“Meninos Hércules” podem ter crescimento afetado por exagerar no exercício

27mai2014---os-garotos-romenos-giuliano-stroe-9-e-seu-irmao-claudiu-foto-7-ganharam-fama-como-os-hercules-eles-fazem-sessoes-de-exercicios-que-deixariam-muitos-adultos-can

Publicado no UOL

Apelidados pela família como os irmãos “Hércules”, os garotos romenos Giuliano Stroe, 9, e Claudiu Stroe, 7, possuem uma rotina diária de duas horas de levantamento de pesos e exercícios impressionantes até para um adulto. Eles treinam para serem os garotos mais fortes do mundo e são apoiados pela família, composta por fisioculturistas, segundo matéria publicada no Daily Mail.

Giuliano, que já quebrou dois recordes mundiais, alcançou sucesso graças ao seu canal do Youtube, com mais de 50 mil inscritos e 12,5 milhões de visualizações, e sua página no Facebook, que tem mais de 1,2 milhão de curtidas. Claudiu segue os passos do irmão mais velho e também aparece nos vídeos.

Mas pediatras ouvidos pelo UOL são contrários à prática de exercícios pesados por crianças e afirmam que eles podem trazer uma série de problemas para a saúde dos pequenos. Segundo o presidente do Departamento de Cardiologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo, Gustavo Foronda, uma rotina exaustiva de exercícios pode levar a lesões musculares, articulares e comprometer o crescimento. “Pode causar alterações na placa de crescimento da criança e sobrecarregar o sistema vascular, podendo causar uma hipertrofia miocárdica no futuro”, afirmou.

O pediatra do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, Paulo Taufi Maluf Junior, afirma que, além disso, a sobrecarga de exercícios pode causar desidratação nas crianças. “A criança tem mais facilidade de desidratar que os adultos. Então, praticar exercícios pesados pode provocar perda de água e, com ela, substâncias importantes para o organismo. Sem falar nos danos para a coluna vertebral, que se for submetida a um volume grande de peso pode sofrer deformidade”, explicou.

O pai dos meninos, Iulian Stroe, 35, contou em entrevista ao tabloide britânico que está determinado a fazer seus filhos famosos para que eles possam ajudar financeiramente a família, que já viveu em Florença, na Itália, mas foi obrigada a retornar à Romênia por dificuldades financeiras. Eles sonham em viver na Grã-Bretanha.

Tanto o pai quanto a mãe de Giuliano e Claudiu defendem o regime de treinamento das crianças. “Eles possuem habilidades naturais para isso, nada é forçado. É o que Deus planejou para eles”, disse o pai ao Daily Mail.

Maluf Junior diz que a prática de exercícios adequados é muito importante para o desenvolvimento da criança. “A carga precisa ser dosada de acordo com a faixa etária da criança. Exercícios feitos da maneira correta aprimoram a força muscular, fortalecem o tecido ósseo, são bons para o sistema respiratório, circulatório e até para a pele”.

Segundo ele, o exercício mais indicado para crianças é aquele com o qual ela mais se identifica. “Não adianta colocar a criança para jogar futebol se ela não gosta da atividade. Não tem que ser o que os pais querem, mas o que ela quer, porque a atividade precisa ser prazerosa”, acrescenta.

Leia Mais

“Já passei por fase roqueira”, diz missionário que está evangelizando no Rock in Rio

Fabíola Ortiz, no UOL

José Roberto Martins saiu de Maceió com mais dois voluntários na missão de distribuir 30 mil folhetos (foto: Fabíola Ortiz/UOL)
José Roberto Martins saiu de Maceió com mais dois voluntários na missão de distribuir 30 mil folhetos (foto: Fabíola Ortiz/UOL)

“Já passei por uma fase roqueira”, conta missionário de igreja evangélica que veio para o Rock in Rio para tentar converter fãs roqueiros.

Jesus e música combinam, garante o advogado de 60 anos, José Roberto Martins. De Maceió, o missionário veio para o Rio de Janeiro com mais dois voluntários na missão de distribuir 30 mil folhetos. Abaixo da logo do Rock in Rio, o nome de Jesus está estampado junto com a frase “A melodia do meu coração”.

“Já passei por uma fase roqueira e tentei preencher de várias maneiras. Mas o rock não me preencheu. Hoje é dia de rock pesado, mas sinto que o pessoal com quem falei é otimista”, disse José Roberto.

Ele conta que já gostou de rock, mas agora só vem ao festival com a missão de “preencher o vazio nos corações dos roqueiros”. Na edição de 2011, ele também marcou presença nas filas no entorno da Cidade do Rock.

José Roberto veio ao Rio especificamente para ficar do lado de fora dos portões e assegura que o tempo feio com probabilidade de chuva não incomoda.

“Sou um agente, quem converte é Jesus”, disse.

Ele chegou por volta das 10h desta quinta-feira (19) para abordar as pessoas na fila e diz que não tem hora para sair. E assim será sua rotina até o último dia do evento, domingo (22).

Leia Mais

6 previsões acertadas feitas por De Volta para o Futuro 2

Filme de 1989 conseguiu antecipar algumas tendências e prever o desenvolvimento e o uso de certas tecnologias.

Guilherme Haas, no Megacurioso

O cinema continua sendo uma fonte inesgotável de inspiração, especialmente no que se trata da imaginação de dias futuros. Carros voadores, equipamentos de alta tecnologia, gadgets e computadores de vestir já apareceram em filmes, séries e até em desenhos, que continuam dando ideias sobre como pode ser a nossa vida no futuro. Afinal, será que um dia teremos uma rotina parecida com a dos Jetsons?

Antes de termos carros voadores e robôs inteligentes trabalhando em casa, nosso cotidiano está cada vez mais cercado de interfaces interativas, com ambientes digitais e equipamentos eletrônicos que dominam todo um mercado de consumo. E uma das obras mais marcantes da história do cinema conseguiu antecipar, em muitos aspectos, como seria a vida nesta década, com a forte presença da tecnologia em nossas vidas.

Lançado em 1989, “De Volta para o Futuro 2” coloca o garoto Marty McFly no ano de 2015, quando ele pode colocar as suas mãos em gadgets tecnológicos, dispositivos inteligentes de vestir e até video games com captura de movimento – todas as novidades que não existiam no final da década de 80, seja na realidade ou mesmo na ficção.

1. Computadores de vestir

O Google Glass deve ter sido inspirado no aparelho que McFly utiliza nessa cena. Até o design dos óculos guarda certa semelhança com o dispositivo da Google. Além disso, a Nike também lançou uma versão limitada dos Hyperdunks, baseada nos tênis que Marty utiliza no filme – mas o modelo não amarra o cadarço sozinho como os calçados da ficção.

imagem: Reprodução/Business Insider
imagem: Reprodução/Business Insider

2. Filmes em 3D e muitas sequências

Olhar uma lista de filmes em cartaz nos cinemas hoje não é muito diferente do que Marty vê no futuro de 2015. A propaganda de “Tubarão 19” em 3D lembra muito as produções atuais, cheias de efeitos especiais, com emprego da terceira dimensão para atrair os espectadores e com muitas sequências de títulos de sucesso dominando o mercado cinematográfico.

3. Televisores finos, múltiplos canais e aspecto de tela 16:9

Uma das mais surpreendentes imagens de “De Volta Para o Futuro 2” mostra Marty Jr. com um aparelho de televisão muito similar ao padrão que temos hoje – grande, fina, pendurada na parede, e com aspecto de tela 16:9. Como eles sabiam naquela época que deixaríamos de assistir a TV de tubo com imagem 4:3? E, mais do que isso, que poderíamos acompanhar vários canais simultaneamente, em sistema Picture in Picture?

imagem: Reprodução/Business Insider
imagem: Reprodução/Business Insider

4. Videoconferências e interfaces interativas

O filme conta também com muitas telas de projeções e interfaces interativas, que mostram como somos mesmo uma sociedade dominada pelas imagens. E claro que a produção antecipou a necessidade de se comunicar por videoconferências e não apenas por chamadas de voz. Ligações com a utilização de câmeras são hoje uma realidade com mensageiros como o Skype, o FaceTime e o Hangouts.

imagem: Reprodução/Business Insider
imagem: Reprodução/Business Insider

5. Jogos sem utilizar as mãos

Marty encontra um antigo fliperama da sua época em uma lanchonete e mostra para os garotos do futuro (o pequeno Elijah Wood em sua estreia nos cinemas) como se joga aquele game. Os meninos ficam indignados que Marty esteja usando as mãos para controlar o jogo e dizem que aquilo é brinquedo de bebê.

6. Tablets

Outra antecipação chocante da vida no futuro ocorre quando Marty é abordado para assinar uma petição para salvar o relógio da torre. A petição é apresentada em um aparelho portátil muito similar aos modelos de tablets que temos hoje em dia. Será que Steve Jobs imaginou o iPad enquanto assistia a “De Volta ao Futuro 2”?

imagem: Reprodução/Greenville College
imagem: Reprodução/Greenville College

Erros grosseiros

Apesar dessas e de outras divertidas previsões acertadas sobre o futuro, “De Volta Para o Futuro 2” não deixa de ter erros e equívocos grosseiros. A falha mais bizarra da produção é achar que o fax seria a maneira mais comum de passar recados e não imaginar o domínio das tecnologias de comunicação celular e via internet.

Outra curiosidade é que o filme prevê uma visita da “Rainha Diana” a Washington no ano de 2015, de acordo com uma manchete no jornal do futuro – o que ficou impossível depois da morte de Lady Di em 1997.

Quais são as melhores previsões do futuro que você viu primeiro nos filmes e que viraram realidade? E quais são os maiores equívocos já cometidos na imaginação de dias futuros na sua opinião?

Fonte: Business Insider Media Match

dica do Jarbas Aragão

Leia Mais

13 dicas rápidas para aumentar sua disposição!

Nem sempre a solução para melhorar a saúde ou o bem-estar no cotidiano está em remédios, tratamentos ou produtos artificiais.

chapeu

Confira aqui 13 dicas que podem dar uma elevada simples e eficiente no seu astral.

1. TOME CAFÉ DA MANHÃ

Um dos retratos mais comuns das pessoas engolfadas pela rotina estressante é o de sair de casa sem comer nada. Isso vai minando a saúde. Como se trata de acumular energia para o dia, e não apenas para as primeiras horas da manhã prefira alimentos equilibrados nos nutrientes. Ricos em carboidratos, mas que contenham também proteínas e gorduras saudáveis. Tais como frutas, aveia, ovo – sim, ovo é uma boa pedida para o café da manhã – ou até o jantar do dia anterior, que geralmente é uma refeição consistente. Alimentos como pães e bolos vão dar uma alavancada no seu entusiasmo matinal, por algumas horas, e quando o açúcar acabar você ficará sem energia.

2. FORJE A ENERGIA AO SEU REDOR

Naqueles dias em que você acorda até com preguiça de existir, é uma boa pedida fingir que você está cheio de energia. Isso faz com que você realmente fique mais disposto, porque seu cérebro capta os sinais externos e internos que dizem isso. Comece lavando bem o rosto, use uma roupa limpa, clara, abra um sorriso para as pessoas. Mostre ao mundo exterior que você está entusiasmado. Mesmo que seja mentira, você vai acabar ficando.

3. VIVA O LADO POSITIVO

Essa é só entre você e a sua mente. Eleve seu estado de espírito. Não pense no que você perdeu, mas no que já ganhou. Não lamente o que você não tem, valorize o que tem. Sempre que você, ou (o que é mais comum) outra pessoa perceber que está de mau humor, pare e reflita. Afinal, porque eu estou de mau humor? Ache a causa e tente extraí-la, ou pelo menos amenizá-la. Elevar sua energia positiva depende mais de você do que do mundo que o cerca.

4. INVENTE COISAS NOVAS

Uma rotina sem nenhuma novidade vai minando seu humor e sua energia pouco a pouco. Um pouco de mudança na rotina é seguida da liberação de dopamina, que te prepara para a ação. É importante aprender coisas novas.

5. BEBA ALGO GELADO

Não é só uma questão de se manter hidratado, a temperatura baixa da bebida é um ótimo meio de dar uma despertada em você. A água é uma boa, mas se você beber chá ou café gelado terá um efeito duplicado, porque as bebidas contêm cafeína.

6. BEBA CAFÉ CONTINUAMENTE

Mais eficaz do que mergulhar a cara no bule de café, uma só vez pela manhã, e ir tomando pequenos goles ao longo do dia. Em intervalos de, digamos, uma hora tome uma xícara. O efeito da cafeína é forte, mas efêmero.

7. NÃO MINTA

Mentir rouba muita energia psicológica. E o principal causador não é o momento da mentira em si, mas o constante sobressalto em que você fica, pensando no que vai falar, para que os outros não descubram sua mentira. Recomenda-se, contudo, evitar a franqueza extrema. Às vezes a verdade nua e sem rodeios pode magoar, mas você pode “esculpir” a sua verdade. Ao invés de dizer que seu colega de trabalho tem ideias de jerico, diga que ele tem ideias boas, mas aquela em especial pode não funcionar.

8. RESPIRE FUNDO

A respiração profunda é mais eficiente do que a respiração curta para dar uma revitalizada. Existe uma verdadeira fórmula médica, chamada de “4-7-8” para nos ensinar como respirar fundo: coloque a ponta da sua língua contra o céu da boca atrás dos dentes superiores e expire completamente pela boca, para produzir o som de uma lufada. Em seguida, feche a boca e inspire profundamente pelo nariz em quatro segundos, segure a respiração por sete, depois expire pela boca por oito segundos. Repita a operação pelo menos três vezes e procure sempre “levar o ar para a barriga” . Se você está estressado, é o melhor remédio: essa respiração profunda injeta mias oxigênio em suas células, reduz a frequência cardíaca, diminui a pressão sanguínea e melhora a circulação, resultando em um aumento de energia.

9. ORGANIZE SEU ESPAÇO

Seja seu quarto, seu escritório ou seu consultório, mantenha o espaço organizado. É muito mais estimulante trabalhar em um lugar limpo e arrumado, onde as coisas estão em ordem, do que no meio de uma bagunça. Cole frases com seus objetivos na parede, escreva no caderno, ponha na tela do fundo desktop, incentive-se! Essa frase pode ser algo simples e imediato como “quero terminar esse relatório ainda hoje”, ou algo mais sucinto e duradouro, como “estude!”. O importante é ter um estímulo visual.

10. COMBINE MÚSICA COM EXERCÍCIOS

Quando estiver correndo no parque ou fazendo polichinelos em casa, um ritmo frenético no fone de ouvido é realmente uma boa pedida. A maioria das academias pensa nisso, daí a escolha criteriosa para as Playlists que tocam no ambiente enquanto o pessoal está malhando. É claro que você não vai se exercitar ouvindo a marcha fúnebre; precisa ser um ritmo alegre, que te empurre para cima. Se quiser, pode estender o benefício da música animada para além dos exercícios, ouvindo no trabalho ou no estudo, desde que não tire a concentração.

11. TENTE TRANSFORMAR TUDO EM EXERCÍCIO

Todos sabem como é muito difícil para algumas pessoas tirar uma ou mias horas do seu dia para se dedicar ao exercício físico (que envolve não apenas o tempo da atividade em si, mas o deslocamento até o parque/academia, aquecimento, alongamento, etc.). Por isso, esteja sempre em movimento. No trabalho, dê periodicamente uma volta andando por onde puder. Mova os braços e pernas, interrompa o expediente por uns cinco minutos para se alongar um pouco. Mexa-se.

12. COMA CHOCOLATE ESCURO

Há uma lenda popular que alimentos ricos em açúcar fornecem uma carga contínua e inabalável de energia. Deve-se tomar cuidado com isso: o açúcar, por si só, abastece o corpo com energia instantânea, mas efêmera: você experimenta um pico de energia corporal que cai rapidamente. O chocolate escuro contém o estimulante teobromina, um alcaloide que demora a ser consumido pelo organismo, e fornece, portanto, uma energia mais duradoura.

13. MANTENHA-SE HIDRATADO

O cansaço precede a desidratação como a lua precede o sol. Não estar hidratado é uma porta para baixar o metabolismo rapidamente, o que faz sua energia ir lá para baixo. Mas para se hidratar não adianta ficar só na água; é preciso consumir potássio, que regula a circulação de líquidos no organismo. Água de coco, banana, abacate e batata, são recomendados para essa função.

Leia Mais

Aos 87 anos, aposentada maratonista faz aula de inglês no computador e cria perfil em rede social

Maria Correa Alves, de 87 anos, em meio aos jovens no computador Foto: Mazé Mixo
Maria Correa Alves, de 87 anos, em meio aos jovens no computador Foto: Mazé Mixo

Paolla Serra, no Extra

Maria Corrêa Alves acorda antes das 7h. Depois de checar os emails dos amigos e se atualizar no Facebook, ela alterna 15 tiros de corrida de 100 metros com outros 100 de caminhada na rua. Todas as quartas-feiras, faz curso de inglês numa sala multimídia através de videoconferência com uma professora americana. Uma rotina de tirar o fôlego de qualquer jovem. Mas, aos 87 anos, a aposentada ainda encontra tempo e disposição para fazer crochê e dar atenção a cinco filhos, 12 netos e seis bisnetos.

– Velho não pode esperar! – suspira a idosa, apaixonada pela correria do dia a dia.

Maria conta que sempregostou de atletismo, mas, quando casou, passou a se dedicar à casa e à família. Aos 60 anos, porém, ela correu a primeira maratona. De lá para cá, foram outras 29. No Rio. Em Blumenau. Em Nova York. No Chile. Na África do Sul. Na Finlândia.

– São 42 quilômetros e 185 metros – pontua ela, que já esteve entre as quatro corredoras mais idosas do mundo.

A paixão pela tecnologia chegou mais tarde. Recentemente, comprou um computador e se inscreveu nas redes sociais. Assim como ela, mais de 3,78 milhões de pessoas no Brasil com mais de 55 anos tinham um perfil no Facebook, há um ano, segundodados do próprio site. Hoje, esse número é bem maior:

– Eu sou antiga, mas não gosto de nada antigo.

Maria durante uma das maratonas que correu Foto: / Arquivo pessoal
Maria durante uma das maratonas que correu Foto: / Arquivo pessoal

Alfabetização

Maria faz cursos de informática na Nave do Conhecimento, em Padre Miguel. É lá também que estuda inglês, na turma da neta, a professora Paula Isidoro, de 30 anos. Nesse espaço da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia, além de Santa Cruz, Madureira e Irajá, há 527 frequentadores com mais de 70 anos, tendo 48 deles tem entre 81 e 90 anos. Eles participam de cursos que vão de alfabetização digital, tecnologia e empreendedorismo, edição de vídeos, além de acessar a internet.

– Venho todo dia a tarde para ver as notícias do Flamengo, falar com as pessoas e ainda me distrair. Essa novidade da computação é muito boa – elogia o guia turístico aposentado Luiz Marques, de 69 anos, assíduo nas máquinas da Nave.

Luiz Marques mostra seu perfil no Facebook Foto: / Mazé Mixo
Luiz Marques mostra seu perfil no Facebook Foto: / Mazé Mixo

Turismo virtual

Luiz Marques trabalhou com hotelaria por 45 anos. Passou pelas grandes redes de hotéis do Rio e por pousadas em Itatiaia. Aposentado, ele não quer saber de ficar parado. Há três meses, criou um perfil no Facebook e passa as tardes conectado – ou tentando se conectar – a cinco amigos na rede.

– Dos cinco, só conheço mesmo dois. Os outros eu vi a foto e cliquei, não sei nem quem são. Todo dia, eu tento falar com eles, mas não consigo. Não sei o defeito que está tendo – lamenta, sem perceber que a opção do bate-papo da página está desativada.

Pesquisa

De acordo com o IBGE, de 2005 a 2011, aumentou em 222,3% o contingente de brasileiros que, assim como José, com 50 anos ou mais, entraram na internet.

Leia Mais