Arquivo da tag: PV

Professor universitário americano publica conto de fadas com romance entre dois rapazes

Livro infantil narra a história de dois rapazes, com direito a casamento na igreja. Autor planeja tradução para o português

Livro tem casamento entre dois rapazes em meio a um reino Foto: Divulgação

publicado no O Globo

No reino mágico de Evergreen, a princesa Elena é sequestrada por uma bruxa. Em resposta, seu pai, o Rei Rufus, lança o desafio: quem salvar a beldade terá o direito de se casar com ela. Os jovens Gallant e Earnest resolvem, então, encarar a missão. E aí termina o caráter convencional da trama. Durante a busca, os dois homens se apaixonam e, no fim, acabam se casando com pompa na igreja.

O conto de fadas contemporâneo é narrado no livro infantil “The princes and the treasure” (“Os príncipes e o tesouro”, em tradução literal), de Jeffrey A.Miles. Professor da Escola de Negócios da Universidade do Pacífico, na Califórnia (Estados Unidos), ele teve a ideia há cerca de dois anos, enquanto assistia a uma apresentação com um príncipe e uma princesa num parque de diversões.

- Ao ver os atores cantando e dançando, me perguntei: por que não existe príncipe gay e princesa lésbica? Por que o príncipe não pode se casar com outro belo príncipe? E por que não há uma donzela em apuros sendo resgatada por uma linda princesa? – relembra o professor, que é gay e era um ávido leitor de contos de fadas quando garoto. – Ao voltar para casa, resolvi criar a minha própria história.

SEM BEIJO NO FINAL

Totalmente ilustrado, o livro não tem o tradicional beijo no final. Mas os protagonistas ganham matrimônio celebrado por um vigário numa igreja medieval. O final é feliz. Apesar do ineditismo, o autor diz que o retorno tem sido positivo.

Segundo Jeffrey, casais heterossexuais contaram que a história os ajudou a conversar com os filhos sobre homossexualidade. Já pais gays afirmaram que a obra serviu de apoio para falar com as crianças a respeito de seus próprios companheiros.

- O livro possibilita uma ótima maneira de abordar o assunto. Escrevi a história para ser romântica, e não sexual. Os pais dizem que a narrativa é ideal para as crianças, e o livro está entre os favoritos de várias delas – comemora o autor.

Apesar da aceitação, o trabalho não ficou livre de críticas. Entidades cristãs radicais internet afora acusam o livro de promover “propaganda homossexual”.

Para Jeffrey, sua publicação avança no combate ao preconceito. Ele lembra o caso de um pai que disse ler o livro para seus filhos em meio aos outros contos de fadas, sem distinção.

- Se todo pai fizesse o mesmo, esta geração de crianças seria mais bem educada sobre a diversidade. A homofobia poderia ser extinta – cogita. – As crianças veem que o amor pode acontecer entre duas pessoas, independentemente do gênero. Estou espantado sobre como é fácil para elas compreender isso, ao passo que, para alguns adultos, ainda é tão difícil.

Lançado no primeiro semestre deste ano, o livro está à venda em 137 países. Uma continuação da história já está sendo escrita pelo autor e deve ser publicada em meados do ano que vem. Jeffery também trabalha na tradução da obra para outras línguas, inclusive para o português. No Brasil, por ora, é possível comprar as versões impressa e digital, em inglês, pela internet.

Jovem envia foto nua para o próprio pai sem querer e narra gafe no Twitter

Nyjah descreveu na rede social seu constrangimento e a reação do pai.
‘Atenda ao telefone agora’, respondeu o homem furioso.

'Você tinha a intenção de me enviar isso? Atenda ao telefone agora. Você está falando sério? É isso que você faz?', respondeu o pai revoltado (Foto: Reprodução/Twitter/dearfashionn)

publicado no G1

Uma jovem americana identificada apenas como Nyjah viveu momentos extremos de constrangimento na internet após enviar acidentalmente, para o próprio pai, uma foto em que aparece nua e narrar todo o incidente em seu perfil no Twitter.

“Como você cancela uma mensagem de texto? Eu acabei de enviar uma foto nua para o meu pai”, escreveu Nyjah, que começou a postar capturas de tela do celular que mostravam as tentativas de ligação de seu pai. “Atenda ao telefone agora. Você está falando sério?”, escreveu o homem, furioso.

As postagens começaram a circular pela web, e várias pessoas retuitaram ou fizeram comentários sobre a saia justa. Quando usuários começaram a suspeitar que toda a história era falsa, a jovem postou um vídeo em seu perfil no Instagram que mostraria o momento em que o pai chegou em sua casa para conversar.

Depois de a história ter se espalhado nas redes sociais, fazendo com que Nyjah obtivesse milhares de seguidores no Twitter, e finalmente ter sido publicada em sites como “BuzzFeed”, a jovem deixou de dar novidades sobre o caso e apenas se lamentou em uma das mensagens: “Nunca mais enviarei fotos nuas”.

Copa 2014: Danielle Winits aparece no gramado do Mineirão com colete de fotógrafo

publicado no EXTRA

Entre tantos fotógrafos credenciados para cobrir a partida desta terça-feira entre Brasil e Alemanha, no Mineirão, uma loira se destacava no gramado.

Danielle Winits apareceu no campo com um colete de fotógrafo e uma credencial de “Special Marketing Programmes” (Programas Especiais de Marketing). De máquina em punho, registrava os momentos que antecederam o pontapé inicial da semifinal da Copa do Mundo.

Com máscara do Neymar, Danielle Winits posa ao lado de Amaury no Mineirão
Com máscara do Neymar, Danielle Winits posa ao lado de Amaury no Mineirão Foto: Reprodução / Instagram

Danielle atualmente namora o jogador de futebol Amaury Nunes, que está com ela no estádio para acompanhar a semifinal da Copa do Mundo. Amaury atua no Ocala Stampede, dos Estados Unidos.

O casal também posou na arquibancada, e Danielle, usando uma máscara com o rosto de Neymar, postou a imagem na rede social.

Leia mais: http://extra.globo.com/esporte/copa-2014/copa-2014-danielle-winits-aparece-no-gramado-do-mineirao-com-colete-de-fotografo-13183047.html#ixzz36yzqTwnj

Cafu é expulso do vestiário da seleção por José Maria Marin

Presidente da CBF disse que não queria ‘estranhos’ no local

publicado no Estadão

Único jogador a disputar três finais de Copa do Mundo na história da competição, Cafu foi barrado no vestiário da seleção brasileira após a derrota por 7 a 1 para a Alemanha, nesta terça-feira. De acordo com ex-lateral, o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), José Maria Marin, foi quem pediu para que saísse do local, onde estava para dar apoio aos jogadores.

“O presidente José Maria Marin disse que não queria nenhuma pessoa estranha no vestiário. Eu coloquei que não sou uma pessoa estranha, só estou aqui para dar um abraço nos meninos e dar um carinho e um conforto para eles, não quero falar mais nada. Só vim aqui porque nesse momento os meninos precisam de apoio e foi isso que eu fui fazer no vestiário”, garantiu Cafu, em entrevista à Rádio ESPN, após deixar o vestiário.

De acordo com o jogador, que levantou a taça do pentacampeonato, Marin foi quem tomou a decisão de tirá-lo de lá. “Fiquei surpreso quando fui praticamente expulso do vestiário porque o Marin disse que não queria ninguém estranho lá. Eu, humildemente, me retirei do vestiário” contou.

Com experiência de quatro Copas do Mundo, Cafu diz que acreditava saber como lidar com os jogadores após a derrota desta terça. “Senti na pele em 1998 o que é uma derrota em Copa do Mundo. Eu sabia que os meninos precisavam naquele momento de um conforte e um carinho. Não fui lá para me promover porque não preciso disso. Fui para dar um abraço no Felipão e no Parreira, como eu fiz”, explicou.

De acordo com Cafu, ele pediu autorização a Felipão para entrar no vestiário e o treinador deu autorização. Marin, que chegou ao cargo após a renúncia de Ricardo Teixeira, não falou com jornalistas após a partida desta terça.