Jovens americanas alegam ter o poder de curar pessoas possuídas por demônios

Trio anti-Harry Potter percorre os Estados Unidos praticando “exorcismo” em pessoas possuídas por “demônios sexualmente transmissíveis”

Trio anti-Harry Potter percorre os Estados Unidos praticando "exorcismo" em pessoas possuídas por "demônios sexualmente transmissíveis"
Trio anti-Harry Potter percorre os Estados Unidos praticando “exorcismo” em pessoas possuídas por “demônios sexualmente transmissíveis”

Publicado no Jovem Mix

Três garotas percorrem os EUA em nome de Jesus expulsando demônios dos corpos de pessoas condenadas pelas forças do mal. Poderia ser um spin-off de “Instrumentos Mortais” , nova saga teen onde Lily Collins interpreta uma caçadora de demônios em NY, mas é a história real de Brynne ,Tess e Savannah , as texanas conhecidas como “teenage exorcists” , ou exorcistas adolescentes.

Lideradas por Bob Larson , conhecido televangelista norte-americano e pai de Brynne, elas alegam ter desenvolvido uma habilidade de identificar (e curar, claro) pessoas possuídas.

Para isso, elas passam diariamente por um treinamento oferecido pelo reverendo, que diz já ter curado 15 mil pessoas dessas entidades em todo o mundo.

Reprodução: Anderson Cooper / Marie Claire / Vice
Reprodução: Anderson Cooper / Marie Claire / Vice

“As pupilas dilatam esporadicamente. Você olha nos olhos da pessoa, e depois do treinamento, você consegue ver o mal”, disse Tess, explicando o processo de se tornar uma exorcista, em entrevista ao talk show de Anderson Cooper , no último ano.

Um vídeo conhecido no YouTube mostra as “teenage exorcists” em sessão, expulsando um demônio chinês do corpo de uma mulher chamada Cynthia.

Quem tem medo de um dia acordar possuído, no entanto, pode dormir tranquilo: de acordo com o trio, o satanás não pode simplesmente entrar no corpo de qualquer pessoa. “Ele tem que ter o direito legal” para fazer isso, disse Brynne à revista “Vice”.

A filha do reverendo aponta que, para ser possuída por um demônio, a pessoa geramente sai debaixo do “guarda-chuva de proteção de Deus” e comete pecados como usar drogas, fazer sexo, fazer sexo com prostitutas ou até mesmo quando um indivíduo é abusado sexualmente. “Assim como você pega doenças sexualmente transmissíveis, você pode pegar demônios sexualmente transmissíveis.”

teenage-exorcists2

Xô, Harry Potter

Apesar dos supostos poderes sobrenaturais, elas condenam e passam bem longe de sagas fantásticas como “Harry Potter” ou “Crepúsculo”, já que estas seriam “instigadoras do mal”. Segundo Savannah, elas não têm tempo para essas coisas pois estão “muito ocupadas lutando contra o diabo.”

O, digamos, despertar do exorcismo para Brynne surgiu cedo, quando ela tinha 13 anos. A jovem conta que fez sua primeira “cura” em uma igreja na África durante um culto do pai para 3 mil pessoas. Já Tess começou aos 15, quando uma amiga estava dormindo em sua casa e reclamou de uma “severa dor de cabeça por nenhum motivo.” A amiga era uma garota cristã, mas que recentemente tinha saído do caminho de Jesus.

Desde que começaram a aparecer em programas de TV e em revistas, as “teenage exorcists” têm sido apontadas como uma fraude, principalmente por conta da maneira como elas se portam na frente das câmeras, sempre muito eloquentes e com um discurso bem ensaiado. Além disso, o trio está declaradamente procurando por uma emissora que tope produzir um reality show sobre elas.

Leia Mais

Amamentou em público e ganhou uma pizza

Publicado originalmente no Nerd Pai

Acreditem, mas existem muitos e muitos casos que mães, ao amamentar seus Jovens Padawans em público, recebem olhares de reprovação. Sim, as pessoas acham nojento e sem educação colocar o peito para fora e deixar que o moleque beba seu leitinho tranquilo.

Porém algo inusitado ocorreu em uma pizzaria nos Estados Unidos. Uma família, pai, mãe e um bebê, pediram uma pizza e a mãe aproveitou a espera e deu de mamar para o seu filho. Quando veio a conta, uma linda surpresa.


Amamentou-em-publico-e-ganhou-uma-pizza

Eu paguei uma de suas pizzas. Por favor, agradeça a sua esposa por amamentar

A garçonete da pizzaria PAGOU uma das pizzas e agradeceu o gesto da mãe, de amamentar o seu filho.

E a fé na humanidade é restaurada, não?

Quantas curtidas essa garçonete merece?

Confira AQUI o post que a mãe fez no Facebook.

amamentacao-rules

Leia Mais

Estrela da Morte vs U.S.S. Enterprise

Por Fábio Zonatto, no Blogs Pop

NDeathStarPriseAs duas naves mais respeitosas e famosas do universo nerd enfrentam-se finalmente!

Não é nada oficial, algo que tenha sido planejado pelos herdeiros de Gene Roddenberrye/ou George Lucas, mas neste vídeo muito bem bolado finalmente podemos ver o que aconteceria se as duas maiores estações espaciais do universo nerd se encontrassem para um tira-teima. E o resultado não deve agradar à todos, claro.

Para início de conversa, o confronto acontece em uma realidade paralela aqui na Terra mesmo. Porém nesta história, nosso planeta foi dominado e agora é controlado por nada menos que o Império de Darth Sidious e Lorde Darth Vader – temos Stormtroopers a fazerem o policiamento pelas ruas e naves imperiais a trafegarem livremente pelos céus. Tudo parece até tranquilo quando em São Francisco, nos EUA, um cinegrafista amador capta algo que nunca ninguém viu antes: uma enorme e estranha nave a trafegar pelo espaço aéreo da cidade.

Embora imediatamente a identifiquemos como sendo a famosa U.S.S. Enterprise, os civis não fazem ideia do que se trata. “Não parece ser japonesa!” um deles ainda observa comicamente.

A cidade é rapidamente colocada sob estado de alerta, um toque de recolher é dado pelo Império e os Troopers enxameiam pelas ruas. Situações extremas pedem medidas extremas: era chegada a hora de acionarem sua mais poderosa arma para rechaçarem os invasores: a Estrela da Morte!

Assista agora o vídeo da Machinima e acompanhe toda esta ação com seus próprios olhos:

Leia Mais

Eduardo Suplicy: “Não teriam levado meu celular se tivessem renda básica”

suplicy

Título original: Felicidade e susto na Virada Cultural

Eduardo Suplicy, na Folha de S.Paulo

Como muitos paulistanos, tive dificuldade de escolher entre as atrações a que gostaria de assistir no último final de semana, gratuitamente, na Virada Cultural. Fiquei contente que, por sugestão minha e de outros, o prefeito Fernando Haddad e o secretário da Cultura, Juca Ferreira, convidaram para se apresentar os Racionais.

Eu estava lá na praça da Sé, em 2007, quando por volta das 4 horas surgiram conflitos por causa da forma com que a PM tentou conter a superlotação no apresentação do grupo. Mesmo com o apelo de Mano Brown, não houve como parar a ação violenta da polícia. O show precisou ser interrompido.

Tendo assistido muitas vezes aos Racionais, eu tinha certeza de que eles poderiam cantar outra vez na Virada Cultural, num ambiente tranquilo, como aconteceu na praça Júlio Prestes, na tarde do último domingo, diante de uma multidão que se apertava por inúmeros quarteirões. Mano Brown falou com a sua costumeira assertividade: “Eu vim ontem à noite na Virada e vi muita covardia. Todo mundo fala da polícia, do sistema, mas vi vários manos se desrespeitando, se roubando, se saqueando. O rap precisa de caráter, não de malandragem”.

Eu tinha passado por um susto. No sábado, vindo de Ribeirão Preto, fui direto à praça Júlio Prestes para assistir aos shows de Daniela Mercury e Gal Costa. Fui em direção ao palco em que Daniela cantava. Foi difícil atravessar a multidão. A cada passo, eu era parado para tirar fotos, abraçado e beijado. Até recebi um pedido de casamento de uma bonita moça, mas eu disse que já estava comprometido. Por fim, consegui chegar à grade junto ao palco.

Subi ao camarim, sendo recebida por Daniela, que foi supersimpática e agradeceu-me pelo pronunciamento que fiz, em abril, no qual enalteci a sua coragem e respeito pelos seres humanos. Ao dar-lhe um abraço, entretanto, notei que a minha carteira e o meu celular já não estavam comigo, que alguém os havia furtado. Ela então me levou ao palco de onde acabara de se despedir do público, superaplaudida, e fez um apelo para que devolvessem os documentos. Reforcei o pedido. Instantes depois, um rapaz os trouxe. Fiquei ainda para assistir ao formidável show de Gal Costa.

No domingo à tarde, lá voltei para assistir aos Racionais. Estava ainda mais cheio. Muita tranquilidade, o povo cantando o rap. Ali estavam Haddad e Juca Ferreira, também para cumprimentar Mano Brown, Ice Blue, Edy Rock e KL Jay.

O prefeito me disse que, se já tivesse implantado a renda básica de cidadania, muito provavelmente não teriam levado a carteira e o celular. Sim, tenho a convicção de que quando todos tiverem o direito a uma renda suficiente para suprir suas necessidades vitais será muito menor a incidência de delitos dessa natureza.

Na segunda-feira, ao registrar a ocorrência, fui informado de que houve um grande número de pessoas vítimas de pequenos furtos.

Para a próxima Virada Cultural, será bom haver maior precaução, organização e entrosamento entre a Secretaria da Segurança e a prefeitura. Será importante que São Paulo tenha cada vez mais uma Virada tão especial pela qualidade artística como a deste final de semana.

Em que pesem os episódios de violência, há um extraordinário mérito em se proporcionar a milhões de pessoas a possibilidade de assistir gratuitamente a mais de 900 espetáculos de tão boa qualidade.

Leia Mais

PSC vai se reunir para discutir sobre vídeo divulgado pelo pastor Feliciano

Líder do partido na Câmara disse que legenda discorda da iniciativa.
Sigla, no entanto, descarta a possibilidade de o deputado paulista renunciar.

O deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), durante primeira reunião em que presidiu a Comissão de Direitos Humanos (Foto: José Cruz/ABr)
O deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), durante primeira reunião em que presidiu a Comissão de Direitos Humanos (Foto: José Cruz/ABr)

Fabiano Costa, no G1

O líder do PSC na Câmara, deputado André Moura (SE), afirmou nesta terça-feira (19) que sua bancada irá se reunir nesta tarde para discutir sobre o vídeo divulgado na internet pelo presidente da Comissão de Direitos Humanos, Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), que ataca opositores políticos e lideranças do movimento pelo fim da homofobia. Segundo Moura, o partido discorda da iniciativa do pastor paulista, que, na avaliação dele, mantém a tensão em torno do colegiado voltado para as minorias.

“Já orientamos ele [Feliciano], e vamos reafirmar essa posição, de que agora é o momento de ele divulgar ações positivas, não de estar divulgando posicionamento de que não vai renunciar. Não concordamos com isso. É o momento de produzir e prestar contas à sociedade”, criticou o líder do PSC.

Intitulado “Marco Feliciano renuncia”, o vídeo questionado pelo PSC foi postado nesta segunda (18) na conta do pastor no microblog Twitter. Com imagens de protestos contra o deputado e sessões da comissão, a narração do filme fala que a comissão sempre foi presidida por “simpatizantes de movimentos homossexuais” que fazem “discursos políticos inflamados contra cristãos”. O vídeo qualifica como “rituais macabros” os protestos contrários a Feliciano.Ao final, o vídeo diz que Feliciano decidiu “renunciar, renunciar sua privacidade, renunciar noites de paz e sono tranquilo, renunciar momentos preciosos com a própria família, a fim de não renunciar à Comissão de Direitos Humanos, para que a sua família seja preservada” e convoca os telespectadores a renunciarem também.

Mesmo pressionado por movimentos sociais e parlamentares, André Moura reafirmou nesta terça que o PSC continuará defendendo a permanência de Feliciano no comando do colegiado de direitos humanos. De acordo com ele, neste momento, não há a possibilidade de o pastor de São Paulo renunciar ao cargo.

“Vamos discutir essa situação com ele [o vídeo postado no Youtube]. Nós entendemos que agora é um momento de distensionar, de produzir para a comissão. O pastor Marco Feliciano tem uma responsabilidade muito grande. No meu entendimento, muito maior do que a dos outros presidentes que já passaram por ali. Toda a opinião pública e toda a imprensa vão estar acompanhando cada passo dele”, analisou Moura.

Histórico de polêmicas
O pastor Marco Feliciano causou polêmica, em 2011, ao fazer declarações polêmicas em redes sociais sobre o continente africano e homossexuais. “Sobre o continente africano repousa a maldição do paganismo, ocultismo, misérias, doenças oriundas de lá: ebola, Aids, fome…”, escreveu o parlamentar na ocasião.

Pastor da igreja “Tempo de Avivamento”, Feliciano é alvo de dois processos no Supremo Tribunal Federal (STF): um inquérito que o acusa de homofobia e uma ação penal na qual é denunciado por estelionato. A defesa do parlamentar nega as duas acusações.

Desde que o deputado do PSC foi indicado para a presidência da Comissão de Direitos Humanos, tradicional palco de defesa das minorias do país, integrantes de movimentos sociais passaram a reivindicar que ele renuncie ao cargo. Na estreia de Feliciano no comando do colegiado, na última quarta (13), houve um embate entre militantes de direitos humanos e fiéis de igrejas pentecostais.

Leia Mais