Arquivo da tag: redes sociais

Rachel Sheherazade desmente boato de que foi afastada da bancada do ‘SBT Brasil’

Jornalista disse pelas redes sociais que está de férias no Nordeste e que volta a trabalhar na próxima segunda-feira

A apresentadora do "SBT Brasil" Rachel Sheherazade Reprodução

A apresentadora do “SBT Brasil” Rachel Sheherazade Reprodução

Publicado em O Globo

RIO — Após a polêmica provocada por um comentário a favor de rapazes que prenderam um assaltante nu em um poste, a âncora do “SBT Brasil” Rachel Sheherazade passou a ser alvo de boatos. O último deu conta de que a apresentadora havia sido afastada da bancada do telejornal. Assídua nas redes sociais, Sheherazade tratou de desmentir a história.

“Mais uma vez desfazendo boatos. Estou de férias e volto à bancada do ‘SBT Brasil’ no dia 14 de abril (segunda-feira)”, postou a jornalista em sua página do Facebook.

Ela também usou sua conta no Instagram para postar fotos de sua viagem pelo Nordeste. Na última quarta-feira ela estava na capital pernambucana:

“Sol e mar do Recife! Matando a saudade do calor domei Nordeste! #tudodebom”

E no último domingo, na Paraíba, seu estado natal:

“Em João Pessoa, terra do sol! Minha terra querida!#sombraeaguafresca”

A assessoria de imprensa do SBT confirma que a apresentadora está de férias desde o dia 31 de março.

Homem acha dinheiro e boletos… e paga as contas

20140407-MarcoYgor Salles, no UOL

Você está em um ponto de ônibus e vê alguém deixar cair um envelope com R$ 600 e duas contas para serem pagas. O que faria?

Em um país onde é socialmente aceito levar vantagem em tudo, muita gente ficaria com a grana.

Não foi o que fez Marco Antonio da Silva, 32, que mora em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul. Ele voltava de um evento onde tinha trabalhado como segurança quando viu a cena descrita acima.

Em seguida, Marco Antonio pagou as contas, bateu fotos dos boletos e foi para o Facebook contar a história e tentar achar a dona das contas –tinha que devolver o troco.

“E aí o pessoal foi compartilhando, compartilhando… até que achei a moça. Ela era amiga de uma amiga minha”, disse Marco Antonio. “Eu fui lá entregar e ela não acreditava no que tinha acontecido”. Os dois viraram amigos.

Perguntei se a grana não faria diferença para ele. “Seria uma boa grana para mim, mas não pensei duas vezes. Peguei as contas e paguei”, respondeu. “Eu já perdi R$ 50 de uma prestação que tinha que pagar, e tive que fazer um empréstimo. Sei como é ruim”.

A moça que perdeu os boletos, Karine Peyrot, também agradeceu pelo Facebook:

20140407-KarineMarco Antonio diz não ter dúvidas de que ser honesto valeu a pena. Também não tenho.

#AfterSex Selfie: compartilhar foto após sexo é nova mania entre casais

aftersex1

 

Publicado na Marie Clarie

Que as selfies do Instagram viraram mania entre os usuários da rede social, inclusive os famosos, já sabemos. Mas uma nova maneira de compartilhar as fotos tem chamado a atenção. A #aftersex selfie - registrada pelo próprio casal, logo após o sexo – tem aparecido cada vez mais.

As poses do momento íntimo variam e já são mais de três mil imagens na hashtag, entre algumas brincadeiras sobre o assunto. Veja algumas fotos!

aftersex6 aftersex4 aftersex3 aftersex7 aftersex5

 

 

On ou Off de que lado você está?

Publicado no Hipercurioso

Uma mensagem muito interessante que vai lhe fazer refletir para o resto da sua vida. Você vive em um mundo de alta tecnologia, um mundo aonde a distância foi encurtada através dos celulares, mensagens e redes sociais. Mas as vezes você esquece de algo! Quando não havia tudo isso, talvez você visitava mais aquela pessoa, mas agora, dá pra matar saudade sem sair de casa! Você sentava naquela roda de amigos e dava mais atenção a eles.

O dia que Einstein temia finalmente chegou.

praiaUm dia na praia

jantando-foraUm jantar fora com os amigos

jantar-romanticoUm jantar romântico

einstein-frase“Eu temo o dia em que a tecnologia vai ultrapassar a interatividade humana. O mundo terá uma geração de idiotas” (Albert Einstein)

Eu prefiro dizer que “To On pra Vida”.

‘Clone de dinossauro’ engana internautas no 1º de abril

Notícia traz foto de bebê canguru como se fosse de um apatossauro

Foto de bebê canguru que foi divulgada como do filhote de dinossauro clonado (foto: Reprodução)

Foto de bebê canguru que foi divulgada como do filhote de dinossauro clonado (foto: Reprodução)

Cesar Baima, em O Globo

RIO – O Dia da Mentira chegou mais cedo na internet. Ao longo do último fim de semana, a notícia de que cientistas britânicos teriam produzido um clone de um dinossauro extinto há mais de 65 milhões de anos atraiu a atenção de milhares de pessoas, que prontamente a replicaram nas redes sociais. Mas a história, inicialmente publicada pelo site “news-hound.org”, era completamente falsa. A foto do suposto filhote apatossauro, batizado “Spot”, era de um bebê canguru.

De acordo com o artigo no “news-hound.org”, o dinossauro teria sido clonado por pesquisadores da Universidade John Moores a partir de DNA recuperado de um fóssil que estava em exposição o museu de História Natural da instituição (real e sediada em Liverpool) e injetado no útero de uma fêmea de avestruz. “Os avestruzes compartilham muitos traços genéticos com os dinossauros”, justificou ao site o falso professor de biologia da universidade Gerrard Jones, apontado como líder da equipe responsável pelo projeto, numa tentativa de dar legitimidade à história. “As microestruturas das cascas de seus ovos são quase idênticas às dos apatossauros e por isso a clonagem funcionou tão perfeitamente”.

Compartilhada nas redes sociais, a falsa notícia ganhou comentários preocupados dos internautas, como “isso não vai acabar bem”, e comparações com o método fictício para produção de dinossauros mostrado na série de filmes “Jurassic Park”, no qual o DNA dos animais foi obtido do sangue guardado em mosquitos preservados em âmbar, a resina fossilizada de árvores. A possibilidade desta técnica funcionar, no entanto, também já havia sido descartada em setembro do ano passado, quando pesquisadores da Universidade de Manchester publicaram artigo no periódico científico “PLoS One” em que relataram seu fracasso na tentativa de recuperar material genético em amostras de sangue dentro de insetos presos em copal, estágio de fossilização da resina de árvores anterior ao âmbar, com idades entre 60 e 10,6 mil anos. Em comunicado, eles classificaram seu estudo como “o último prego no caixão de Jurassic Park”.

E o pior é que nem mesmo na mentira o “news-hound.org” foi original. Em setembro de 2011, o site americano “Weekly World News” já havia publicado a notícia falsa com quase exatamente os mesmos textos e comentários. As únicas diferenças eram que, neste caso, os cientistas responsáveis pela clonagem e os comentaristas eram da Universidade da Flórida e tinham outros nomes.