Arquivo da tag: Vídeo

Tatiele Polyana comete gafe e Faustão se irrita com ex-BBB

Publicado no Terra

Tatiele Polyana participou do Domingão do Faustão, neste domingo (30), e opinou sobre sua eliminação no BBB 14. Ao falar sobre os planos para o futuro, cometeu uma gafe que desagradou Fausto Silva. “Tenho recebido bastante propostas de trabalho. Vou trabalhar bastante. Mas, se nada der certo, viro bailarina”, disse.

“Mas você já está velha para isso. Para ser bailarina, precisa começar desde cedo. Olha, não é assim, não. As bailarinas tem que estudar bastante. Fala aí, Carol Nakamura, conta para ela”, disse. “É. Poxa, Poly! Eu tinha dito que gostava tanto de você. A gente estuda muito, ensaia muito. Para se formar, são nove anos”, disse. “Não, eu sei. Mas eu estudei. Fiz jazz e tal”, tentou consertar a moça.

Assim que Tatiele deixou o palco, ele disse: “ela pode estar nervosa, mas ser bailarina não é mole, não”, afirmou. Depois de apresentar um quadro de merchandasing, Faustão voltou no assunto, ainda inconformado.”Aí a outra vem aqui e fala das bailarinas. Elas dançam 4 horas e ensaiam 5 dias por semana”, completou.

Burrice

Durante sua participação, um rapaz da plateia questionou se Tatiele não se incomodou com a fama de “loira burra” com que ficou, devido aos seus constantes erros de português no reality show.

“Não me considero burra. É só o meu português que não é correto. Sou brincalhona, não tentei disfarçar. Uma hora as máscaras caem. Eu não ia dar uma de intelectual, se não sou. Se quiser me chamar de burra, que chame. Pra mim, indiferente”, disse.

faustaotatieledica do Weuller Rogerio

Vídeo revela participação de pastores em negociatas políticas em Campo Grande

título original: Bomba: Vídeo prova golpe contra Alcides Bernal

Fabiano Portilho, no Portal I9

Está circulando pela internet vídeo com gravações de agosto de 2013, onde há diálogos comprovando a cooptação de membros do Poder Judiciário e de Vereadores para simularem um processo de cassação contra o Prefeito Alcides Bernal, que rompeu a hegemonia do PMDB em Mato Grosso do Sul e comprometeu o sistema de financiamento de campanha do PMDB.

O golpe teria sido financiado por empreiteiras e parceiros comerciais do Governador André Puccinelli e Nelson Trad, que estavam insatisfeitos com sindicâncias e auditorias abertas por Alcides Bernal para evitar que os cofres públicos fossem saqueados por contratos ilegais.

Um dos contratos, do lixo, que beneficia empreiteira de familiar do ex-Prefeito Nelson Trad, já havia sido declarado ilegal pelo Poder Judiciário e teve seus pagamentos suspensos por Bernal.

pastores2No dia seguinte ao golpe político em Campo Grande, todos os contratos sob suspeita foram pagos pelo atual Prefeito Gilmar Olarte, inclusive o da máfia do lixo, o que resultou em mais de R$ 180 milhões de reais em prejuízos aos cofres públicos em somente cinco dias de governo.

No dia seguinte ao golpe político, o Prefeito Gilmar Olarte entrou com recurso para manter os contratos do lixo e tentar adiar o cumprimento da decisão que os considerou fraudulentos.

Alcides Bernal, em apenas um ano, somente deixando de pagar contratos fraudulentos e suspeitos, economizou R$ 600 milhões de reais, que estavam no caixa da Prefeitura no dia do golpe e que estão sendo dissipados poucos dias pelo Prefeito Gilmar Olarte e seus parceiros.

No dia seguinte ao golpe, as secretarias e demais cargos do Poder Executivo de Campo Grande foram loteados entre os vereadores e autoridades, inclusive dois filhos de Desembargadores, que sustentaram o golpe através da simulação de um processo fraudulento de cassação.

O processo de cassação é tão fraudulento, que a mesma acusação foi apreciada e julgada pelo Poder Judiciário, que julgou não haver qualquer simples indício de irregularidade praticada.

O Prefeito Alcides Bernal acredita que o Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul irá rapidamente restabelecer a ordem democrática em Campo Grande e contém qualquer tipo de iniciativa mais drástica que poderia expor ou desprestigiar o Estado de Mato Grosso do Sul a nível nacional, em especial pela posição já demonstrada pelo TJMS de reconhecimento de flagrantes ilegalidades e nulidades no processo político simulada pelos Vereadores da Capital.

pastores3dica do Joserrí De Joana Darc

Segundo a IstoÉ, o vídeo acima foi produzido por Alcides Bernal,  prefeito cassado. No lugar dele, assumiu Gilmar Olarte, ex-vereador e pastor de uma igreja da cidade.

Guerra política a parte (a matéria acima nada tem de reportagem e apresenta uma visão parcial da história), dá engulhos ouvir a desfaçatez e a falta de escrúpulos do pastor ao relatar seu envolvimento no esquema. 

‘Não como e não durmo mais’, diz jovem torturada por mais de 6 horas

Ela teve o cabelo cortado e levou socos; agressões foram parar na internet.
Jovem e amigos teriam armado para torturar vítima que é de Suzano.

Vídeo de adolescente de Suzano sendo espancada foi parar no YouTube (foto: Reprodução/YouTube)

Vídeo de adolescente de Suzano sendo espancada foi parar no YouTube (foto: Reprodução/YouTube)

Carolina Paes, no G1

Após ter ficado seis horas e meia sendo torturada por uma jovem, a adolescente de 15 anos, moradora de Suzano (SP), diz que sua vida acabou depois da agressão. “Eu não durmo, não como e nem saio para ir à escola. Ela [agressora] destruiu com a minha adolescência”, declarou a vítima.

A agressão foi na última sexta-feira (21) em uma rua deserta perto da estação de trem, em Guaianazes, na Zona Leste de São Paulo. A adolescente foi torturada por uma garota que foi ajudada por outros dois jovens. A vítima foi acusada de “talaricar” (paquerar alguém que é comprometido na gíria popular) o namorado dela. Os momentos de tortura foram registrados e divulgados no YouTube, mas as imagens foram retiradas nesta sexta-feira (28) horas depois da reportagem ser publicada pelo G1.

Durante a entrevista, a adolescente lembra as horas que ficou refém dos jovens. “Foi o pior dia da minha vida. Eles me ameaçavam e diziam que se eu contasse para alguém iam me matar”. Além de ter sofrido agressões psicológicas, a vítima teve o cabelo cortado com uma tesoura e ainda levou vários socos no rosto. Ela diz que ficou sabendo do vídeo pela mãe quando estava na casa de uma amiga. “Minha mãe me ligou várias vezes e quando atendi me contou do vídeo. Foi só aí que falei da tortura. Quando vi o vídeo entrei em desespero. Não acreditava no que estava acontecendo. Ela [agressora] acabou com a minha imagem”, declara.

A mãe da vítima, que preferiu não se identificar, em entrevista ao G1 nesta sexta (28)  afirmou que só ficou sabendo das agressões sofridas pela filha depois que as imagens começaram a ser compartilhadas nas redes sociais. “É torturante ver esse vídeo. Minha filha não teve chance de defesa. Ela ainda é ameaçada nas redes sociais por essa menina e as amigas. Quero que peguem essa covarde”.

Um boletim de ocorrência foi feito na Delegacia da Mulher de Itaquera. A menina de 15 anos também passou por exame de corpo de delito. Por conta da repercussão na internet, a adolescente afirma já ter virado motivo de piadas. “Não vou para escola e tenho vergonha de sair de casa. Tem gente que é solidário, mas outras ficam me zuando”.

O Conselho Tutelar de Suzano informou que recebeu na noite de quinta-feira (27) uma denúncia do caso vinda de uma mulher que teve acesso ao vídeo pelas redes sociais. Porém, como ainda não foi acionado pela família da vítima, aguarda o contato para poder dar o apoio psicológico para adolescente.

Agressão
Para atrair a vítima até o local da agressão, a jovem mandou mensagem dizendo que precisava da ajuda da adolescente para desmascarar o namorado, que mentia sobre o fato de estar solteiro. “Confiei nela e fui para gente conversar e desmascará-lo”, conta a vítima.

A vítima saiu de casa por volta das 16h sem dizer para a mãe onde ia. Ao chegar na estação de trem de Guaianazes, em São Paulo, ela foi surpreendida pela agressora “Só ela me batia. Os outros dois rapazes ficavam incentivando e filmavam. Eu já conhecia há algum tempo o namorado dela [agressora], mas quando ele voltou a namorar eu apaguei ele do Face. De uns dia para cá ele me procurou de novo, disse que eu estava bonita e que estava solteiro. Começamos a conversar.”

Com ciúmes, a agressora teria visto as mensagens da vítima no celular do namorado e ficado enfurecida com a possível traição. “Eu não tinha noção do mostro que ela [agressora] era e nem que era tão covarde”, diz. “Quando me prendeu ela só dizia que queria que eu falasse que eu não ia ficar com ele.”

A vítima ainda diz que é ameaçada pela agressora. “Depois que apanhei ela me obrigou a manter segredo. Se não fizesse isso disse que ia me matar. Até hoje, ela e as amigas ficam me mandando mensagem de ameaças no celular e na internet. Falam que vão raspar todo o meu cabelo e me cortar.”

Pai Nosso dos Mártires

Belíssima canção em memória dos mártires do nosso tempo. “Pai Nosso dos Mártires” é de autoria do Pe. Verbita Cirineu Kuhn. Aqui a canção é interpretada por Turcão e Regina Antonelli (na época vocalistas do grupo Tarancón).

Pai nosso, dos pobres marginalizados
Pai nosso, dos mártires, dos torturados
Teu nome é santificado naqueles que morrem defendendo a vida,
Teu nome é glorificado, quando a justiça é nossa medida
Teu reino é de liberdade, de fraternidade, paz e comunhão
Maldita toda a violência que devora a vida pela repressão

Queremos fazer Tua vontade, és o verdadeiro Deus libertador
Não vamos seguir as doutrinas corrompidas pelo poder opressor
Pedimos-Te o pão da vida, o pão da segurança, o pão das multidões
O pão que traz humanidade, que constrói o homem em vez de canhões

Perdoa-nos quando por medo ficamos calados diante da morte
Perdoa e destrói os reinos em que a corrupção é a lei mais forte
Protege-nos da crueldade, do esquadrão da morte, dos prevalecidos
Pai nosso revolucionário, parceiro dos pobres, Deus dos oprimidos
Pai nosso, revolucionário, parceiro dos pobres, Deus dos oprimidos

Pai nosso, dos pobres marginalizados
Pai nosso, dos mártires, dos torturados

dica do Douglas Rezende

Voo vontra o câncer

É impossível não derramar uma lágrima…

Publicado por Marili Ribeiro

Manoela, quatro anos e meio, acordou levemente mal-humorada e disse para a mãe, Gisela Moreira Martins Campolina, que sua perna estava quebrada. Estranhando o comentário, já que a menina não tinha nada visível ou palpável e nem havia tomando qualquer tombo, a mãe acariciou-lhe a cabeça e aconselhou que fosse brincar. Começava ali, faz alguns meses, uma fase dura na vida das duas. Bem dura. A sensação de “perna quebrada” tinha nome: sarcoma de Ewing, um tumor ósseo maligno que atinge principalmente crianças na primeira década de vida. Uma doença com alto risco de metástase e, nesse quadro, chances mais limitadas de sobrevida. Quando Manoela foi diagnosticada, um dos pulmões também estava comprometido.

No vídeo acima, produzido pela agência WMcCann, Manoela havia chegado há menos de um mês para tratamento no Hospital de Câncer de Barretos (HCB), vinda de Belo Horizonte (MG). Tinha ainda seus longos cabeços pretos, como pode ser visto nos créditos finais da filmagem com esse simpático avião da solidariedade, confeccionado em papelão e graça num hangar do velho Aeroporto Chafei Amsei, em Barretos, a 440 km da capital.

A cidade foi escolhida pela mãe de Manoela – agora carequinha, frágil e abatida – para tentar fazê-la superar o pesado tratamento que se dá com remoção cirúrgica, quimioterapia e radioterapia. “Era o único hospital no Brasil que oferecia um tratamento gratuito com médicos intensivistas, o que é essencial, porque o paciente infantil fica muito debilitado”, explica Gisele, sem qualquer expressão no olhar. Eu, engolindo em seco, pergunto sobre as expectativas. Ela se limita a acrescentar: “Larguei tudo em Belô e me mudei para cá. Sempre vivi do meu trabalho como fotógrafa e designer… Então, minha vida parou. Não quero imaginar como seria sem esse hospital”.

Os dramas individuais dos pequenos pacientes do HCB, que agradecem à criação de uma linha aérea para Barretos em mais uma etapa da campanha desenvolvida há quase um ano pela WMcCann, interferiram muito pouco no dia gravação. Eles encararam a tarefa com afinco e até como diversão. Afinal, tudo rolou em clima de brincadeira e deixou-os longe da difícil rotina hospitalar, ainda que por algumas horas.

A dupla de publicitários da agência, Rodrigo Guimarães e Bruno Guimarães Silva, que respondeu pela criação da campanha não esconde que se emocionou. E muito. “Um dia antes, uma equipe treinou as falas com as crianças selecionadas entre as que apresentaram mais condições de colaborar”, conta Rodrigo. “ Chegamos para gravar e eles foram fantásticos! Erraram pouquíssimo, e, por isso mesmo, resolvemos deixar os pequenos deslizes. Foi um dia gratificante. O Ricardo ‘Gordo’ Carvalho (diretor especializado em filmes publicitários com crianças da produtora Conspiração Filmes) ficou tão sensibilizado que disse querer empreender uma ajuda mais efetiva para crianças com câncer”. O HCB atende 300 novos casos de cânceres infantis por ano. No Brasil, eles somam 12 mil.

voo-barretos-cc3a2ncer-wNo último sábado (22/03/2014), Washington Olivetto, chairman da WMcCann e responsável por encampar a campanha de criação de um voo regular para a cidade de Barretos para atender a demanda de todos pacientes do HCB (além das crianças há adultos), levou o filho Theo para visitar as instalações do hospital. Não é exatamente um passeio agradável, mas o menino de menos de dez anos acompanhou atento e em silêncio.

O lado bom da visita é que o que o diretor-geral do hospital Henrique Prata apresenta é bom de ver. É um Brasil que dá certo. Um hospital oncológico moderno que dispõe do maior banco de células cancerígenas do País. Faz quase quatro mil atendimentos por dia, de gente que vem de 1.541 municípios de 27 estados. Quase a totalidade dos atendimentos é via SUS. O governo entra com R$ 15 milhões por mês. O hospital gasta R$ 23 milhões para manter a sofisticada estrutura com 260 médicos que trabalham em tempo integral, além de mais de três mil colaboradores. A diferença, de R$ 8 milhões para fechar a conta, depende de doações. Prata não tem vergonha de correr atrás. Foi assim que chegou em Olivetto e contou com a contribuição para a campanha pela modernização do aeroporto e autorização para liberação de linha aérea regular no município.

A campanha http://www.voocontraocancer.com.br fez com que mais de 252 mil pessoas reservassem assentos num avião virtual. Ação que causou impacto com milhões de compartilhamentos nas redes sociais. Tanto que o governo federal se comprometeu a investir no abandonado aeroporto de Barretos. E, melhor, a Passaredo Linhas Aéreas, que levou Olivetto e seus convidados para a visita ao HCB, já entregou sua carta de intenção para operar voos regulares para a cidade. A doença é cruel e a solidariedade alivia. Que seja constante.