Estudo mostra que maioria das pessoas escuta sempre as mesmas músicas

musicas

Iara Biderman, na Folha de S.Paulo

A opção de ouvir toda e qualquer música nova está a um toque na tela. E você vai sempre escolher aquelas mesmas velhas canções.

Quem crava qual será a sua seleção são os autores de um estudo feito na Universidade de Washington sobre o poder da familiaridade na escolha musical.

A pesquisa foi feita com mais de 900 universitários, autodeclarados apreciadores de novos sons. Pelo menos foi isso o que disseram em questionários prévios. Curiosamente, o lado B dos participantes apareceu quando foram confrontados com escolhas reais entre pares de músicas. A maioria optou por aquelas que tinha ouvido mais vezes.

Ouvir sempre a mesma música não é falta de opção ou imaginação. Segundo o coordenador do laboratório de neuromarketing da Fundação Getulio Vargas de São Paulo, Carlos Augustos Costa, é coisa da sua cabeça.

“O cérebro não gosta de nada complicado. Se você ouve um som novo, tem de parar para entender, mas se a música tem padrões familiares, é sopa no mel: você decide imediatamente ouvi-la.”

Familiar é um padrão musical que a pessoa sabe reconhecer ou um estilo associado a memórias positivas.

“A música que você já conhece tem um valor emocional enorme. Cada vez que você a ouve, a associa a uma sensação de prazer e, quanto mais ouve, mais reforça essa associação”, diz a neurocientista e colunista da Folha Suzana Herculano-Houzel.

O compositor Arrigo Barnabé, que desde a década de 1980 faz experimentações em música, diz ter a esperança que as novas plataformas ajudem a mudar o disco.

“Hoje, com a internet e o YouTube, vejo as pessoas mais interessados em ouvir novidades. Mas há a tendência de a pessoa buscar o conforto, o que já conhece bem.”

A causa do fenômeno é mais material do que neuroemocional, na opinião do pesquisador e crítico musical José Ramos Tinhorão.

“A produção de música popular obedece as regras do capitalismo, com uma grande quantidade de produtos iguais sendo jogada no mercado. Isso começa a cansar e as pessoas sentem saudades das músicas antigas”, afirma.

As músicas megarrepetidas nas rádios teriam então, segundo ele, efeito contrário. Mas não funciona assim.

“De tanto ouvirem, as pessoas acabam se familiarizando e não sabem mais se gostam ou não. Mas criam fidelidade”, diz Rifka Smith, diretora da Radiodelicatassen, empresa de planejamento de produtos radiofônicos.

A repetição funciona até um limite. Grande parte do prazer da música é a oportunidade que ela dá ao cérebro de antecipar como será a próxima frase musical, segundo Herculano-Houzel.

Na música conhecida, a pessoa antecipa o prazer e é recompensada ouvindo o que já esperava. Vai querer repetir a experiência. “Mas, quando o cérebro já tem a certeza absoluta do que virá, perde a graça”, diz a neurocientista.

É a brecha para seu cérebro ouvir algo de novo.

Mas o poder das velhas músicas continua, afirma o professor de marketing Morgan Ward, autor do estudo americano. “Quando as pessoas estão prontas para uma mudança, não querem uma revolução. A maioria dos novos estilos musicais é só uma atualização do que veio antes”, disse Ward à Folha.

Colaborou LUCAS NOBILE, de São Paulo

Leia Mais

Facebook começa a testar Trending Topics

O AllThingD noticiou a novidade ontem, contudo, foi só nesta quinta (7) que um porta-voz do Facebook confirmou a informação

Smartphone conectado ao Facebook: rede social informou ao site Mashable que está testando o recurso de Trending Topics
Smartphone conectado ao Facebook: rede social informou ao site Mashable que está testando o recurso de Trending Topics

Publicado originalmente no site da Exame

São Paulo – Quase dois meses após a chegada de hashtags ao Facebook, a rede social informou ao site Mashable que está testando o recurso de Trending Topics.

O AllThingD noticiou a novidade ontem, contudo, foi só nesta quinta (7) que um porta-voz do Facebook confirmou a informação.

Segundo comunicado emitido ao site, os testes estão sendo feitos na versão mobile, com uma pequena parcela dos usuários dos Estados Unidos.

Surgido no Twitter, o Trending Topics mostra os assuntos mais comentados de acordo com uma região do globo ou ainda, mundialmente.

No Facebook, uma pequena lista com três ou mais palavras-chaves é mostrada no feed do usuário.

Vale lembrar que essas não são as primeiras funcionalidades “emprestadas” do Twitter.

O Facebook também já utilizou a função “@” para menções, contas oficiais para personalidades e a opção de seguir pessoas.

Leia Mais

Filho de Mussum vai lançar a cerveja artesanal ‘Biritis’

O projeto é uma homenagem ao eterno personagem do seriado ‘Os Trapalhões’

Biritis será vendida em garrafas de 600 ml apenas em alguns bares de São Paulo e Rio de Janeiro (Divulgação)
Biritis será vendida em garrafas de 600 ml apenas em alguns bares de São Paulo e Rio de Janeiro (Divulgação)

Publicado na Veja on-line

Sandro Gomes, filho de Antonio Carlos Bernardes Gomes – o eterno personagem Mussum do seriado Os Trapalhões – vai lançar uma cerveja artesanal em homenagem ao pai. A bebida se chamará Biritis e será lançada no próximo dia 19, segundo informou o jornal O Estado de S. Paulo.

Apaixonado por cerveja, assim como o pai, Gomez criou a Biritis com a ajuda dos empreendedores Diogo Mello e Leonardo Costa. A cerveja, do tipo Vienna Lager, é o primeiro produto da cervejaria Brassaria Ampolis.

Inicialmente, a Biritis será vendida em garrafas de 600 ml apenas em alguns locais selecionados de São Paulo e Rio de Janeiro. A empresa pretende expandir de maneira cuidadosa, mas conserva a ideia de produzir 50 000 litros da bebida até o final do primeiro semestre de funcionamento.

Leia Mais

Prefeito no interior de SP renuncia para ‘não roubar’

Márcio Faber (PV), que deixou a Prefeitura de Paranapanema, no interior de SP
Márcio Faber (PV), que deixou a Prefeitura de Paranapanema, no interior de SP

Natália Cancian, na Folha de S.Paulo

Menos de oito meses após assumir o cargo, um prefeito do interior de São Paulo decidiu abrir mão do mandato. O motivo: descobriu que o salário era baixo demais em relação ao que ganhava como médico.

“Tinha dois rumos a seguir: ou voltava a trabalhar e ganhava meu dinheiro honestamente ou tirava da prefeitura”, disse Márcio Faber (PV) à TV Globo, após deixar o cargo de prefeito em Paranapanema (a 261 km de São Paulo).

Faber afirmou que o salário de R$ 5.800 não chegava a 20% do que recebia como médico, R$ 30 mil. Por isso, afirma, estava em dificuldades financeiras.

A Folha tentou entrar em contato com Faber ontem, mas foi informada que ele já havia voltado a atuar como médico e não poderia atender à reportagem.

O vice-prefeito Antonio Nakagawa (PV) disse ter sido pego de surpresa pela decisão. “Não imaginava, embora ele já comentasse que a situação não estava fácil”, disse.

“Foi o maior exemplo de hombridade. É um caso inédito no Brasil, alguém renunciar para não roubar”, disse.
Apesar das críticas, o agora ex-vice diz acreditar que a saída do prefeito não tenha contrariado eleitores. Mário Faber havia sido eleito em outubro com 55% dos votos.

De acordo com a Constituição, é vedada a acumulação remunerada de cargos públicos. “Mas nada impede que ele exerça a profissão no seu consultório”, diz Eduardo Pereira, presidente da Associação Brasileira de Municípios.

O novo prefeito diz que irá aceitar o salário. “Sou contador e aposentado, para mim é suficiente”, diz.

Leia Mais

Ex-Ronaldinha lança DVDs sobre sua história: ‘Prostituta nunca mais’

DVDs serão lançados durante evento em Peruíbe, no litoral de São Paulo.
Viviane Brunieri se envolveu com drogas e prostituição antes de conversão.

Ex-Ronaldinha Viviane Brunieri lança DVDs contando sua vida (Foto: Divulgação)
Ex-Ronaldinha Viviane Brunieri lança DVDs contando sua vida (Foto: Divulgação)

Ivair Vieira Jr, no G1

Viviane Brunieri, conhecida no Brasil e em muitos países por ter namorado o craque de futebol Ronaldo Nazário, hoje missionária evangélica, está prestes a lançar dois DVDs que contam toda sua história, desde a adolescência, quando começou a se envolver com drogas, prostituição, máfia japonesa e, posteriormente, com o mundo dos filmes adultos, até sua conversão. Atualmente, a ex-Ronaldinha usa sua experiência de vida como exemplo de superação para pregar e ensinar jovens atletas a não se envolverem com as chamadas marias-chuteiras.

Os dois DVDs, com os títulos “Prostituta nunca mais” e “Testemunho ex-Ronaldinha”, serão lançados oficialmente em uma livraria de Peruíbe, no litoral de São Paulo, na próxima semana. “Eles serão comercializados separadamente, mas no dia do lançamento, quem quiser levar os dois terá um desconto”, diz Viviane.

A ex-Ronaldinha explica que os DVDs são bem diferentes um do outro. “O primeiro, ‘Testemunho’, conta toda a minha trajetória, desde que saí de Peruíbe e fui para o Japão, aos 15 anos, minhas experiências com a prostituição, drogas, homossexualismo, meu envolvimento com o Ronaldo, os filmes pornôs, até minha conversão. É uma coisa que as pessoas cobravam muito, e que consegui trazer para o filme. O segundo, ‘Prostituta nunca mais’, é uma administração do Evangelho. É o primeiro de uma série de DVDs que pretendo lançar de três em três meses. Os próximos títulos devem ser ‘Lésbica nunca mais’ e ‘Drogada nunca mais’, todos baseados em passagens da Bíblia”, conta.

Em DVDs, ex-Ronaldinha fala sobre sua trajetória (Foto: Divulgação)
Em DVDs, ex-Ronaldinha fala sobre sua trajetória
(Foto: Divulgação)

Viviane não esconde a ansiedade pelo lançamento dos filmes. “É como ter um filho, estou até sentindo as dores do parto. É a mesma sensação de quando tive os meus filhos. Estou chorando há quatro dias seguidos, é um sonho realizado. Quando era mais nova, já era isso que eu queria, ficar conhecida, até por meio de um filme, mas com coisas boas. Só que, no meio do caminho, esse sonho foi roubado, então eu disse: ‘Já que não vou ter um filme, vou fazer um pornô mesmo’. Mas agora, através desses DVDs, vou fazer com que outras vidas sejam reparadas e que pessoas não sigam pelo caminho que segui quando eu era mais mais jovem. Os filmes são uma bomba para o inferno”, diz.

O lançamento dos DVDs acontece em Peruíbe, na Livraria Afinidades (Avenida São João, 458, loja 2), na próxima terça-feira (6), das 16h às 20h. “Não vai ser um simples lançamento, às 19h haverá um culto de Ação de Graças, de aproximadamente 30 minutos, em agradecimento à realização desse sonho”, conclui.

Viviane Brunieri usa experiência de vida para evangelizar (Foto: Ivair Vieira Jr/G1)
Viviane Brunieri usa experiência de vida para evangelizar (Foto: Ivair Vieira Jr/G1)

Leia Mais