de ninguém”. “É um projeto ‘autorizativo’ na permuta ou compra do terreno. Fica a cargo do Executivo se manifestar”, ressaltou.
O projeto de lei que beneficia os evangélicos estabelece o parcelamento do pagamento, com correção pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), e juros de 1% ao mês. A proposta de João Oscar também autoriza o município a receber como pagamento pelo terreno ocupado um imóvel de valor menor, desde que a diferença em relação ao preço da área vendida seja paga pelo comprador.


Confusão

O parlamentar que pediu a suspensão da tramitação da matéria deu voto favorável a aprovação dela em segundo turno. Iran disse que saiu do plenário quando estavam discutindo outra matéria e, quando voltou, não percebeu que já estavam votando do projeto de lei que prevê a venda das ruas, ressaltando que foi uma confusão.

“Você não pode vender rua onde moram pessoas. Não era isso que falava no projeto. Muitas pessoas votavam achando que era um pedaço de terreno baldio”, acrescentou. O parlamentar explicou que o Legislativo terá de apresentar defesa e, caberá à Justiça definir se suspende de vez a proposta.
Apesar de a Lei Orgânica da capital prever que cabe ao prefeito a administração dos bens municipais, tendo suas decisões apenas endossadas pelo Legislativo, um projeto parecido com o do vereador João Oscar já passou na Casa. De autoria do vereador Silvinho Rezende (PT) e de cinco colegas, o projeto que virou lei em 2011 doou um terreno da prefeitura para a Matriz de Santo Antônio, em Venda Nova. Na justificativa, Silvinho destaca que a instituição “apresenta um núcleo de formação cristã, humanística e de cidadania”.

dica do Thiago Ferreira de Morais

Leia Mais

Eike Batista anuncia sociedade com Cirque du Soleil

A IMX Arts irá explorar a marca e as vertentes de negócios do Cirque du Soleil, como eventos especiais e conteúdos criativos.

“O Cirque du Soleil é reconhecido pela beleza dos espetáculos, empreendedorismo e compromisso social”, diz Eike Batista

publicado no Brasil Econômico

A IMX, joint-venture do Grupo EBX com a IMG Worldwide, anunciou terça-feira (25/9), uma sociedade inédita com o Cirque du Soleil. A joint-venture marca a criação da IMX Arts.

A nova operação terá o Rio de Janeiro como sede e possibilita à IMX Arts explorar a marca e as vertentes de negócios do Cirque du Soleil, como eventos especiais e conteúdos criativos.

Com esse anúncio, o Brasil – ao lado da Rússia – passa a ser outro país onde o Cirque du Soleil mantém operações independentes.

“Temos muito em comum além do sol como símbolo”, brincou Eike Batista, CEO e chairman do Grupo EBX.

“O Cirque du Soleil é reconhecido pela beleza dos espetáculos, empreendedorismo e compromisso social. Também temos em comum a disciplina, a paixão e a vontade de inovar. Tenho orgulho dessa parceria, que trará excelência em entretenimento para o Brasil e para toda a América do Sul”, afirma Batista.

Daniel Lamarre, presidente e CEO do Cirque du Soleil aponta que está “muito orgulhoso de criar uma parceria na América do Sul baseada em uma visão de longo prazo. Os sulamericanos, além de nos receberem de braços abertos, nos adotaram”.

Leia Mais

Mulher abre barriga de grávida com lâmina para roubar bebê

Dayana Pires dos Santos foi presa após roubar o bebê (Foto: Divulgação)

Arnoldo Santos, no Terra

A Polícia Civil do Amazonas prendeu nesta terça-feira uma mulher acusada de ter aberto a barriga de uma grávida para tentar roubar o bebê em Manaus. O crime cometido pela empregada doméstica Dayana Pires dos Santos, 21 anos, causou espanto até entre os policiais que trabalharam no caso. Ela teria dominado Odete Pego Barreto, 22 anos, atingindo-a com uma tábua de cortar carne. Depois abriu a barriga de Odete, grávida de nove meses, usando uma lâmina de barbear, retirando o bebê, numa cesariana forçada.

O caso aconteceu na residência de Dayana, localizada no bairro Mauazinho, zona sul de Manaus. Segundo a polícia, a doméstica premeditou o crime. A mãe está internada em estado grave no Hospital João Lúcio, na zona leste da capital do Amazonas. Dayana foi presa ainda em flagrante e o bebê está internado no mesmo hospital, mas não corre risco de vida.

De acordo com informações da polícia, Dayana confessou que tentou tirar o filho da vítima à força porque “teve medo de perder o marido” depois que descobriu não estar grávida. Ela teria conhecido Odete ainda nas consultas de pré-natal realizadas em uma unidade de saúde localizada no bairro onde mora. “Ela disse que estava com mais de seis meses e que não tinha enxoval. Falei para ir até minha casa que eu daria o que tinha comprado”, disse Dayana durante seu depoimento à polícia. Ela explicou como fez a cesariana à força. “Eu bati na cabeça dela com uma tábua de cortar carne. Ela caiu e eu usei uma lâmina de barbear para fazer o parto”, confessou Dayana.

O marido de Dayana, José Lira de Oliveira, 32 anos, informou à polícia que acreditou na gravidez da esposa “porque ela apresentava uma barriga grande”. Odete foi encontrada por uma vizinha, que entrou na casa procurando roupas para levar à maternidade. A vítima estava nos fundos da casa coberta por papelão.

Leia Mais

8 coisas que você pode comprar, mas que não valem a pena

Veja com o que nós gastamos nosso dinheiro e o melhor jeito de economizar

Juliana Américo Lourenço, no InfoMoney

Gastar dinheiro com coisas inúteis é um mau hábito de todos que, somando todos os gastos no final do ano, acaba se tornando um grande desperdício. O site LearnVest listou 8 despesas desnecessárias que fazem diferença no seu bolso.

1- Taxa de saque: quando você vai sacar dinheiro no Banco 24 Horas é paga uma taxa, após os quatro primeiros saques do mês, que varia  de um banco para o outro, mas, em média, custa R$ 2,00. Este gasto pode ser evitado se  a pessoa retirar dinheiro no caixa do banco onde tem conta, ou sacar uma quantia que dure o mês todo. Para se ter uma ideia, ao realizar 8 saques em bancos 24 horas no mês, considerando os quatro saques sem tarifa, você gasta R$ 8,00. No final do ano serão R$ 96 economizados.

2- Roupas: cuidado na hora de comprar roupas, avalie se precisa de alguma peça e use a regra de “um dentro, um fora”. Ou seja, para cada par de sapatos que omprar, tire do armário um par antigo. Se evitar gastar R$ 50 por mês, a economia anual  será de R$ 600.

3- Bilhetes de loteria: muitas pessoas acreditam que ganhar na loteria é a única maneira de se tornar financeiramente seguro, contudo a chance de ganhar é de cerca de 50 milhões para 1. Comprar bilhetes de loteria é um exercício divertido de pensamento positivo, mas, segundo o site, a verdade é que pessoa está, essencialmente, jogando dinheiro fora. O valor mínimo de uma Mega-Sena, por exemplo, é de R$ 2,00 (6 números), se a pessoa jogar toda semana, nos dois sorteios existentes, em um mês são R$ 16, o que, ao longo do ano resultará em um gasto de R$ 192.

4- DVDs e CDs: caso você seja um fanático por filmes ou adore música, considere utilizar serviços como o Netflix ou o Hulu Plus, em vez de comprar um DVD ou CD. Enquanto o DVD tem custo em torno de R$ 35 (segundo informações do site Buscapé), o Netflix, por exemplo, custa R$ 15 por mês e permite assistir quantos filmes quiser. Assim, comprando um DVD por mês, por exemplo, o gasto será de R$ 300 por ano, adquirindo o serviço  este valor cai para R$ 180.

5- Almoço: em vez de almoçar todos os dias fora, que tal aproveitar para levar comida de casa ? Outra alternatvia é montar, se for possível, o almoço no escritório, basta levar a salada crua e cortar na hora do almoço. Caso o tempo esteja curto e seja necessário algo mais fácil, mesmo a compra de refeições pré-embaladas em supermercados será mais barata do que ir a um restaurante, visto que, neste último caso, uma refeição custa em média R$ 20, gerando despesa de R$ 400 por mês e um total de R$ 4.800 anuais.

6- Cinema: filmes 3D são muitas vezes uma forma de as empresas de cinema ganharem mais, já que a tecnologia permite cobrar mais pelo ingresso. Antes de ir ao cinema pergunte a si mesmo o que mais seria possível fazer com os R$ 4 a mais gastos em um filme 3D. Considerando que uma pessoa que vá ao cinema uma vez por mês e o preço do filme 2D a R$ 20, enquanto o do 3D é R$ 24; no final do ano serão R$ 240 (no 2D) e R$ 288 (no 3D).

7- Livros: assim como os DVDs e os CDs, a era digital permite que o texto seja adquirido por um valor mais baixo. Porém, se você faz parte do grupo que prefere ter um livro na mão em vez de um tablet, opte pelas edições de bolso. Além de compactas elas são mais baratas, o livro Dom Casmurro, de Machado de Assis, por exemplo, custa R$ 25,20, no entanto a sua versão em livro de bolso sai R$ 12,90 na Livraria Saraiva. Caso você compre um livro por mês, escolhendo o estilo pocket é possível economizar R$ 147,60 por ano.

8- Água: em vez de comprar uma garrafa de água por dia, que tal encher a garrafinha de plástico com água do filtro? Além de ajudar o meio ambiente, você diminui os gastos no orçamento. Um garrafa de água de 500 ml custa em torno de R$ 1,90, caso você compre uma por dia, no final do ano terá gasto R$ 693,50.

 

Leia Mais