Conteúdo marcado como tempo

10 dicas para ter um cão feliz

10 dicas para ter um cão feliz
Como ter uma relação melhor com seu pet e deixá-lo ainda mais alegre Fernanda Fragata, na Época Quem tem um animal de estimação, quer o melhor para ele. Por isso, reunimos dez dicas valiosas para que seu cão seja muito feliz ao seu lado. Afinal, há sempre espaço para melhorias. 1 – Faça a escolha certa. Os cães requerem atenção, tempo e energia, por isso, se você não gosta de […]

Executivos da Lava Jato ficam em cubículos e até comem com as mãos

Executivos da Lava Jato ficam em cubículos e até comem com as mãos
Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo Assim que chegaram à custódia da Polícia Federal de Curitiba (PR), na manhã de 14 de novembro de 2014, uma sexta-feira, 23 empresários e executivos presos na sétima fase da Operação Lava-Jato foram acomodados em um auditório. O dia já tinha começado da pior maneira possível. Capturados em suas casas logo cedo, eles haviam embarcado em um avião que deu pane na viagem rumo […]

Lamentos, lágrimas e cinzas

Lamentos, lágrimas e cinzas
Ricardo Gondim Ezequiel, o profeta bíblico, comeu um livro repleto de lamentos, prantos e ais. Depois de encher a barriga, afirmou: Eu o comi, e na boca me era doce como mel. [3.3]. Como pode um livro de lamentos ser doce na boca de alguém? Muito estranho alguém gostar de prantear. Ezequiel precedeu a fala de Jesus: Felizes – bem-aventurados – o que choram porque eles serão consolados. Os que […]

O melhor das pequenas mudanças

O melhor das pequenas mudanças
Em 2015, dê uma chance para a sorte Cristiane Segatto, na Época Tudo o que desejo a você em 2015 é exatamente o que quero para mim: uma vida de mudanças. Não aquelas transformações mirabolantes planejadas a cada Reveillon e esquecidas na Quarta Feira de Cinzas. Penso nas mudanças miúdas, possíveis, ao alcance da mão. Que a gente possa realizar, em 2015, grandes mudanças a partir de pequenas ações. Se […]

Viver ou existir, eis a questão

Viver ou existir, eis a questão
Ricardo Gondim Minha sede se parece à da corça perdida, que suspira por um regato. Anseio viver. O passar do tempo impôs uma questão essencial: quando, finalmente, encontrarei coragem para embarcar na aventura de desdobrar a existência em vida? Viver e existir se diferenciaram qualitativamente. Existir cumpre a sina biológica de preencher a lacuna entre o nascer e o morrer. Viver confere significado ao tempo – àquele hífen que há […]