Alckmin importa índios cubanos para fazer dança da chuva

Charge: Sponholz
Charge: Sponholz

Publicado impagavelmente no Sensacionalista

Pelo menos dois mil índios cubanos devem chegar a São Paulo nos próximos dias para tentar fazer voltar a chover. O governo pretende, ainda, aumentar o número de viajantes ao estado. Os índios serão espalhados por pontos de SP e ainda servirão de atração turística.

A receita federal está preparando uma operação especial para evitar que os índios tragam charutos cubanos contrabandeados. Eles virão pelados e não se sabe, ainda, onde poderão trazer os charutos.

Leia Mais

Piadas sobre obesidade podem prejudicar a perda de peso

emagrecer

publicado na Galileu

Uma nova pesquisa, feita no Reino Unido, sugere que “brincar” com a obesidade dos outros pode fazer com que essas pessoas engordem mais. Os cientistas quiseram entender os efeitos do ato conhecido como “fat shaming” (envergonhar-se por ser gordo, em tradução livre) em seu novo estudo.

Com mais de 3000 adultos fazendo parte da pesquisa, a equipe procurou pessoas que já haviam sofrido algum tipo de descriminação relacionada ao peso. Receber tratamento mal educado, sofrer “brincadeiras” de mau gosto e até mesmo ser considerada uma pessoa menos inteligente estiveram nas reclamações em 5% dos participantes.

Depois de quatro anos, as pessoas dentro da porcentagem ganharam em média um quilo a mais, enquanto que aqueles que disseram nunca ter sofrido discriminação conseguiram perder peso. “Nosso estudo deixa claro como a discriminação do peso pode ser um problema e não uma solução”, afirma Jane Wardle, diretora da University College London.

A pesquisa publicada no jornal Obesity afirma que esse tipo de preconceito pode diminuir a coragem dessas pessoas a procurarem ajuda psicológica. “Eles tendem a evitar o assunto”, afirma a cientista Sarah Jackson.

“Muitos pacientes obesos reclamaram da falta de respeito que sofrem por parte dos médicos. Todos, inclusive doutores, deveriam parar de culpar e envergonhar pessoas por causa do seu peso. Ao invés disso, deveriam apoiar e procurar o devido tratamento”, completou Wardle.

Leia Mais

Dilma cria o Ministério do Louvor

Em contrapartida, Edir Macedo prometeu erguer o Templo da Reeleição
Em contrapartida, Edir Macedo prometeu erguer o Templo da Reeleição

Publicado impagavelmente no site da Piauí

TEMPLO DE SALOMÃO – Depois de alterar o verbete “Estado laico” na Wikipédia, Dilma Rousseff apresentou um pacote de melhorias para o povo brasileiro. “Vou criar o Ministério do Louvor, com 456 apóstolos do PMDB e 5,5 mil peregrinos comissionados do PRB, para atender todas as orações da população evangélica”, anunciou.

Lançado em forma de versículos, o PAF, Plano de Aceleração da Fé, prevê a criação de bases sólidas para que Dilma Rousseff possa caminhar sobre as águas transpostas do Rio São Francisco a partir de 2015. “Atendendo a pedidos do pessoal do Passe Livre, vamos dar condições para que o estudante evangélico possa frequentar Templo de Salomão sem pagar dízimo”, prometeu. Em seguida, a mandatária mostrou que é possível multiplicar a quantidade de chuvas em São Paulo caso Padilha seja eleito. “Aleluia”, gritou, abraçada com Marcelo Crivella.

No final da pregação, Dilma afirmou ter ouvido rumores divinos sobre a volta do Messias. “Lula retornará. Mas só em 2018″, profetizou.

Leia Mais

Gustavo Mendes, a Dilma da internet, é retirado do palco durante show em Búzios (RJ) por causa de piada “religiosa”

Comediante foi retirado do palco durante um show em Búzios (RJ), neste domingo, (15) e alega ter sido agredido verbalmente

Gustavo Mendes como Dilma Rousseff
Gustavo Mendes como Dilma Rousseff

Gabriel Marchi, no Virgula

Gustavo Mendes, comediante conhecido pela sátira da presidenta Dilma Rousseff, foi retirado do palco durante um show em Búzios, Rio de Janeiro, neste domingo (15). O humorista se apresentou com o espetáculo de stand-up Mais que Dilmais no festival Búzios Love, que comemorava o Dia dos Namorados.

Ele alega ter sido agredido verbalmente nos bastidores por Robson Motta, Secretário Adjunto de Governo do prefeito André Granado (PSC), e fisicamente por um funcionário não identificado do staff da prefeitura.

De acordo com Gustavo, foi uma piada envolvendo religião que motivou as agressões. Na brincadeira em questão, Gustavo brincava com o fato de uma antiga proibição de venda de bebidas alcoólicas em festas religiosas, dizendo que “foi Jesus quem transformou água em vinho”.

Neste momento, o empresário de Gustavo foi notificado por funcionários da prefeitura que ele deveria deixar o palco. Nos bastidores, houve discussão e Robson o teria xingado. Na sequência, um funcionário da prefeitura, não identificado, deu um chute no humorista.

Sob vaias da plateia, Robson discursou contra o conteúdo do espetáculo de Gustavo. “Quero pedir desculpas aos familiares aqui presentes a intenção nossa era trazer cultura, mas de forma respeitosa para a família da cidade. O povo de Búzios não pode compactuar com essa sacanagem, temos que respeitar a comunidade católica”, disse, sob protestos e gritos de “censura!” de presentes.

Em nota, a Prefeitura de Búzios alega que pediu ao artista, previamente, “cuidado especial com o texto teatral para que fosse apresentado em praça pública”, por “se tratar de um show inserido em um evento de uma comunidade religiosa”.

Também em nota oficial, Gustavo argumenta que não foi informado de que o espetáculo estaria inserido em uma comunidade religiosa, e que a prefeitura tampouco pediu alterações no texto. Ele acrescenta ainda que quaisquer alterações caracterizariam “censura prévia” e que o ator “não aceitaria” participar do show nestas condições. Gustavo não registrou Boletim de Ocorrência – de acordo com sua assessoria de imprensa, ele e sua equipe deixaram a cidade com medo de maiores retaliações.

Assista ao vídeo do momento:

Leia Mais