Quanto mais tempo no Facebook, mais as mulheres ficam inseguras com a aparência

Segundo estudo, fotos de conhecidos podem influenciar mais na impressão negativa do que as de celebridades

Pesquisaram acompanharam a relação de 881 estudantes do sexo feminino nos Estados Unidos com a rede social (foto: REUTERS/Dado Ruvic/File)
Pesquisaram acompanharam a relação de 881 estudantes do sexo feminino nos Estados Unidos com a rede social (foto: REUTERS/Dado Ruvic/File)

Publicado em O Globo

Passar muito tempo no Facebook olhando as fotos de amigos pode tornar as mulheres inseguras sobre sua imagem corporal, sugere uma nova pesquisa feita por especialistas do Reino Unido e dos Estados Unidos. Quanto mais elas estão expostas a “selfies” e outras imagens semelhantes em mídias sociais, maior é a comparação negativa. Ainda segundo o estudo, as fotos de amigos e conhecidos pode influenciar mais nessa avaliação do que a de celebridades.

O trabalho foi o primeiro a relacionar o tempo gasto em redes sociais à impressão de má aparência corporal. Os resultados apontam que os meios de comunicação são conhecidos por influenciar a forma como as pessoas se sentem sobre sua aparência. No entanto, pouco se sabia sobre o impacto das mídias sociais na autoimagem.

A pesquisa avaliou que as mulheres jovens são grandes usuárias de redes sociais e postam mais fotos próprias do que os homens. Para realizar a avaliação, os pesquisadores da universidade britânica de Strathclyde e das universidades americanas de Ohio e de Iowa pesquisaram 881 estudantes do sexo feminino. Elas responderam perguntas sobre uso Facebook, alimentação, regime, exercícios e imagem corporal.

Conclusões

As conclusões foram apresentadas em uma conferência em Seattle. Não foi encontrada nenhuma ligação entre as redes sociais e transtornos alimentares. No entanto, ficou clara a relação entre o tempo gasto em redes sociais e comparações negativas sobre imagem corporal.

– A atenção aos atributos físicos pode ser ainda mais perigosa nas mídias sociais que na mídia tradicional, pois os participantes são pessoas que conhecemos – descreveu a professora da Universidade de Strathclyde Petya Eckler.

Ela salientou que a imagem corporal é parte fundamental para a formação do nosso senso de identidade, não sendo apenas uma questão de vaidade pessoal.

– A preocupação com o peso e a forma é um fenômeno global e uma das principais características da cultura popular atual. O fascínio com celebridades, seus corpos, roupas e aparência aumentou a pressão que as pessoas normalmente sentem em relação à sua aparência – observou Petya.

Leia Mais

Uso intenso do Twitter pode levar a infidelidade e separações, diz estudo

Publicado no UOL

Quanto mais os entrevistados diziam ser ativos no Twitter, mais eles passavam por situações de conflito com seus parceiros amorosos (foto: Getty Images)
Quanto mais os entrevistados diziam ser ativos no Twitter, mais eles passavam por situações de conflito com seus parceiros amorosos (foto: Getty Images)

Conflitos entre casais relacionados ao uso intenso do Twitter podem levar a experiências negativas como traições, separações e até divórcio, aponta um estudo da Universidade do Missouri, nos Estados Unidos.

A pesquisa intitulada “A terceira roda: o impacto do uso no Twitter na infidelidade e divórcios” foi conduzida pelo estudante de doutorado Russel Clayton. Ele entrevistou 581 usuários do Twitter com idades entre 18 e 67 anos para saber com que frequência faziam tarefas comuns como tuitar, ler mensagens e responder aos seguidores.

Quanto mais os entrevistados diziam ser ativos no Twitter, mais eles passavam por situações de conflito com seus parceiros amorosos, descobriu Clayton. Essas situações precediam acontecimentos negativos como traição, fim do relacionamento e divórcio.

Segundo o pesquisador, o objetivo desse estudo era comprovar se a descoberta de que o uso do Facebook levava a conflitos entre casais também se repetia em outra rede social – no caso, o Twitter.

No estudo anterior, Clayton descobriu que experiências negativas e conflitos gerados pelo uso do Facebook eram mais frequentes com casais cujo relacionamento tinha começado há 36 meses ou menos.

Ele diz que foi interessante descobrir que usuários assíduos do Twitter passam por experiências negativas independentemente do tempo de duração de seus relacionamentos. “Casais que afirmaram estar em relacionamentos novos passaram pela mesma quantidade de conflitos que aqueles em relações mais longas.”

A recomendação de Clayton é que os casais limitem o uso diário e semanal dos sites de relacionamento para “níveis mais saudáveis e razoáveis”. “Alguns casais compartilham uma única conta nas redes sociais para reduzir conflitos no relacionamento. Também existem serviços, como o aplicativo 2Life, que facilitam a comunicação interpessoal entre casais.”

Leia Mais

Rachel Sheherazade desmente boato de que foi afastada da bancada do ‘SBT Brasil’

Jornalista disse pelas redes sociais que está de férias no Nordeste e que volta a trabalhar na próxima segunda-feira

A apresentadora do "SBT Brasil" Rachel Sheherazade Reprodução
A apresentadora do “SBT Brasil” Rachel Sheherazade Reprodução

Publicado em O Globo

RIO — Após a polêmica provocada por um comentário a favor de rapazes que prenderam um assaltante nu em um poste, a âncora do “SBT Brasil” Rachel Sheherazade passou a ser alvo de boatos. O último deu conta de que a apresentadora havia sido afastada da bancada do telejornal. Assídua nas redes sociais, Sheherazade tratou de desmentir a história.

“Mais uma vez desfazendo boatos. Estou de férias e volto à bancada do ‘SBT Brasil’ no dia 14 de abril (segunda-feira)”, postou a jornalista em sua página do Facebook.

Ela também usou sua conta no Instagram para postar fotos de sua viagem pelo Nordeste. Na última quarta-feira ela estava na capital pernambucana:

“Sol e mar do Recife! Matando a saudade do calor domei Nordeste! #tudodebom”

E no último domingo, na Paraíba, seu estado natal:

“Em João Pessoa, terra do sol! Minha terra querida!#sombraeaguafresca”

A assessoria de imprensa do SBT confirma que a apresentadora está de férias desde o dia 31 de março.

Leia Mais

Homem acha dinheiro e boletos… e paga as contas

20140407-MarcoYgor Salles, no UOL

Você está em um ponto de ônibus e vê alguém deixar cair um envelope com R$ 600 e duas contas para serem pagas. O que faria?

Em um país onde é socialmente aceito levar vantagem em tudo, muita gente ficaria com a grana.

Não foi o que fez Marco Antonio da Silva, 32, que mora em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Ele voltava de um evento onde tinha trabalhado como segurança quando viu a cena descrita acima.

Em seguida, Marco Antonio pagou as contas, bateu fotos dos boletos e foi para o Facebook contar a história e tentar achar a dona das contas –tinha que devolver o troco.

“E aí o pessoal foi compartilhando, compartilhando… até que achei a moça. Ela era amiga de uma amiga minha”, disse Marco Antonio. “Eu fui lá entregar e ela não acreditava no que tinha acontecido”. Os dois viraram amigos.

Perguntei se a grana não faria diferença para ele. “Seria uma boa grana para mim, mas não pensei duas vezes. Peguei as contas e paguei”, respondeu. “Eu já perdi R$ 50 de uma prestação que tinha que pagar, e tive que fazer um empréstimo. Sei como é ruim”.

A moça que perdeu os boletos, Karine Peyrot, também agradeceu pelo Facebook:

20140407-KarineMarco Antonio diz não ter dúvidas de que ser honesto valeu a pena. Também não tenho.

Leia Mais

#AfterSex Selfie: compartilhar foto após sexo é nova mania entre casais

aftersex1

 

Publicado na Marie Clarie

Que as selfies do Instagram viraram mania entre os usuários da rede social, inclusive os famosos, já sabemos. Mas uma nova maneira de compartilhar as fotos tem chamado a atenção. A #aftersex selfie – registrada pelo próprio casal, logo após o sexo – tem aparecido cada vez mais.

As poses do momento íntimo variam e já são mais de três mil imagens na hashtag, entre algumas brincadeiras sobre o assunto. Veja algumas fotos!

aftersex6 aftersex4 aftersex3 aftersex7 aftersex5

 

 

Leia Mais