Assim é a picada de uma água-viva em slow motion microscópico

1

publicado no Giz Modo

Se você já foi picado por uma água-viva, sabe como isso é incrivelmente doloroso. Os tentáculos deste cnidário estão cobertos de células explosivas, que agem como pequenas seringas hipodérmicas cheias de veneno. E no vídeo abaixo, você pode ver como isso funciona em câmera lenta microscópica.

As células, chamadas cnidoblastos, disparam uma estrutura carregada com toxinas, chamada de nematocisto. É mais ou menos como disparar um dardo envenenado, ou espetar uma agulha hipodérmica na pele:

2

Outras células nos tentáculos da água-viva sentem que uma presa está por perto ao detectar seu movimento, ou ao notar a presença de certas substâncias químicas. Isso causa um efeito cascata que obriga os cnidoblastos a absorver tanta água que eles liberam o veneno.

Você pode ver isso em mais detalhes no vídeo abaixo, do canal Smarter Every Day do YouTube. Nele, Destin conta com uma câmera de alta velocidade, um microscópio e um pesquisador da James Cook University, na Austrália, para mostrar como acontecem as picadas de medusas.

Leia Mais

Restaurante norte-americano lança pulseira de frango

publicado no Extra

A rede de restaurantes norte-americana KFC apresentou, na última semana, uma novidade em seu menu: uma pulseira de frango. O acessório, na verdade, é um corsage, uma pulseira feita com flores verdadeiras que, por tradição, nos Estados Unidos, é dada pelo acompanhante para a menina na noite de formatura. A versão mais suculenta custa US$ 20, cerca R$ 50.

O acessório de frango custa US$ 20, cerca de R$ 50

Lançado em parceria com uma florista de Kentucky (estado de origem da rede especializada em frango frito), vem com um ramo de flores brancas e um voucher de US$ 5 para gastar no KFC. Apesar de parece brincadeira de 1º de abril, o acessório está à venda pela internet, apenas nos Estados Unidos.

A menina devora a pulseira de frango, no vídeo promocional

Nas redes sociais, muita gente adorou a ideia e resolver brincar com a novidade. Um casal chegou a posar com a pulseira no Twitter. O KFC ainda lançou um vídeo em que simula o ritual de entrega do corsage e a emoção da presenteada. Mas, na hora de trocar um beijo… Nhac!

Um casal posou com um corsage de frango

Leia Mais

Bebê que segura dedo de médico ao nascer vira sensação na web

Foto foi tirada pelo pai da criança, chamada Nevaeh. Mãe descreveu momento como ‘algo para se lembrar para sempre’.

publicado no Planeta Bizarro

Após a cirurgia de cesariana para o nascimento da filha, a americana Alicia Atkins, moradora de Phoenix, no estado do Arizona, publicou uma imagem que mostra a pequena Nevaeh apertando o dedo do médico, Allan Sawyer, assim que sua mão deixa o útero da mãe.

A fotografia, feita pelo marido de Alicia, se espalhou pela rede e, até o momento, possui mais de 1.700 compartilhamentos. “É algo para se lembrar para sempre”, definiu a mulher.

Momento que Nevaeh dedo do médico ao nascer foi registrado pelo marido de Alicia (Foto: Reprodução)
Momento que Nevaeh dedo do médico ao nascer foi registrado pelo marido de Alicia (Foto: Reprodução)

Leia Mais

Russo que leiloou virgindade está deprimido com resultado

A virgindade Alexander Stepanov foi arrematada por um paulista de 35 anos (Foto: Reprodução)

Liz Lacerda, no Terra

O russo Alexander Stepanov, que, assim como a jovem brasileira Catarina, vendeu sua virgindade em um leilão online, estaria deprimido porque a maior oferta atingiu apenas U$S 3 mil (R$ 6 mil) e sua primeira relação será com um homem. O autor do lance mais alto é um paulista de 35 anos. O sonho de Alex, como é conhecido, era que a primeira vez fosse com uma garota também virgem. “Cheguei a pensar que pudesse ser a Catarina, mas logo percebi que não seria assim”, declarou o jovem, que chegou a estudar espanhol para poder conversar com a brasileira, até descobrir que o idioma falado no País é o português.

Com 23 anos, Alex garante que não é homossexual, mas as regras do leilão não especificavam que o parceiro deveria ser do sexo oposto. O contrato também não esclarece de que forma o ato sexual aconteceria, se o jovem russo seria o participante ativo ou passivo da relação. A situação está provocando desentendimentos entre o virgem e a equipe de produção do documentário. “Não posso confiar nele”, disse Alex, criticando o diretor Justin Sisely, que ainda cogita transferir a vitória para o segundo maior lance (US$ 2,6 mil), oferecido por uma australiana que se identificou como Kasandra Darlinghurst.

O jovem está recebendo tratamento psicológico desde que foi o escolhido para participar do filme, produzido pela Thomas William Productions, há dois anos. Diagnosticado com depressão clínica, Alex sofria bullying na escola. Aos 16 anos, largou o colégio para cuidar da mãe doente. “Ninguém queria ser meu amigo ou namorada. Tive medo minha vida toda. Estou neste documentário para mostrar para as pessoas as dificuldades das relações humanas”, disse ele, que está em Sydney, e concedeu entrevista ao Terra por telefone.

Agora, diante do resultado do leilão, ainda é possível que o russo desista do projeto. “Ele está chateado porque recebeu apenas uma pequena fração do preço pago pela virgindade da Catarina, mas era algo que nós esperávamos. Nunca tivemos expectativa de que ele fosse ganhar nem perto do valor que ela vai receber”, explicou o diretor do documentário, que ainda fez uma análise do resultado. “É interessante comparar, do ponto de vista sociológico, o que a virgindade vale para uma mulher e o que vale para um homem.”

O diretor está recebendo centenas de mensagens de jovens se oferecendo para participar de um futuro leilão. “Eles perguntam quando vai ser a próxima fase, porque também querem se candidatar.” Se encontrar alguma emissora interessada no projeto, Sisely admite fazer uma série de episódios sobre o mesmo tema para a televisão.

 

Leia Mais