Arquivo da tag: tv

Avanço da Universal tira força de rivais na televisão

Por Ricardo Mendonça, na Folha de S. Paulo

A inauguração de um enorme templo em São Paulo no fim do mês, com a possível presença da presidente Dilma Rousseff e outras autoridades, não é a única marca da atual ofensiva da Igreja Universal do Reino de Deus sobre seus concorrentes.

Duas operações comerciais recentes tratadas com muito mais discrição pela igreja provocam reviravolta na geopolítica das neopentecostais.

Há poucos dias, a Universal alugou 22 horas diárias da grade da TV CNT, rede paranaense controlada pela família Martinez (do ex-deputado José Carlos Martinez, presidente do PTB morto em 2003).

Com isso, tirou da emissora o concorrente Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, e o programa “Vitória em Cristo”, veiculado há 32 anos na CNT por Silas Malafaia, de um ramo da Assembleia de Deus.

O arrendamento da CNT foi a segunda manobra do tipo patrocinada pela igreja de Edir Macedo. No fim de 2013, em negociação com a família Saad, da Bandeirantes, a Universal já havia alugado toda a grade disponível do Canal 21 (UHF), que desde 2008 era 100% ocupada pela Mundial.

1419878

No meio evangélico, essas operações chamaram a atenção menos pela ampliação da capacidade de exposição da Universal e mais pelo encolhimento dos concorrentes.

A Universal já aluga fatias diárias da Bandeirantes, da Rede TV! e da Record, esta última de sua propriedade. Com 100% da CNT e do Canal 21, a igreja praticamente monopolizou os quinhões disponíveis para pregação religiosa em rede nacional.

O expurgo de Valdemiro e Malafaia de seus principais púlpitos eletrônicos tem ainda um reflexo político.

Em 2010, quando o tema do aborto ganhou destaque na eleição presidencial, eles foram os dois neopentecostais que apareceram na propaganda do então candidato José Serra (PSDB), principal rival de Dilma.

Neste ano, com o candidato Pastor Everaldo (PSC) concentrando apoios evangélicos, a Universal poderá ficar como a única neopentecostal relevante a apoiar a petista.

Para o sociólogo Ricardo Bitun, o estrangulamento promovido pela Universal é o capítulo recente mais importante da disputa entre igrejas. “A concorrência entre elas é fortíssima, com consultores auxiliando cada uma dessas operações e milhões de reais envolvidos”, diz.

As partes não comentam, mas no mercado circula a informação de que a Mundial teria perdido o Canal 21 após acumular R$ 21 milhões em dívidas com a família Saad.

Valdemiro estaria agora prestes a fazer o arrendamento integral da canal 32 UHF (antiga MTV), que em dezembro foi vendido pela Editora Abril para o Grupo Spring –o dono do grupo não foi encontrado para comentar. Nesta quarta (16), cultos da igreja já eram exibidos no canal.

O troca-troca de emissoras nem sempre é tratado de forma diplomática no meio.

Alguns anos atrás, quando R. R. Soares (Igreja Internacional da Graça) desalojou Valdemiro de um horário na Band, o líder da Mundial o acusou de falsidade e chegou a chamá-lo de racista. Disse que Soares só se referia a ele como “o bispo preto”.

Em 2012, foi a vez de Valdemiro ser mostrado como vilão. Ao perder um horário para a Mundial, Malafaia o acusou de ser dissimulado e desleal.

A Universal evita esse tipo de embate. Por escrito, afirmou que “os meios de comunicação podem e devem ser utilizados como canais evangelísticos, com o intuito de levar uma palavra de vida e fé”. Agora, o único que oferece um pouco de concorrência à Universal em rede nacional é Soares, na Rede TV! e na Band.

14164762

Dez espadas famosas de filmes, games e séries

img-1024136-galerias-espadas-abre

Publicado na Rolling Stone

Excalibur, Agulha , Ferroada… Algumas espadas são tão importantes no contexto em que estão inseridas que se tornam, basicamente, personagens de filmes, séries e videogames. Elas têm personalidade, vontade própria e, acima de tudo, são vitais para o andamento das histórias. Veja dez exemplos de espadas que marcaram a história do entretenimento.

img-1024123-galeria-espadas-excalibur

A Excalibur era de vital importância para Uther Pendragon. Quem conseguisse tirar a espada, encravada em uma rocha, seria nomeado o herdeiro do trono, ou seja, futuro rei. O escolhido pela arma foi Arthur, retratado em filmes como A Espada Era a Lei, Rei Arthur e até na comédia Monty Python em Busca do Cálice Sagrado.

img-1024125-galeria-espadas-agulha

A Agulha foi um presente de despedida de Jon Snow à sua irmã Arya, que iria para Porto Real com o pai. Inicialmente, a arma era ridicularizada por alguns personagens de Game of Thrones. Contudo, após o treinamento de Arya com o espadachim Syrio Forel, o objeto deixou de ser tão “inofensivo”.

img-1024126-galeria-espadas-harry-potter

Só um verdadeiro membro da Grifinória pode retirar a espada de Godric Gryffindor do chapéu Seletor. É o que acontece com Harry Potter em A Câmara Secreta e Neville Longbottom em As Relíquias da Morte: Parte 2. Em ambos os filmes da cinessérie, a arma foi usada para executar cobras – no segundo longa, o basilisco, e no oitavo, Nagini, o “bichinho de estimação” de Voldemort.

img-1024127-galeria-espadas-ferroada

A Ferroada foi fabricada por elfos na Primeira Era. O apelido, contudo, foi dado por Bilbo Bolseiro, que a encontrou em uma caverna em O Hobbit: Uma Jornada Inesperada. Posteriormente, Bilbo passou a arma para Frodo, em O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel. A grande vantagem de Ferroada é que ela irradia uma luz azul quando os monstruosos “orcs” se aproximam.

img-1024128-galeria-espadas-zelda

A Espada Mestra é a única arma capaz de derrotar Ganon, em A Lenda de Zelda. Ela pode ser encontrada em diferentes locais em cada episódio – o único game em que ela não aparece é Majora’s Mask. Lembre-se: “A Espada Mestra cuja lâmina sagrada o mal nunca irá tocar.”

img-1024129-galeria-espadas-vorpal

A Vorpal foi citada inicialmente no poema “Jabberwocky”, escrito por Lewis Carroll, que conta a história de um garoto que vai à caça de um monstro e retorna vitorioso após cortar sua cabeça com a espada. Em seguida, a arma foi inserida no RPG Dungeons & Dragons. Na adaptação de Tim Burton de Alice no País das Maravilhas, a protagonista também usa a Vorpal para derrotar o Jabberwocky.

img-1024130-galeria-espadas-bride

A Katana de Beatrix Kiddo, a.k.a. The Bride, foi forjada por Hattori Hanzo em Kill Bill, mestre que convenceu a personagem a deixar a aposentadoria. O objetivo principal de The Bride era matar Bill, mas ela acabou assassinando muitas – mas muitas – pessoas no caminho.

img-1024131-galeria-espadas-sabre-de-luz

Bem, os Sabres de Luz não são bem espadas – há fãs de Star Wars que odeiam que eles sejam associados à arma. Contudo, são utilizados pelas duas ordens mais importantes da cinessérie: Os Siths (com objetivo de agressão e tortura física) e os Jedis (que os enxergam como uma forma de defesa e conexão com a Força).

img-1024132-galeria-espadas-espada-justiceira

A Espada Justiceira é absolutamente vital para os ThunderCats, felinos sobreviventes do ataque dos mutantes Plun-Darr ao planeta natal deles, conhecido como Thundera. E é justamente o Olho Místico de Thundera, incrustado na empunhadura da arma, a fonte do poder de Lion-O, Cheetara, Panthro, Tygra, WilyKit, WilyKat e Snarf.

img-1024135-galeria-espadas-batleth

A bat’leth foi criada inicialmente por Dan Curry, produtor de efeitos especiais da franquia Stark Trek. A arma tem quatro punhos, enquanto sua lâmina é equipada com quatro pontas. Réplicas da espada estão disponíveis para venda. Contudo, existe um largo debate sobre a criminalização da bat’leth, já que ela foi usada por criminosos para cometer assassinatos.

Cerca de 40% dos homens preferem futebol na TV a sexo na cama, diz pesquisa

Cerca de 27% dos entrevistados revelaram que pensam em futebol durante a relação sexual

sexotvWendy Candido, no Virgula

A Copa do Mundo não é a responsável por apenas piorar o trânsito, mas também por desacelerar a vida sexual das pessoas. Pelo menos é o que concluiu a pesquisa da 72 Point, que conversou com 2 mil homens do Reino Unido e descobriu que 42% deles recusariam sexo para ver futebol na televisão.

Há também aqueles que preferem dividir as atividades: cerca de 37% dos entrevistados revelaram que fariam sexo se pudessem deixar uma televisão ligada durante a partida; e ainda assim, 27% deles declararam que pensam em futebol durante a relação sexual.

A pesquisa, divulgada pelo Daily Mail, também fez uma lista com as dez justificativas mais comuns para que os homens recusem sexo. Confira a lista abaixo:

  1. “Quero assistir ao jogo de futebol”
  2. “Estou com dor nas costas”
  3. “Estou muito cansado”
  4. “Estou com dor de cabeça”
  5. “Tenho trabalhado até tarde”
  6. “Tenho trabalho a fazer”
  7. “Estou muito bêbado”
  8. “Podemos fazer isso depois?”
  9. “Eu não me sinto bem”
  10. “Tenho que acordar cedo amanhã”

Elenco de ‘Blossom’ se reúne após 20 anos

20140617143706wxvzL7KR5A

 

Publicado no TV Fama

O elenco da série de televisão ‘Blossom‘, que fez muito sucesso nos Estados Unidos e também no Brasil na década de 1990, se reuniu para uma maratona especial da atração em um canal de televisão norte-americano.

Mayim Bialik - que atualmente está no seriado ‘The Big Bang Theory’ – Joey Lawrence, Michael Stoyanov e Jenna von Oÿ voltaram a se encontrar e, para registrar o momento histórico, posaram juntos em uma foto publicada posteriormente no Twitter.

Com cinco temporadas, ‘Blossom’ foi ao ar de 1991 a 1995 e está prestes a completar 20 anos de sua última exibição. No Brasil, a série começou a ser exibida em 1997.

20140617143800mhPLthABiX

Pesquisa: ter televisão no quarto melhora a vida sexual

Cena de 'Sex and the City' / Divulgação

Cena de ‘Sex and the City’ / Divulgação

Fernando Moreira, no Page not Found

Uma recente pesquisa revelou que casais que têm uma televisão no quarto tem vida sexual mais intensa que aqueles que não possuem. Pelo menos, no Reino Unido.

A pesquisa com 2.431 britânicos feita pela Voucher Codes Pro, empresa de ofertas on-line, apontou que 2/3 dos entrevistados acreditam ter uma vida sexual mais movimentada e saudável porque têm o aparelho de TV no quarto. Destes, 50% afirmaram que o motivo é simples: eles podem fazer sexo e assistir aos programas preferidos ao mesmo tempo. Mais: 37% usam a tevê para se estimular assistindo a filmes eróticos.

Por outro lado, 26% dos entrevistados disseram não ter uma televisão na alcova porque ela arruinaria o sexo.

A pesquisa não revelou se o número de polegadas do aparelho tem algum peso sobre a intensidade sexual.