Conteúdo marcado como Tom Fernandes

Quando morre o Amor

Quando morre o Amor
Por Tom Fernandes — Estamos aqui hoje para prestar as últimas homenagens ao Amor. Amor que, cremos todos, agora descansa em paz. Fechemos nossos olhos… — Com licença, Reputação. Gostaria de dizer umas últimas palavras. — Esperança, não é o protocolo. A Circunstância não me parece apropriada. — Eu faço questão, Reputação. Ninguém vai sentir mais falta do Amor do que eu e eu quero dizer umas poucas palavras. — […]

Tempos hipermodernos, velhos personagens

Tempos hipermodernos, velhos personagens
Tom Fernandes, no Pequenos Dramas Deve ser difícil a vida hoje para lobos bobos e ovelhas lelés. São personagens caricatos, de ingenuidade e esperteza também caricatas. São personas monocromáticas vivendo em um mundo em cores de alta fidelidade. Não deve ser fácil para os lobos bobos ter Reinaldo Azevedo como referência política e Olavo de Carvalho como livre pensador. Se bem que cultuar Zé Dirceu e Paulo Henrique Amorim como tais é prova de que […]

Uma grande pororoca

Uma grande pororoca
Héber Negrão, no Paralelo 10 Um dos fenômenos da natureza mais belos da região Norte do nosso país é a pororoca, também chamada de encontro das águas. A pororoca ocorre quando o rio se encontra com o mar ou quando as águas de dois rios se encontram. Às vezes, a Pororoca gera ondas grandes em extensão, outras vezes a beleza está em ver duas águas tão diferentes se encontrando sem […]

Dias em que me dou bom dia no espelho

Tom Fernandes, no Pequenos Dramas No mais dos dias me dou bom dia no espelho. Tem dias que gostaria de ser sábio como advogam os sábios à minha volta. Tem dias que gostaria de ter ouvidos para ouvir quem me adverte a “não ajudar escorpiões a atravessar o lago”. Tem dias que gostaria de ter ouvidos para ouvir quem me adverte a “não tirar o espinho da pata do leão […]

Pai, você é mesmo ateu?

Pai, você é mesmo ateu?
Tom Fernandes, no blog Pequenos Dramas Pai, você é mesmo ateu? A pergunta sai espremida no fim de um longo abraço de boa noite. Uai, Daniel, de onde vem essa pergunta agora? É? Eu? Não, não sou, mas de onde veio essa dúvida? O pai da Ana, ele disse umas semanas atrás que você era um bom homem, mas era uma pena ter virado ateu. O Rodrigo disse isso?, pergunta […]