Vídeo mostra queda de avião que matou Eduardo Campos

thumb-544-momento-da-queda-do-aviao-resized

publicado na INFO

A Rede Globo divulgou nesta quarta-feira (20) imagens inéditas do momento exato da queda do jatinho que matou o candidato à Presidência da República, Eduardo Campos. O acidente também causou a morte de mais seis pessoas no dia 13 de agosto, em Santos, no litoral de São Paulo.

A câmera que registrou o acidente é de um prédio em construção que fica a cerca de 500 metros do local do acidente, no bairro do Boqueirão. É possível ver que o jatinho caiu de bico em alta velocidade após passar por dois prédios (veja o vídeo).

O vídeo demorou a ser divulgado porque o horário do sistema de monitoramento da câmera estava errado. De acordo com o Jornal da Globo, havia um erro no horário do equipamento, que marcava 11h03 quando o jatinho caiu. No entanto, o acidente aconteceu por volta das 10h.

O vídeo é o primeiro que mostra o avião no momento da queda. As imagens devem ajudar nas investigações para descobrir as causas do acidente.

O acidente – O candidato Eduardo Campos e mais seis pessoas morreram com a queda do jatinho de modelo Cessna 560XL, com prefixo PR-AFA. Também estavam no avião os assessores Pedro Valadares, assessor direto; Carlos Augusto Leal Filho (Percol), assessor de imprensa; Marcelo Lyra, cinegrafista; e Alexandre Severo, fotógrafo oficial, além dos pilotos Marcos Martins e Geraldo da Cunha.

A aeronave havia partido do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Guarujá. O jatinho arremeteu antes do pouso por causa do mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com o jatinho.

A Força Aérea Brasileira (FAB) afirmou que a gravação da caixa-preta do jatinho não é do voo de Campos e sim de outro voo realizado dias antes. Atualmente, uma equipe de peritos está em Santos com o objetivo de apurar a causa do acidente.

99360-momento-da-queda-do-aviao

 

Leia Mais

Marcelo Paiva e Roger travam duelo sobre a ditadura militar

O escritor Marcelo Rubens Paiva durante mesa sobre a ditadura militar na Flip, no início do mês (foto: Danilo Verpa - 2.ago.2014/Folhapress)
O escritor Marcelo Rubens Paiva durante mesa sobre a ditadura militar na Flip, no início do mês (foto: Danilo Verpa – 2.ago.2014/Folhapress)

Juliana Gragnani, na Folha de S.Paulo

Na semana passada, o vocalista da banda Ultraje a Rigor, Roger Moreira, 57, apagou do Twitter mensagens (reproduzidas abaixo) em que atacava o jornalista e escritor Marcelo Rubens Paiva, 55. Mas isso não quer dizer que tenha se arrependido.

À Folha, o autor da canção “Inútil” admitiu ter sido “extremamente grosso”, mas reiterou suas declarações e disse que o jornalista “pode ter sofrido lavagem cerebral”. Paiva não quis comentar as declarações.

FLIP

O imbróglio começou durante a Flip, em 2/8, quando Paiva, em mesa sobre o golpe militar no Brasil, usou Roger como exemplo de alguém que desconhece aquele período histórico.

Como resposta, Roger escreveu as mensagens no Twitter, e as apagou em seguida.

Paiva causou comoção ao chorar quando falou do pai, o deputado Rubens Paiva, morto sob tortura na ditadura militar.

“Não sofri na ditadura porque não estava fazendo merda. A pessoa tem que saber quais são os riscos do que está fazendo”, afirma Roger. O cantor diz ter vivido “uma vida absolutamente normal” durante o período. “Era melhor do que essa ditadura disfarçada que vivemos hoje.”

Roger diz que a lavagem cerebral é “um processo de anos e anos” praticado por militantes da esquerda.

Para o cantor, é mais difícil “lavar o cérebro” de quem, como ele, pertence à Mensa, organização que reúne pessoas com QI alto. “Você pode ser uma peneira ou uma esponja. Nós somos peneiras.”

Questionado sobre se suas preferências políticas são de direita, afirmou que a repórter também estava “com o cérebro lavadinho”. Respondeu que votará em quem “tirar o PT do poder”, Aécio Neves (PSDB) ou Marina Silva (provável candidata do PSB).

INÚTIL

O humorista do “Porta dos Fundos” João Vicente de Castro, filho do jornalista Tarso de Castro, um dos fundadores do jornal “O Pasquim”, entrou na briga na sexta (15).

Ele escreveu uma mensagem no Instagram a Roger. “Quem estava fazendo merda era o seu pai, que criou um homem simplista, preconceituoso como você (…) Você é realmente inútil”, diz o texto.

Roger contra-atacou: “Uma pena que o filho de um escritor tão brilhante seja tão tapado. Resultado de anos de lavagem cerebral. Ele acha que o pai dele é um herói que lutou por mim. Uma mentira repetida tantas vezes”.

Atualmente, Roger toca no “talk show” do SBT “The Noite”, e também faz “comentários inteligentes” (segundo o site do programa) no quadro “O Homem do QI 200″.

Leia Mais

Simpático à maconha, Henry Sobel critica Templo de Salomão

Publicado por TV Folha

Entoando “Yesterday”, música dos Beatles sobre um passado em que os problemas pareciam tão distantes, Henry Sobel, 70.

O rabino americano, que mantém o sotaque após quatro décadas de Brasil, expõe algumas “dúvidas existenciais” na reportagem de Anna Virginia Ballousier.

Sobel ainda comenta passagens difíceis de sua trajetória e fala abertamente sobre direitos humanos na Israel bélica de hoje e no Brasil militar de ontem, maconha, gravatas e Edir Macedo.

O rabino se mudou para Miami há menos de um ano. Na prática, contudo, Henry Sobel mal saiu daqui. Celebra o casamento da filha única, Alisha, no dia 1º de novembro, e fica até o fim do ano para organizar a mudança “definitiva” –entre aspas porque ele já faz planos para o retorno.

 

Leia Mais

Deixa eu te falar uma coisa sobre os evangélicos…

Existem evangélicos que aceitam o casamento gay, evolução das espécies, vida extraterrestre, aborto, uso de drogas? Leia este texto e você vai se surpreender

fsm

Publicado por Marco Gomes

Eu sou evangélico desde os 8 anos de idade, me converti antes dos meus pais. Meus avós são evangélicos desde que nasci, mas houve um gap de gerações e meus pais não tinham religião até eu fazer 12 anos de idade. Se você quiser saber por que me converti, a história pode ser lida aqui.

Sendo orgulhosamente evangélico por escolha e iniciativa próprias há 20 anos, já sofri muitos preconceitos, quero tentar esclarecer aos não evangélicos alguns conceitos sobre os praticantes desta religião que é amplamente exposta na mídia mas, paradoxalmente, é desconhecida da maior parte dos brasileiros.

Não tratem com desprezo as escrituras, mas ponham à prova todas as coisas e fiquem com o que é bom. (Tessalonicenses 5:20-21)

Muitos evangélicos acreditam que a Terra foi criada há 6.500 anos, que Deus fez Adão usando barro e que Eva foi criada a partir de sua costela. Mas nem todos. Há evangélicos que lêem as escrituras como um registro (inspirado por Deus) do conhecimento e cultura de uma época, e neste caso específico da criação, como a síntese histórica de uma cultura oral criada antes mesmo da invenção da escrita. Para muitos evangélicos, os capítulos iniciais do Gênesis são uma explicação, para o homem de 4 mil anos atrás, de algo que ele não entenderia se exposto como entendemos hoje.

Os fatos da evolução das espécies existem, as múltiplas galáxias existem, os diferentes sóis e planetas existem, e muitos evangélicos aceitam isso perfeitamente bem. A criação e evolução da ciência nos últimos 500 anos não questionam a fé destes crentes, pelo contrário, reforçam sua crença em um Deus incrível e perfeito que gerou um ser humano com capacidade de entender o universo à sua volta.

Muitos evangélicos querem cuidar das genitálias dos gays, e querem que a “família” seja definida por 1 homem, 1 mulher e seus filhos. Mas nem todos. Há evangélicos que não querem se intrometer no uso que cada um faz de seu próprio corpo, e que se importam apenas em seguir as instruções que Jesus deixou de amar ao próximo independente de suas diferenças (ou precisamente por causa delas).

O interessante de ser um adolescente evangélico é que todos à sua volta querem cuidar de suas genitálias. Desde minha adolescência, muitas pessoas já propagavam o corretíssimo discurso de que os gays devem ter total controle sobre o próprio corpo, mas estas mesmas pessoas não deixam as genitálias dos evangélicos em paz. Acho curioso e patético ao mesmo tempo.

Muitos evangélicos querem introjetar seus dogmas e crenças na sociedade como um todo, tornando o Brasil “uma nação cujo Deus é o Senhor”, à revelia da preferência dos não-praticantes do cristianismo. Mas nem todos. Há evangélicos que defendem o estado laico, com separação total entre igreja e estado, e com liberdade de cultos e crenças independente de qual seja a sua escolha individual, dentro dos parâmetros democráticos de uma Constituição sólida e isenta.

Muitos evangélicos consideram qualquer outra manifestação cultural ou religiosa como algo demoníaco, em especial as religiões africanas, tão comuns no Brasil. Mas nem todos. Há evangélicos que valorizam e respeitam as culturas afro como uma preciosa e legítima manifestação cultural e importante componente da sociedade brasileira.

Muitos evangélicos crêem que a vida começa na fecundação, e que a vida do embrião é tão importante quanto da mãe que o carrega (ou mais importante). Mas nem todos. Há evangélicos que priorizam a vida e a vontade da mulher sobre o desenvolvimento do embrião, e que preferem preservar a liberdade da pessoa adulta de tomar decisões em relação ao seu corpo.

Há também os evangélicos que preferem não julgar religiosamente o gay, a mulher que abortou, o usuário de entorpecentes. Há os evangélicos que enxergam na história e nos ensinamentos de Jesus o caminho para aceitar e amar a pessoa independente do que ela fez ou faz.

Há evangélicos que não perdem tempo em discutir religiosamente a sexualidade, o aborto, as drogas; estes evangélicos estão mais preocupados em aceitar a pessoa com dúvidas sobre sua sexualidade, a mulher que abortou, o dependente de drogas.

Se vocês quiserem construir uma sociedade que apedreja pecadores, nós vamos nos apedrejar uns aos outros. O último apedreja a si mesmo e morre. Não se constrói uma sociedade que discute pecado e penaliza pecado. (Pr. Ed René Kivitz)

Nós evangélicos não somos um corpo homogêneo. Diferente da Igreja Católica, na religião evangélica não há um líder central nem uma carta unificada de regras e dogmas. O pastor fundamentalista não é a totalidade dos evangélicos. A celebridade polêmica da TV não é a totalidade dos evangélicos. O jogador de futebol que escolheu esperar não é a totalidade dos evangélicos. E a bancada evangélica no Congresso, meus amigos, graças a Deus, não é a totalidade dos evangélicos.

Leia Mais

Conheça a verdade sobre vidente que previu a morte de Campos

Homem teria previsto a morte do presidenciável Eduardo Campos em 2005 e teria registrado em cartório o documento naquele ano

Carta-Jucelino-da-Luz

Lucas Agrela, na Exame

Um vidente teria previsto a morte do presidenciável Eduardo Campos em 2005 e teria registrado em cartório o documento no ano de 2005.

Um dia após o acidente aéreo que tirou a vida de Campos, uma imagem começou a circular pelas redes sociais com a previsão, creditada a Jucelino da Luz (que se diz o clarividente de maior credibilidade do Brasil e do mundo), que tinha os seguintes dizeres:

“Venho mui respeitosamente, pedir que me escute porque teremos um acidente da TAM em São Paulo JJ 3054 e esse é um sinal que sua vida estará em risco e uma sabotagem vai derrubar seu avião em Santos com avião labace 2012, em 13/08/2014. Deverá ter muito cuidado, pois será candidato a presidente em 2014. Seu avião será sabotado e poderá ter outro acidente da TAM EM 26/11/2014. Espero estar errado.

Jucelino Nóbrega 15/06/2005. ”

Ao compararmos a data da carta com a trajetória de Eduardo Campos, nota-se uma incongruência: até 20 de junho de 2005, Campos ainda era Ministro de Ciência e Tecnologia durante o primeiro mandato do governo Lula.

Apenas em 2006 o político se candidatou ao governo de Pernambuco e venceu no segundo turno. Além disso, o mencionado labace não é uma marca de avião, mas sim a maior feira de aviação geral da América Latina e a 2ª maior do mundo — que, vale notar, teve início no mesmo dia do acidente de Campos, 13 de agosto.

Outro caso em que Jucelino da Luz teria previsto algo foi em 2007. Segundo ele, uma previsão sua de 2004 alertava a então prefeita de São Paulo Marta Suplicy sobre um acidente nas obras do metrô.

No dia 12 de janeiro, às 15h, uma cratera de 80 metros de diâmetro se abriu no local onde seria a estação Pinheiros da linha amarela. Entretanto, o documento com a previsão foi registrado somente no dia 22 janeiro de 2007.

Em seu site oficial, o vidente exibe diversas reportagens mostrando suas previsões acertadas, mas também diversos erros. Contudo, como bem aponta o e-farsas, a previsão é falsa.

dica do Gerson Caceres Martins

Leia Mais