Fé, lágrimas e utopia

Ed René Kivitz

Eu também tenho mais perguntas do que respostas. Mas das respostas já não faço questão. Madame Guyon disse que “se as respostas às perguntas da vida são absolutamente necessárias para você, então esqueça a viagem. Você nunca chegará lá, pois esta é uma viagem de incógnitas, de perguntas sem resposta, de enigmas, de coisas incompreensíveis e, principalmente, injustas”.

Andamos por fé. A fé não tem a ver com certezas, mas com confiança. Confiança em Deus, seu caráter justo, amoroso e bom. Jesus também fez uma pergunta e não obteve resposta. O que lhe doía não era a a falta de explicações, mas o desamparo.

No dia da tragédia não precisamos de respostas, precisamos de alguém. Deus é suficiente para compreender nossa perplexidade, assumir posição de réu sob nossas dúvidas, e sofrer o peso da nossa dor. Assim creram os antigos: Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na tribulação, pois nem a morte, pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Eu também choro. Sei que a vida continua, que não posso ficar preso ao passado, que devo levantar a cabeça e seguir em frente, que tenho ainda minha própria vida para viver… Mas antes preciso chorar. Preciso acolher meu sofrimento, dar a ele boas vindas, permitir que a tragédia faça seu caminho até o mais profundo do meu coração, fazer com que a dor traga de volta lembranças abafadas pela correria da vida, promova arrependimentos, desperte sonhos adormecidos, traga para a luz memórias de afeto e alegria.

Assim posso purgar tudo isso sem medo, vencer a escuridão com a coragem de chorar. Oferecer minhas lágrimas como a mais legítima das orações e o meu pranto como o mais sublime tributo de amor. Jesus também chorou diante da morte. Deus é suficiente para nos outorgar perdão, redimir palavras e gestos, recolher as palavras e gestos que jamais deveriam ter ganho concreção, e dar destino ao que ficou por dizer e fazer. Deus é bom e sabe amar, capaz de enxugar nossas lágrimas e dar sentido e significado ao nosso sofrimento. Assim creram os antigos: a tribulação produz.

Eu também fico indignado. Também não me conformo com os desmandos de um país que agoniza sob incompetências, negligências, imperícias, imprudências, e, principalmente, a corrupção sistêmica e a injustificada impunidade. Mas não vou permitir que isso me torne cínico e cético. Vou dar mais ouvidos aos idealistas, me agarrar às forças das utopias, me deixar levar nas asas da esperança.

Vou arregaçar as mangas, arar a terra e semear o solo regado com o sangue dos justos e inocentes. Vou repartir como meu próximo os frutos do meu sofrimento, compartilhar o labor com tantos irmãos que ainda não se curvaram diante da mediocridade, não se deixaram vencer pelas forças das trevas, e não se intimidaram face aos promotores e mantenedores da morte.

Jesus também sofreu, e não desistiu. Jesus também morreu. E sua ressurreição é não apenas convocação para a luta, mas garantia de vitória. Assim creram os antigos: eu sei que meu Redentor vive, e que por fim se levantará sobre a terra!

fonte: Blog do Ed René Kivitz

imagem via Facebook

Leia Mais

“Cristo tem um plano especial para os ricos”

Aposentada prega o evangelho há 17 dias no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre

A pernambucana Isaura Lopes tem 79 anos e há mais de 59 anos prega a Palavra de Deus em todo o país, 19 anos nos aeroportos.

Isaura está no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, com a missão de divulgar a palavra de Cristo, como ela mesma explica. Com duas malas, três mudas de roupa, um par de sapatos e a Bíblia, a pernambucana faz suas jornadas pelos aeroportos de capitais brasileiras que duram 20 dias.

“Desde julho de 1953. São 59 anos viajando de Norte a Sul do país a serviço de Cristo. Dezenove anos para cá dentro dos aeroportos porque Cristo tem um plano especial para os ricos. Renunciei a tudo da terra, todo conforto por amor a Jesus e por quem ele deu sua vida”, diz a aposentada.

dica do Obadias de Deus

Leia Mais

5 Fatos surpreendentes sobre o corpo humano

Gean Machado, no iMegin

Nosso corpo é capaz de fazer coisas incríveis. Aqui estão alguns fatos surpreendentes sobre seu corpo que você provavelmente não sabe ainda.

1. Cada quilo extra de peso obriga o organismo a formar cerca de 20 quilômetros de novos vasos sanguíneos

Uma vez que você saiba disso, não é difícil entender a ligação entre a obesidade e doenças cardíacas. A boa notícia é que a coisa funciona na direção oposta: se você perder um quilo de peso corporal, seu corpo vai absorver e bloquear os vasos sanguíneos que não são mais necessários.

2. Em algums momentos você provavelmente respira através de apenas uma narina

Isto é verdade para 85 por cento das pessoas. Respirando pela narina diferente tem efeitos diferentes sobre o corpo. Narina direita, por exemplo, aumenta o nível de glicose no sangue e faz você usar mais oxigênio, e também estimula o lado esquerdo do cérebro(lógico), enquanto a respiração através da narina esquerda estimula o lado direito do cérebro(criativo), que pode ser usado intencionalmente, se você precisar dele.

3. É saudável comer meleca

Muco nasal, filtros de poluentes do ar, foi considerado como não saudável para comer por um longo tempo. No entanto, estudos recentes mostram que ele realmente fortalece o sistema imunológico do corpo através da introdução de pequenas quantidades desses poluentes e treina o corpo para reconhecê-los e lutar contra eles. A maioria dos adultos consideram tal atividade nojento, mas todos nós já fazemos isso, inconscientemente, porque muito do muco nasal é dirigido de volta para a garganta, sem intensão de engoli-lo.

4. As mulheres podem ver mais cores do que os homens

Ao menos a metade das mulheres têm quatro tipos de receptores de cor ou idiopsines, em vez dos três habituais, como outras mulheres e homens. Quando eles olham para o arco-íris pessoas com três receptores pode ver sete cores do arco-íris, e as pessoas com quatro, pode ver cerca de 10 cores. O motivo é que os receptores para o vermelho e verde ligados aos cromossomos X (que apenas as fêmeas têm), sendo que para o azul está no cromossomo Y. Permite uma maior amplitude de visão de cores, e em um pequeno número de mulheres, há ainda um quinto receptor para cores. Por outro lado, a cegueira da cor é muito mais comum na população masculina.

5. Feridas cicatrizam mais facilmente quando polvilhadas com açúcar

Você sabe o que eles dizem sobre a ferida e o sal? Com açúcar é completamente outra história. Curandeiros africanos colocam cana esmagada sobre feridas à décadas o. O médico Mzers Miranda, que cresceu vendo o pai fazendo isso, ficou chocado quando viu que na medicina ocidental, não há tal prática. Ele realizou um estudo sobre um grande número de pacientes com lesões graves, úlceras e amputações, e descobriu que o açúcar alivia dor e mata as bactérias que podem retardar a cicatrização de feridas. O açúcar é higroscópico, o que significa que naturalmente absorve a água, o que é essencial para a sobrevivência das bactérias, e é muito mais barata do que os antibióticos modernos. Então, lembre-se de regar a sua ferida com açúcar antes de colocar um band-aid sobre isso na próxima vez.

Leia Mais