Jovem é ameaçada após fazer vídeo com gato sendo jogado pela janela

Caso ocorreu no dia 19 de agosto em Diadema, no ABC.
‘Vai, Alice! Vai, Alice! Tchau!’, diz adolescente, ao empurrar o animal.

Página no Facebook com ameaças à adolescente foi criada (foto: Reprodução/Facebook)
Página no Facebook com ameaças à adolescente foi criada (foto: Reprodução/Facebook)

Publicado no G1

Uma adolescente de Diadema, no ABC, está recebendo ameaças de internautas depois de supostamente ter postado vídeo nas redes sociais no qual aparece empurrando um gato da janela de um apartamento no 14º andar de um edifício. O caso teria ocorrido em 19 de agosto, quando o vídeo começou a ser distribuído por meio do WhatsApp e caiu na internet.

Na imagem, a jovem filma a gata, chamada Alice, antes de empurrá-la pela janela. Em seguida, ela diz: “Vai, Alice! Vai, Alice! Tchau!”. Depois, empurra o bichano, mas não consegue filmar a queda nem o impacto do animal no chão.

Horas antes, a adolescente teria escrito na conta dela do WhatsApp: “Amo mortadela, enquanto você lia, um gato saiu voando pela janela”. No dia seguinte, a jovem abriu um perfil no Twitter e passou a retuitar os comentários sobre o vídeo. Posteriormente, ela postou: “NINGUÉM sabe o que eu passei”. Na última mensagem, ela diz apenas “ADEUS”.

Revoltados com o vídeo, um grupo criou uma página no Facebook com uma comunidade intitulada “Não adianta se esconder, vamos te jogar pela janela”, com uma foto da adolescente. Até a noite desta quarta-feira, a página havia recebido 2.719 curtidas.

O perfil da jovem no Facebook foi deletado. O G1 tentou contato por telefone com a adolescente, mas ela não atendeu as ligações nem retornou os recados deixados na caixa postal.

Vídeo mostra gata chamada Alice sendo jogada de prédio em Diadema, no ABC (foto: Reprodução/internet)
Vídeo mostra gata chamada Alice sendo jogada de prédio em Diadema, no ABC (foto: Reprodução/internet)

Leia Mais

Menino pula de alegria por vencer leucemia (vídeo)

 

Publicado no Extra

Avery Harriman é um garoto de sete anos que está vencendo a leucemia pela terceira vez. O vídeo com o anúncio dos médicos que o menino poderia finalmente sair do hospital, após 23 dias de quimioterapia intensa, foi compartilhado na última quarta-feira e já bateu mais de 40 mil acessos no Youtube.

O pai do menino disse que, no entanto, o pequeno Avery não vai ficar muito tempo longe do hospital. Em entrevista para a CBS Sports.com, Chris Harriman, assistente do treinador da equipe de basquete Nebraska Huskers, explicou que na próxima semana Avery fará exames para ver como a doença está de comportando. Se o câncer não estiver mais dando sinais de atividade, o menino poderá passar por um transplante de medula. Se não, ele volta para a quimioterapia.

BuTjkFHCMAATQig

A medula que pode ser recebida pelo menino deve ser doada por Andrew Cussen, um estranho da Califórnia que, tocado pela campanha iniciada pela família, fez em 2013 a primeira doação. Segundo Chris, Andrew está disposto a ajudar Avery mais uma vez, se for necessário.

BvG-lzZCUAIYpbx

Avery está lutando contra a leucemia desde 2008, quando tinha apenas dois anos de idade. O câncer teve uma remissão, mas voltou em outubro de 2012 e, depois, em julho de 2014. A família lançou uma campanha #AveryStrong para sensibilizar as pessoas para a doação de medula óssea e atualizar sobre os progressos do menino.

Leia Mais