Arquivo da tag: São Paulo

‘Vaquinha’ tenta ajudar serralheiro a repor Fusca incendiado em SP

356663-970x600-1

Publicado na Folha de S. Paulo

Duas “vaquinhas” estão sendo organizadas nas redes sociais para tentar comprar outro Fusca para o serralheiro Itamar Santos, 55, que teve seu carro ano 1979 destruído ao passar por um colchão em chamas, nos protestos de sábado, na rua da Consolação, centro de São Paulo.

“No começo, não quis saber disso, não” conta ele. “Mas meus amigos falaram que eu estava sendo bobo. E não queria passar por orgulhoso. Então, decidi aceitar.”

A “Vaquinha para restituição do Fusca queimado na manifestação contra a Copa” conta com 1.960 integrantes no Facebook. A ideia é arrecadar R$ 10 mil. Desses, R$ 7.500 seriam para comprar um Fusca. Os R$ 2.500, para cobrir o prejuízo pela falta do carro no trabalho.

Há outro link no site Vakinha, com o objetivo de arrecadar o mesmo valor.

Santos dava carona para duas mulheres, uma criança e outro homem, todos colegas de uma igreja evangélica do centro. Ninguém se feriu.

Droga da série de televisão ‘Breaking Bad’ se populariza em São Paulo

Morris Kachani na Folha de S.Paulo

Título original: Droga de ‘Breaking Bad’ se populariza

A metanfetamina, segunda droga sintética mais consumida na noite paulistana -atrás apenas do ecstasy-, está muito mais potente do que há três anos.

A constatação é do estudo coordenado por José Luiz da Costa, perito criminal da Superintendência da Polícia Técnico Científica de São Paulo, em parceria com a Fapesp.

Tendo como base o universo de apreensões no Estado, a pesquisa mostra que em 2011 e 2012 as amostras continham sempre uma mistura da droga, composta por dois isômeros (substâncias formadas pelos mesmos elementos, mas com estruturas diferentes) -”L” e “D”.

Nas amostras de 2013, porém, o isômero “D”, que é quase dez vezes mais potente que o “L”, aparece sozinho.

13341137

Debora Calemi, 23, estagiária de farmácia, manuseia amostras em um laboratório da Polícia Técnico Científica, em SP
Raquel Cunha/Folhapress

Com isso, efeitos como aumento da frequência respiratória e da atividade motora, vigília, diminuição do apetite, euforia e hipertermia, são muito mais intensos.

Essa nova variedade da droga remete ao seriado americano de televisão “Breaking Bad”, que encerrou sua quinta e última temporada em setembro deste ano.

O sucesso da metanfetamina produzida pelo protagonista Walter White, um professor de química, está justamente no fato de ele conseguir sintetizar uma versão “D” da droga muito pura, o que nenhum outro traficante da região consegue fazer.

“O detalhe é que essa droga praticamente não existia três anos atrás. O número de apreensões tem aumentado e a ‘qualidade’ tem melhorado com o passar dos anos”, afirma Costa.

Ele lembra que muitos comprimidos vendidos como ecstasy consistem na realidade em metanfetamina. Estudo divulgado pela Folha em 2012 mostrou que esse era o caso de 22% dos comprimidos apreendidos no Estado.

“Não existe controle sobre a composição destes comprimidos, podendo existir grande variação no que diz respeito à quantidade e ao tipo de princípio ativo”, diz Costa.

CONSUMO

Não há estatísticas precisas sobre consumo e apreensões. João Carlos Ambrosio, perito criminal da Polícia Federal, afirma que a maioria das drogas sintéticas apreendidas no Brasil é ecstasy e metanfetamina.

Segundo especialistas, a incidência do uso da droga em casas noturnas frequentadas pela classe média alta é maior -o comprimido custa de R$ 50 a R$ 100 e é tão procurado quanto o ecstasy.

O estudo sobre o perfil químico da droga é uma das mais importantes ferramentas da inteligência policial para o combate ao tráfico.

O perfil é elaborado a partir de informações sobre a composição das substâncias, o aspecto físico dos comprimidos e os reagentes utilizados na sua fabricação.

EFEITOS

Desenvolvida no início do século 20, a metanfetamina foi originalmente usada em descongestionantes nasais e em inaladores para brônquios. Até julho de 2012 era considerada lícita no Brasil.

Segundo Solange Nappo, professora de psicofarmacologia da Unifesp, a metanfetamina causa tanta dependência quanto a cocaína e pode provocar distúrbios de humor, psicose, diminuição da capacidade de concentração e comportamento violento.

Para efeito de comparação, usando a mesma dose de metanfetamina e de cocaína, a primeira causará efeito muito maior e mais duradouro.

A metanfetamina vendida em São Paulo é usada por via oral. Outros formatos da droga também podem ser fumados ou cheirados.

Decisão judicial obriga pais que optavam por homeopatia a vacinarem seus filhos

vacinasPublicado no Última Instância

Na última terça-feira (24\9), o MP-SP (Ministério Público de São Paulo), por meio da Promotoria da Infância e Juventude de Jacareí, obteve liminar da Justiça obrigando os pais de duas crianças a a encaminhá-los para vacinação gratuita. Os pais tratavam os filhos apenas com homeopatia e não permitiam que as crianças recebessem as vacinas disponibilizadas pelo poder público, alegando não acreditar na eficácia da imunização.

Segundo a sentença, os pais têm cinco dias para providenciar a vacinação obrigatória dos filhos. Em caso de descumprimento, foi fixada multa diária de um salário mínimo revertida para o fundo gerido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Se decorridos 10 dias sem que a sentença judicial seja cumprida, a Justiça determinou ainda a expedição de mandado de busca e apreensão das crianças, como medida protetiva, para encaminhamento dos meninos à Secretaria de Saúde para o recebimento das vacinas.

O procedimento teve início a partir de uma denúncia encaminhada ao MP pelo Conselho Tutelar de Jacareí. O órgão foi acionado pela diretora da escola municipal em que um dos filhos do casal estuda, ao constatar que o garoto não possuía carteira de vacinação.

Convocada ao Conselho e à Promotoria de Justiça para receber orientação sobre a obrigatoriedade e importância sobre a vacinação, a mãe das crianças afirmou não acreditar na eficácia das vacinas, alegando que o tratamento homeopático ministrado aos filhos é suficiente para a imunização, sem colocar a vida dos filhos em risco, no que teve a anuência do marido.

Ela ainda tentou argumentar que teria, supostamente, o respaldo médico para tal, de um homeopata e de um pneumologista. Mas os especialistas pediatras, por escrito, negaram veementemente terem contra-indicado a vacinação para os infantes.

Os argumentos da inicial, integralmente acolhidos, baseiam-se no direito individual de proteção integral da saúde da criança e também na repercussão da não vacinação na rede de saúde pública.

Descontrolada, médica rasga prontuário de menina em SP; veja vídeo

Publicado na Folha de S.Paulo

Uma pediatra foi afastada do trabalho após se recusar a atender duas crianças e rasgar o prontuário de uma delas na madrugada de sábado (21), no Hospital Geral da Vila Penteado, na zona norte de São Paulo. Um vídeo feito pelo pai de uma das pacientes mostra a ação.

Edinei Brandão de Souza, pai da menina de 4 anos, disse que a confusão começou porque a médica não quis atender uma outra criança que estava com uma infecção no ouvido. “Ela chegou a atender minha filha, viu que ela estava com 38,5º C de febre e recomendou uma medicação. Depois de se descontrolar e recusar atender a filha de uma outra mulher, começou a gritar e disse que o meu caso não era grave”, afirmou.

O pai da menina disse que aguardava em fila o atendimento da filha dele, que estava com dor de garganta, quando a médica falou que não atenderia a criança diagnosticada com infecção porque o caso não era grave. A mãe da criança saiu do hospital e disse que chamaria a polícia, quando foi acompanhada pela médica, que gritava com ela.

O homem começou a filmar e disse que os gritos estavam assustando sua filha. Enquanto filmava a ação, o homem pede com o barulho e também ameaça acionar a polícia, mas a profissional disse não se importar, pois já havia ido diversas vezes a delegacias.

Nas imagens, a mulher dá tapas em objetos de metal e chega a dizer que vai “quebrar o celular” do homem para que ele pare a gravação.

Segundo Brandão, a médica voltou atrás momentos depois e disse que atenderia a filha dele, mas em troca o homem deveria apagar os vídeos que ele fez no hospital. O homem recusou a proposta e acionou a Polícia Militar. A filha dele foi atendida por outro profissional depois de cerca de 15 minutos.

Em nota, a Secretaria Estadual da Saúde informou que foi aberta uma sindicância interna para apurar as circunstâncias do atendimento. A mulher poderá perder o cargo.

A secretaria disse ainda que o “Hospital Geral de Vila Penteado informa que todos os funcionários da unidade são orientados a tratar os pacientes com respeito e cordialidade. A direção da unidade considera inadmissível esse tipo de atitude antiprofissional, que desrespeita o paciente e os demais colegas de trabalho.”

Empresa de tendências indica as 20 profissões do futuro

0018jan5_0_9_720_471Publicado por Valor Econômico

SÃO PAULO  –  Segundo a empresa de tendências Sparks & Honey, podemos esquecer o modelo de carreira estável e linear. A ideia é que as profissões se tornem mais complexas, colaborativas e especializadas.

A companhia indicou uma lista de 20 carreiras que farão sucesso nos próximos anos. A maior parte delas são consultorias personalizadas ou que ajudam profissionais a se guiar no mundo virtual. Algumas já existem, mas terão uma demanda maior no futuro. Outras têm um grande potencial e ainda deverão ser criadas.

Veja a lista abaixo:

Conselheiro de produtividade: as pessoas precisarão de ajuda para melhorar a sua produtividade, combinando saúde, bem-estar, gestão do tempo e aconselhamento de carreira.

Curador digital: um especialista que recomenda e mantém seu rol de aplicativos, hardwares e softwares para melhorar sua vida pessoal e profissional.

Balanceador microbiológico: um especialista que avalia a composição microbiológica de um ambiente ou indivíduo.

Desorganizador corporativo: as empresas pedirão um organograma mais colaborativo, e será preciso que alguém embaralhe e quebre as hierarquias corporativas.

Tutor de curiosidade: um conselheiro que não só forneça inspiração e conteúdo para despertar a curiosidade, mas que ensine a arte da descoberta.

Especulador de moedas alternativas: as moedas virtuais estão ganhando força e isso é uma boa oportunidade para um especialista que se dedique a estudar esse mercado.

Pastor urbano: especialista em plantas criadas em jardins de pequena escala ou em áreas urbanas incomuns.

Faz-tudo 3D: um especialista em impressão 3D que fabrica tudo o que uma pessoa precisa.

Administrador de morte digital: alguém que cria, administra ou elimina dados após a morte de alguém.

Arquivista pessoal: na era da vida completamente documentada, haverá a necessidade de especialistas para organizar, catalogar e dar sentido aos conteúdos pessoais.

Especialista em desintoxicação digital: a internet estará em todos os lugares, e precisaremos de um profissional para nos ajudar a desintoxicar do mundo virtual e ter uma vida mais saudável.

Especialista em crowdfunding: alguém que entenda como promover e obter fundos para um projeto através de financiamento público.

Consultor de novas habilidades: esse profissional ajuda os clientes a desenvolver e adquirir novas habilidades para ocupar cargos inéditos nas empresas.

Personal trainer baseado em dados: um instrutor de saúde que não só recomenda dietas, mas também analisa os dados de rotina pessoal e aptidão para que o cliente tenha um melhor estilo de vida.

Cinegrafista de experiências: esse cinegrafista viverá experiências por outras pessoas e as gravará para os chamados “exploradores de sofá”.

Conselheiro de não escolaridade: esse profissional incentiva os alunos a invadir o mundo real e experimentar a vida, em vez de apenas buscar caminhos tradicionais de ensino.

Consultor de privacidade: esse especialista estudará vulnerabilidades de segurança em aspectos pessoais, físicos e virtuais.

Consultor de carreiras via Skype: consultores de carreira que preparam e ajudam profissionais por meio de entrevistas remotas ou vídeoconferências, com dicas de etiqueta, aparência e habilidades de conversação.

Agente de memes: assim como um agente de celebridades, esse profissional representará personalidades que se tornaram memes na internet.

Condutor de drones: a demanda por drones (aviões não tripulados) pedirá guias experientes.