Conteúdo marcado como tempo

O melhor das pequenas mudanças

O melhor das pequenas mudanças
Em 2015, dê uma chance para a sorte Cristiane Segatto, na Época Tudo o que desejo a você em 2015 é exatamente o que quero para mim: uma vida de mudanças. Não aquelas transformações mirabolantes planejadas a cada Reveillon e esquecidas na Quarta Feira de Cinzas. Penso nas mudanças miúdas, possíveis, ao alcance da mão. Que a gente possa realizar, em 2015, grandes mudanças a partir de pequenas ações. Se […]

Viver ou existir, eis a questão

Viver ou existir, eis a questão
Ricardo Gondim Minha sede se parece à da corça perdida, que suspira por um regato. Anseio viver. O passar do tempo impôs uma questão essencial: quando, finalmente, encontrarei coragem para embarcar na aventura de desdobrar a existência em vida? Viver e existir se diferenciaram qualitativamente. Existir cumpre a sina biológica de preencher a lacuna entre o nascer e o morrer. Viver confere significado ao tempo – àquele hífen que há […]

Mulher de 101 anos vê mar pela primeira vez

Mulher de 101 anos vê mar pela primeira vez
Ruby Holt contou que nunca teve tempo ou dinheiro para visitar uma praia Publicado por BBC [via G1] A poucas semanas de completar 101 anos, a americana Ruby Holt viu o mar pela primeira vez na vida. Ruby passou a maior parte da vida em uma fazenda na zona rural do Tennessee onde colhia algodão. Ela disse que nunca teve tempo ou dinheiro para visitar uma praia. O asilo onde […]

Tristeza é emoção que demora mais tempo para passar, diz estudo

Tristeza é emoção que demora mais tempo para passar, diz estudo
Por Jairo Bouer, no UOL Uma pesquisa revela que a tristeza é a emoção que demora mais tempo para passar. A sensação que temos após o rompimento de um namoro ou a perda de um ente querido dura 240 vezes mais do que a vergonha, a surpresa ou o tédio, segundo pesquisadores da Universidade de Leuven, na Bélgica. Para chegar à conclusão, eles coletaram depoimentos de 233 estudantes universitários sobre […]

A arte de esquecer

A arte de esquecer
Pôr os sentimentos de lado é permitir que a vida prossiga Ivan Martins, na Época O livro mais triste que conheço sobre o amor se chama O legado de Eszter, do húngaro Sándor Márai. Quando o li, tive a sensação de que minha vida, como a da personagem, seria destruída pela esperança de um romance irrecuperável. Eszter espera pela visita do grande amor do passado, que a salvará de uma […]