Arquivo da tag: redes sociais

41 ideias criativas para inspirar a sua timeline do Facebook

O site Digitais do Marketing reuniu uma coleção de mais de 40 inspiradoras capas para a timeline do Facebook. São ideias para abrir a imaginação e se divertir com as imagens. Confira a galeria e inspire-se:

1. Umair Latif

2. Tom lambie

3. Victor Zapanta

4. Scott Monty

5. Rodney Hess

6. Pri Muniz

7. Ori Hasson

8. Niels Langeveld

9. Vinh Nguyen

10. Michael Cummings

Continue lendo

É tudo mentira

Mariana Filgueiras, em O Globo

Sites de humor com notícias falsas, como O Sensacionalista, O Bairrista, G17 e 2030, vivem ‘boom’ e, com a ajuda das redes sociais, repercutem como verdade

No dia 29 de setembro de 2011, os portais de notícias destacavam os fatos da semana: “Polícia diz que homem contratado para matar forjou crime com ketchup”; “Vocalista do Greenday é expulso de voo por estar de calças arriadas”; e “Jaguabiraba, no Ceará, está às escuras porque prefeitura não pagou a conta de luz.”

Seria difícil competir com a realidade. Naquela manhã de quinta-feira, o jornalista Nelito Fernandes — um dos fundadores do site humorístico O Sensacionalista — precisava pensar em algo ainda mais surreal para atualizar o portal, abastecido semanalmente com notícias falsas. Respirou fundo, deu duas voltas em círculo na sala do apartamento, no Rio. A ideia não vinha. Até que a mulher, Martha Mendonça, também jornalista e redatora d’O Sensacionalista, lembrou-se de uma das piadas mais acessadas no site: o suposto nascimento de um bebê chamado Harrypotterson no interior do Brasil. Nelito deu um pulo: e se nascesse um Facebookson?

Rapidamente, ele burilou uma imagem de um casal com um bebê encontrada na internet, rascunhou uma reportagem fictícia e lançou a graça na rede: “Casal de São Paulo batiza o filho como Facebookson e causa polêmica no mundo.” Sucesso retumbante.

Em minutos, a besteira praticamente virou verdade, de tão replicada na internet. E apesar d’O Sensacionalista deixar claro que faz humor (o cabeçalho estampa o slogan “Um jornal isento de verdade”) muitas pessoas caíram na piada. Inclusive portais de notícias reais: o “Alagoas 24 horas” e o paraibano “O Impacto” divulgaram o histriônico como verdade.

— Nós fazemos piada, está bem claro no layout que O Sensacionalista é um site de humor. Nossa intenção nunca foi enganar ninguém — diz Nelito, que faz o site com Martha, o redator de humor Leonardo Lanna e o jornalista Marcelo Zorzanelli.

É um fenômeno curioso: os sites de notícias falsas se multiplicam na mesma proporção em que aumenta a credulidade do público — “dobradinha” impulsionada pela popularização das redes sociais e pelo afã de compartilhar de seus usuários. Só no ano passado surgiram o Kibeloco 2030 (só com notícias “do futuro”); o G17 (inspirado no portal de jornalismo G1); O Bairrista (ironizando o egocentrismo gaúcho); o Meiu Norte (paródia do jornal piauiense “Meio Norte”); o twitter @estadaos (alusão ao jornal “O Estado de S. Paulo”) — para citar os mais acessados. Isso porque já existiam o “Piauí Herald”, página de manchetes irônicas da revista “Piauí” criada em 2007; e o Diário de Barrelas, portal de notícias da cidade fictícia, desde 2009, além do próprio O Sensacionalista, também de 2009. Continue lendo

Estudo aponta que ter amigos bonitos garante popularidade no Facebook

Donos de perfis atraem mais interesse quando têm amigos bonitos

Publicado originalmente no UOL Tecnologia

Ter amigos atraentes tornará o dono de um perfil mais popular no Facebook, especialmente se o proprietário da página for uma mulher. A informação tem como base um estudo que aplica as leis de Charles Darwin às redes sociais na internet.

“A descoberta demostra que sinais de aptidão reprodutiva influenciam nossas decisões sobre amizade”, explicou à AFP o pesquisador holandês Piet Kommers. “As pessoas se sentem atraídas por outras com aparência muito saudável, feliz e produtiva no sentido sexual. Essa é uma lei evolutiva amplamente aceita”, afirmou. “O caráter puramente saudável ainda é dominante. É difícil eliminá-lo.”

A equipe da Universidade de Twente criou quatro perfis falsos no Facebook usando fotos de uma mulher e de um homem considerados “neutros” no quesito atratividade em avaliações prévias. Duas páginas foram criadas para cada um. Uma com fotos de dois “amigos” atraentes – um homem e uma mulher – e a outra com fotos de amigos sem atrativos.

Os perfis eram idênticos em outros itens, listando local de residência, data de nascimento, interesses e filmes favoritos, músicas e programas de TV.

Os cientistas, em seguida, mostraram os perfis a uma lista aleatória de 74 estudantes com idades entre 21 e 31 anos e pediram que eles avaliassem a “atratividade social” do detentor do perfil. Os participantes tiveram de responder a perguntas como “Acho que ele/ela poderia ser um amigo” ou “Ele/ela seria uma companhia agradável”.

Os respondentes mostraram-se 20% mais propensos a escolher o perfil de amigos “atraentes”, descobriram os cientistas. “A aparência dos amigos no Facebook de fato influencia a percepção sobre o dono do perfil”, acrescentou o estudo. “Mais especificamente, a atratividade dos nossos associados no Facebook tem uma influência direta positiva em nossa própria atratividade social.”

Ter amigos bonitos revelou-se especialmente importante para a popularidade das mulheres, ressaltou.

Os autores da pesquisa observaram que o contrário também é verdade. Ter imagens de amigos sem atrativos vinculados ao perfil pode afetar o apelo de indivíduos e negócios que usam redes sociais na internet, alertaram.

O estudo foi publicado na edição da segunda-feira (23) do “International Journal of Web Based Communities”.

Brasileiros criam rede social que ajuda a realizar sonhos

Publicado por AdNews

Realize seu sonho / FOTO: Divulgação

Está no ar uma rede social que promete ajudar os internautas a realizarem seus sonhos. O site, que recebeu o nome de Dreabe, ainda nem foi lançado oficialmente, mas já conta com mais de 4 mil usuários, os “dreabers”.

O serviço foi idealizado pelos irmãos Djeison e John Moreira, que se uniram a um terceiro investidor para montar a empresa, sediada em Curitiba (PR). A versão beta está em funcionamento desde o dia 1º de março.

Após o cadastro, o usuário preenche um perfil e detalha suas vontades, que poderão ser realizadas por outras pessoas. No perfil, ele define três sonhos e, em seguida, os outros usuários poderão classificá-los entre: nobre, legal, criativo ou pesadelo. A cada avaliação, aumenta a popularidade e o sonho passa a ser visualizado por mais pessoas. No caso de “pesadelo”, ele naturalmente será deixado de lado e perde a visibilidade.

É possível realizar sonhos de três formas: realização total, quando você identificou um sonho e pode torná-lo real sozinho; realização parcial, em que você pode ajudar, porém não completamente, e indicando alguém (eu sei quem pode ajudar). Nas três opções, é preciso escrever como a pessoa pretende realizar o sonho e enviar uma proposta para que o sonhador aceite.

Alguns sonhos já foram realizados, desde empregos a viagens. Djeison estima alcançar 100 mil usuários em seis meses, realizando mais de 30 mil sonhos. O lançamento da versão oficial está previsto para acontecer em junho de 2012.

Saiba mais: