Asteroide com mais de 1 km está vindo em direção à Terra e astrônomos não sabem como desviá-lo

092-184484

 

publicado no Jornal Ciência

Os pesquisadores, que estudam a rocha, dizem que ela gira tão rápido que deveria ter se quebrado, mas por uma estranha razão permanece intacta em sua trajetória em direção ao planeta Terra.

Astrônomos acreditam que ela permaneça sólida por forças de coesão, conhecidas como Van der Waals. Embora isso seja um grande avanço na pesquisa sobre os asteroides, os cientistas admitiram que não sabem ainda como pará-lo ou desviá-lo.

A descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade do Tennessee. Pesquisas anteriores mostraram que asteroides são, na verdade, diversas “pilhas” de material rochoso soltos, porém unidos fortemente pela gravidade e pelo atrito. No entanto, a pesquisa da universidade mostrou que o asteroide denominado 1950 DA gira tão rápido que desafia essas forças.

092

Com 1.000 metros de diâmetro, ele gira rápido demais para seu tamanho. Esse ritmo deveria fazer a rocha se despedaçar, mas ela não demonstra nenhum sinal que isso irá ocorrer.

Com base nos dados que os cientistas conseguiram coletar, até o momento, a chance de impacto com a Terra é de 1 em 300, algo assustadoramente considerável, tornando-se uma chance real de colisão.

“Nós descobrimos que 1950 DA está girando mais rápido do que o limite de ruptura para sua densidade. Então, se apenas a gravidade estivesse segurando este monte de pedras em conjunto, como geralmente se supõe, elas voariam uma das outras. Portanto, forças de coesão devem estar segurando-as”, disse Joshua Emery, professor assistente no Departamento de Ciências da Terra e Planetária da universidade.

Na verdade, sua rotação é tão rápida que em seu equador ele tem a chamada ‘gravidade negativa’. Se um astronauta tentasse ficar em sua superfície, seria sumariamente arremessado para o espaço.

asteroid_animation

Algumas teorias acreditavam que os asteroides pudessem ter forças de coesão, mas até o momento isso não havia sido observado em nenhum. O estudo sobre 1950 DA foi publicado na revista Nature, despertando um interesse maciço dos cientistas em encontrar maneiras potenciais para defender a Terra.

O asteroide em questão poderá ser observado com mais detalhes a partir de 2032. Apesar do certo receio, existem vários aspectos que podem alterar sua trajetória: taxa de rotação, composição química, massa, interações gravitacionais com outros pequenos objetos cósmicos, etc.

 

092-2

Leia Mais

Campanha usa vilões famosos para incentivar doação de órgãos

vicover

publicado no Monster Box

Doação de órgãos não é um assunto que um dia achei que fosse ser mencionado aqui no meu blog, mas não é que eu estava enganado? Mesmo que indiretamente, hoje vim compartilhar com vocês uma série de trabalhos que aborda o assunto de forma inteligente e criativa. Uma série de trabalhos que abusam de uma sacada que tem tudo a ver aqui com o blog e com vocês que me acompanham.

Tudo isso é obra do diretor de arte brasileiro Felipe Franco. O cara criou uma série de pôsteres que apoiam a ideia de que podemos encontrar o bem dentro de todo mundo: até mesmo dentro de vilões. Com isso, Franco acabou criando uma das campanhas de incentivo a doação de órgãos mais legais que já vi nos últimos tempos.

Entitulada de “Something good” (“Algo de bom”, em inglês), a série traz imagens de vilões famosos como Darth Vader, Freddie Kruger e Adolf Hitler para ajudar a passar a mensagem de que todo mundo de algo de bom dentro de si que pode ser usado para ajudar o próximo, até mesmo vilões.

Espero que gostem, pois eu achei tudo muito incrível! Hahaha. Aí embaixo você vê alguns de meus favoritos e, para ver a série completa, vale a pena visitar o portfólio do artista. :)

Beijos e até a próxima!

 

vi01 vi02 vi03 vi04 vi05 vi06

Leia Mais

9 edições no Photoshop que falharam miseravelmente

Publicado no Techmundo

Usar um editor de imagens para retocar uma foto ou outra pode até ser uma boa ideia. Você pode deixar uma imagem mais clara ou ainda aplicar alguns efeitos bacanas e o resultado provavelmente vai agradar todo mundo. Entretanto, é preciso ficar atento a alguns detalhes que podem fazer toda a diferença.

A lista abaixo revela algumas imagens que foram publicadas no Facebook com alguns retoques, mas que infelizmente falharam miseravelmente em seu objetivo. Qual delas acabou resultando na pior edição possível? Escolha a sua preferida abaixo e boa diversão.

Cada um com seu fundo…

15181948101712

Ele ficou milionário! Só que não!

15182001174713

Barriga tanquinho na moleza

15182013841714

Cintura fina! Não, péra!

15182029551715

Tem algo errado no céu?

15182045041717

Esse braço é mesmo dele?

15182059113718

Essa porta esta torta?

15182111842719

Esta imagem, ela é real?

15182125680720

Tirando a “amiga” de cena

15182140812722

Leia Mais

Secret inspira marcas em posts de oportunidade

1SECRE

publicado no Adnews

O Secret segue sendo amado por uns e odiado por outros. O aplicativo que, basicamente, serve para você revelar segredos anonimamente foi baixado por milhares de brasileiros nas últimas semanas, desde sua tradução para o português anunciada no fim de julho. As marcas, é claro, resolveram pegar carona no buzz.

Lançado em janeiro nos EUA, o Secret funciona com uma plataforma social e o app é apenas uma das frentes. Ele foi criado pelos americanos Chrys Bader e David Byttow e conecta o usuário com os seus amigos utilizando os contatos do seu telefone para compartilhar pensamentos, sentimentos e ideias, anonimamente.

Você confere abaixo uma seleção de posts de oportunidade que seguem o layout do Secret. Se você viu alguma marca ou se sua agência fez alguma ação dentro do aplicativo, deixe o link nos comentários.

Leia Mais

Macarrão instantâneo faz mal?

macarrao-instantaneo-miojo-838x560publicado no HypeScience

Macarrão instantâneo, mais conhecido como miojo, é aquele tipo de refeição que parece tudo de bom: é conveniente, barato e, convenhamos, gostoso! Mas quão saudável é?

Bom, é aí que mora o problema.

O miojo, base alimentar de solteiros e estudantes, pode aumentar o risco de alterações metabólicas ligadas à doenças cardíacas e acidente vascular cerebral bas pessoas. É o que mostra um novo estudo sobre o assunto.

Miojo é bom, mas não faz bem

Para chegar a essa conclusão, Hyun Shin, doutorando na Universidade de Harvard (Estados Unidos) e seus colegas analisaram a saúde e a dieta de cerca de 11.000 adultos na Coreia do Sul entre as idades de 19 e 64 anos. O estudo foi realizado lá porque é uma área conhecida por ter o maior consumo de miojo do mundo – as pessoas chegaram a consumir até 3,4 bilhões de pacotes de macarrão instantâneo em 2010 no país.

Os participantes relataram o que comeram diariamente, e os pesquisadores categorizaram a dieta de cada participante com critérios como “centrada em alimentos saudáveis” ou “centrada em alimentos fast food”, bem como o número de vezes por semana que eles comeram miojo.

Depois de acompanhá-los por um determinado período de tempo, os pesquisadores constataram que as mulheres que comiam mais miojo eram mais propensas a ter “síndrome metabólica”.

Pessoas com síndrome metabólica podem ter pressão arterial alta ou níveis elevados de açúcar no sangue e enfrentam um risco maior de ter doença cardíaca, derrame e diabetes. Nada bom, não é?

Quanto aos homens, Shin e seus colegas descobriram que as diferenças biológicas entre os sexos, como o efeito de hormônios sexuais e do metabolismo, pode explicar a falta de uma aparente associação entre comer macarrão instantâneo e desenvolvimento de síndrome metabólica neles.

Ou seja…

Apesar de miojo ser um alimento prático e delicioso, ele vem com um brinde que é melhor a gente recusar. De acordo com Shin, o alimento contém altos teores de gorduras saturadas e carga glicêmica, e todos esses fatores podem contribuir para problemas de saúde.

Isso não significa que cada pessoa vai reagir da mesma forma e obrigatoriamente vai desenvolver problemas de saúde ao consumir miojo. Mas temos que ter em mente que não se trata de um alimento saudável. É na verdade um alimento processado que, preferencialmente, não deve ser a base alimentar de ninguém.

Alimentos processados geralmente contêm grandes quantidades de açúcar e de sal, principalmente porque eles são projetados para ter uma vida útil longa.

Ainda quer comer miojo?

Tudo bem, não precisa largar mão do miojo para sempre. Mas tome alguns cuidados, como:

– Não coma todos os dias;

– Incremente a receita. Uma boa ideia é misturar legumes frescos ou outros alimentos saudáveis e não processados. Fica até com um toque gourmet;

– Lembre-se do macarrão tradicional. Não é tão mais difícil assim de preparar, não é? Se você caprichar, pode ficar até muito mais gostoso.

Leia Mais