Arquivo da tag: sony

Sony anuncia nova linha Animalia, com produtos tecnológicos voltados para animais domésticos

cão1

publicado no TECNetc

A Sony anunciou hoje sua nova série de produtos voltados exclusivamente para animais domésticos. Chamada de Animalia, a linha trás diversos produtos especializados como TVs 4K para cães, fones de ouvido para gatos e auto-falantes para hamsters.

cão2

Tudo adaptado e montado especialmente para nossos fiéis companheiros.

Confira o vídeo de divulgação (inglês):

O primeiro de abril já passou, mas o post tá valendo :P

Sony lança óculos 3D para PS3 (e, sim, ele substitui a TV)

Caio Caprioli, no Papel Pop

Agora o barato ficou sério, galera! Sabe quando a gente era pequeno e via, em filmes, as pessoas jogando games com uns óculos futurísticos? A Sony foi lá e fez. A empresa anunciou um óculos 3D que permite que jogadores do PlayStation 3 visualizem o jogo no próprio gadget por meio de duas telas OLED. Ou seja: beijos, TV.

Personal 3D Viewer é equipado com um par de alto-falantes e dá a sensação de sr]e estar assistindo o jogo em uma TV de tela plana full HD. Gente do céu. O item só foi lançado nos EUA e na França por US$ 800. Vamos rezar para ele chegar ao Brasil logo, né?

Há 18 anos… 


A Nintendo teve essa ideia e lançou o Virtual Boy. O item foi o maior fracasso, cara. Por que? Bom, ele tinha um tripé, um controle remoto e mostrava gráficos de uma forma bem escrota (imagem abaixo). Veja bem: era 1995 e a tecnologia ainda não era moderna. O resultado era uma visão em vermelho e preto por um preço salgado, de quase US$ 200. Cada jogo custava US$ 40.

Pra piorar tudo, o item causava dores de cabeça e a própria Nintendo recomendava o uso de apenas 30 minutos, com intervalos de 15. Ou seja… AHHAHAHA!

Man, a animação

Publicado originalmente no Brasil Acadêmico

Animação mostra a relação do homem com o meio ambiente. A dança do consumo predatório ao som de In the Hall of the Mountain King, de Edvard Grieg.

Steve Cutts é um artista freelancer radicado em Londres especializado em animação.

Estudou Belas Artes na Farnham University e já fez trabalhos para clientes de peso como Coca-Cola, Toyota, Reebok, Sony PSP, The Guardian, Kelloggs e Philips, entre outros.

dica da Rudgy Figueiredo e do Israel Herison

Louca da Vila Olímpia era viral do canal Sony Brasil

A verdade sobre a Louca da Vila Olímpia
A verdade sobre a Louca da Vila Olímpia

Publicado originalmente no Adnews

A Louca da Vila Olímpia, como ficou conhecida a mulher que destruiu um automóvel localizado no bairro paulistano, era na verdade um viral do canal Sony. A revelação foi feita num vídeo postado no canal oficial do Youtube da emissora.

O vídeo original, filmado por um pedestre, mostrava uma ruiva destruindo um automóvel num aparente ataque de ciúmes. Na verdade, a ação foi feia para divulgar a segunda temporada da série “Revenge” (Vingança, em inglês) no Brasil.

A nova versão traz uma edição com as diversas filmagens feitas no dia da ocorrência e, além disso, termina com a seguinte mensagem: “Se sentiu enganado? Quer vingança? Aprenda assistindo a Revenge”.

A série em questão é estrelada pelas atrizes Madeleine Stowe e Emily VanCamp. A estreia da segunda temporada está marcada para o dia 9 de janeiro, às 22h.

Gospel ganha rede social com TV e VJs de Cristo

Apresentadora da LouveTV e cantora gospel Maressa no set de fimagem com o diretor David Almiron
x
Paula Reverbel, na Veja Online

Apesar do crescimento vivido pelo mercado de música gospel nos últimos anos, os videoclipes do gênero, até outubro, ainda não tinham um canal para chamar de seu. A veiculação de músicas evangélicas dividia o tempo de transmissão, tanto em canais como o Rede Gênesis quanto em sites como o New Gospel, com os cultos religiosos.

Foi de olho nisso que o publicitário e diretor de vídeo David Almiron resolveu criar a LouveTV, um canal gospel on-line integrado a uma rede social. A iniciativa se molda ao hábito dos jovens, que hoje vão ao Twitter comentar o que veem na TV e usam a internet para compartilhar fotos e ideias, além de responder à já tradicional questão feita pelas mídias sociais, “Em que você está pensando agora?”.

Na programação da LouveTV, estão músicos de diversos ritmos, do rock ao axé, e compositores de canções “com mensagens” – como são chamadas pelos crentes as letras de cunho religioso – de todas as Igrejas evangélicas. Na plateia, predominam jovens de doutrinas evangélicas, mas há também outros credos. Entre os cadastrados que forneceram sua religião, dado não obrigatório para a entrada no site, 79 se disseram católicos, um número pequeno mas suficiente para mostrar que o gospel pode arrebanhar fiéis também em outros templos.

Não que lhe falte potencial para movimentar cifras e audiência. Desde 10 de outubro, quando foi lançado, o canal recebeu mais de 300.000 visitas e quase 13.000 cadastros. O patamar é muito superior à meta que Almiron e seus sócios – o diretor de arte Lêka Coutinho, o fotógrafo Alberto Vilar, o diretor de informática Eduardo Rodrigues e o diretor financeiro Evandro Paiva – tinham para a fase beta do site. Nessa etapa, que é a atual, eles planejavam ter apenas 100 usuários para com eles testar tecnologias e resoluções para a transmissão de vídeos.

Os cinco sócios investiram cerca de 1 milhão de reais de recursos próprios para levar o projeto adiante, e vêm se desdobrando em jornadas duplas para pagar contas particulares enquanto o site não entra no azul. Lucro, só esperam para 2014, mas por ora comemoram outros ganhos. O LouveTV fechou parceria com todas as grandes gravadoras do ramo, como MK Music (sem ligação com Igrejas), Line Records (ligada à Universal do Reino de Deus) e Sony (major secular que este ano criou um selo para o segmento), para exibir videoclipes. E a multinacional convidou Almiron e seus sócios para um projeto que dará publicidade ao site, o Louve Acústico, ainda sem data.

O próximo passo do site, aliás, é esperar o público ganhar corpo para analisar dados de acesso e comportamento dos usuários e procurar anunciantes. A seleção das empresas seguirá os critérios editoriais do projeto: bebidas e cigarros, naturalmente, ficarão fora.