Arquivo da tag: Vista

“Entre a cruz e o arco-íris”: novo livro de Marília César mostra a complexa relação dos cristãos com a homoafetividade

Entre a cruz_1609_ricardo.inddComo alguém que é homossexual pode expressar sua fé cristã publicamente?
Seria esse um direito negado a quem não é heterossexual?

É a homoafetividade um pecado sem perdão, e que exclui da religião todos os que são assim? Existiria “cura”? Como as igrejas tratam os gays?

De questionamentos como esses nasceu este livro, uma reportagem contundente e abrangente sobre a complexa relação entre os cristãos, especialmente os evangélicos, e a homossexualidade.

Em um tom jornalístico fluido e investigativo, a jornalista Marília de Camargo César traz à tona fatos e informações a partir de pesquisas sólidas em fontes históricas, nas quais procura a origem do pensamento de exclusão social e religiosa dos homossexuais pelos cristãos.

Além disso, evidencia sentimentos e opiniões sobre o tema por meio de dezenas de entrevistas com religiosos, pastores, gays, ex-gays, ex-ex-gays, familiares, historiadores, teólogos, psicólogos, sociólogos e especialistas da área médica e das ciências humanas.

O resultado é um mosaico de histórias profundamente humanas, que mostram, além de argumentos e discussões em torno de questões polêmicas, muitos conflitos e atitudes causadoras de sofrimento.

É a riqueza de pontos de vista, no entanto, que lança mais luz à questão: leituras fundamentalistas do livro sagrado, leituras mais liberais da chamada teologia inclusiva, relatos de gays ateus, posturas dos que optaram pela castidade para professar sua religião e opiniões de quem entende que fé tem pouco a ver com orientação sexual.

A dúvida que pode emergir de uma discussão assim talvez consiga romper a casca rígida das certezas cristalizadas e definitivas e origine uma nova visão de mundo com menos dor e mais humanidade.

Quem faz sexo regularmente parece ser mais jovem, diz especialista

Vida sexual ativa traz vantagens para saúde, que são ainda maiores na terceira idade, revela pesquisador britânico

Casal na cama: pesquisa indica que sexo regular faz bem para saúde

Casal na cama: pesquisa indica que sexo regular faz bem para saúde

Publicado originalmente em O Globo

RIO – Ter uma vida sexual saudável é um dos segredos para manter uma aparência mais jovem, diz David Weeks, ex-chefe de psicologia da terceira idade do Royal Edinburgh Hospital, no Reino Unido. De acordo com ele, fazer sexo causa uma série de benefícios para saúde, que são ainda mais importantes para os que estão em idade mais avançada, como a redução do risco de morte prematura.

Em palestra na Sociedade Britânica de Psicologia nesta sexta-feira, Weeks vai mostrar os resultados de sua pesquisa. Analisando voluntários com idade entre 40 e 50 anos, os que pareciam ser mais jovens disseram ter uma vida sexual ativa: praticavam sexo três vezes por semana.

Além de deixar as pessoas com aparência entre cinco e sete anos mais nova, fazer sexo provoca a liberação de endorfina, que causa uma sensação de prazer, age como um analgésico natural, reduz a ansiedade e melhora o sono. A atividade sexual aumenta a circulação, fazendo bem para o coração, e estimula a produção de hormônios que deixam a pele mais elástica.

Para o especialista, a satisfação sexual está entre os maiores fatores para a qualidade de vida. Por causa de tantos benefícios, Weeks afirma que praticar sexo é bom e deveria ser mais incentivado. “A sexualidade não deve ser vista como prerrogativa de jovens”, afirmou ao jornal britânco “Telegraph”.

Bandeira com 349 m e 5 toneladas bate recorde na Romênia

Peça com 226 m de altura precisou ser fotografada do alto. Mais de 200 pessoas foram necessárias para posicionar o tecido.

Levando uma bandeira da Romênia em versão menor à mão, grupo ajuda a esticar a nova maior bandeira do mundo, em Clinceli, perto de Bucareste (Foto: Bogdan Cristel/Pool/Reuters)

Levando uma bandeira da Romênia em versão menor à mão, grupo ajuda a esticar a nova maior bandeira do mundo, em Clinceli, perto de Bucareste (Foto: Bogdan Cristel/Pool/Reuters)

publicado no G1

Na região sul de Bucarest, capital da Romênia, uma bandeira nacional entrou para o Guinness como a maior do mundo, e precisou ser fotografada do alto para caber na imagem.

O pendão possui 349 m de comprimento por 226 m de altura, três vezes o tamanho de um campo de futebol, e foram necessárias mais de 200 pessoas para estender a bandeira de cinco toneladas, em um processo que levou horas para ser concluído.

Bandeira gigante é vista do alto em campo na Romênia. Pendão de 398 m entrou para o Guinness como a maior do mundo (Foto: Bogdan Cristel/Pool/AP)

Bandeira gigante é vista do alto em campo na Romênia. Pendão de 398 m entrou para o Guinness como a maior do mundo (Foto: Bogdan Cristel/Pool/AP)

Cerca de 200 pessoas foram necessárias para carregar e posicionar a bandeira com mais de toneladas (Foto: Bogdan Cristel/Pool/AP)

Cerca de 200 pessoas foram necessárias para carregar e posicionar a bandeira com mais de toneladas (Foto: Bogdan Cristel/Pool/AP)

 

Feliciano quer liberação para tratar menstruação como se fosse doença

O pastor foi ainda mais longe e disse que absorventes não são cura, são paliativos, o melhor é realmente deixar as mulheres isoladas e usá-las apenas na época da procriação.

Foto: Alexandra Martins / Agência Câmara

Foto: Alexandra Martins / Agência Câmara

Publicado impagavelmente no Sensacionalista

Marco Feliciano uma vez mais desperta polêmica. Após querer tratar a homossexualidade como doença, ele agora disse que quer que a menstruação também seja vista como uma enfermidade. Segundo o pastor: O livro de Levítico é bem claro quanto a enfermidade “a mulher deveria ficar separada por causa da sua imundície  por 7 dias”.  A prova mais concreta que temos disso é que mulheres que trabalham juntas, convivem juntas, geralmente menstruam na mesma época, isso se caracteriza como uma epidemia de menstruação. Em Brasília, por exemplo, a Dilma fica sempre menstruada junto com as senadoras.

O pastor foi ainda mais longe e disse que absorventes não são cura, são paliativos, o melhor é realmente deixar as mulheres isoladas e usá-las apenas na época da procriação. O movimento feminista imediatamente reagiu e ameaçou borrifar água no cabelo com chapinha do pastor. Marco Feliciano é conhecido também porque, seguindo a Bíblia, proibiu que sua esposa emitisse opiniões no culto e só entrasse na igreja de véu.

Vinícius Antunes

 

As falsas prioridades da Igreja Evangélica Brasileira

Feliciano saiu pelos fundos da igreja em Salvador para fugir de protesto e do assédio da imprensa (foto: Fernando Amorim | Ag. A TARDE)

Feliciano saiu pelos fundos da igreja em Salvador para fugir de protesto e do assédio da imprensa (foto: Fernando Amorim | Ag. A TARDE)

André Tadeu de Oliveira, no Facebook

Já cansou! Não quero analisar aspectos biológicos, psicológicos, sociológicos, antropológicos e teológicos da sexualidade humana. O tema é complexo demais e não tenho tempo para tal tarefa.

Apenas quero dizer algo: parte da igreja evangélica brasileira perdeu seu foco! E falo justamente de seu segmento mais engajado e militante. Tempo e dinheiro são jogados na lata do lixo a fim de impor uma agenda sexualizante no discurso cristão.

É claro que a Bíblia fala – e muito- sobre sexo. Mas o texto sagrado não possui uma visão única sobre o assunto, tampouco faz do sexo seu assunto primordial.

Mas essa parcela da igreja converteu a temática sexual, em sua forma mais repressora, como tema principal de sua agenda.

Não escuto mais pregações sobre o Cristo Salvador, Graça Salvadora, Pecado (na sua concepção integral), arrependimento, amor ao próximo e etc… Tudo virou sexo!

Não vejo comportamento profético diante das mazelas sociais que mantém o Brasil como um dos países mais injustos do mundo! Os profetas do AT, Jesus Cristo e os cristãos primitivos não se calaram diante da injustiça.

Agora, há um detalhe curioso. Parte dessa igreja bitolada na questão sexual, desejando impor seu padrão de “santidade”, é a mesma que, doutrinariamente, resvala na heresia! É o caso do senhor Marco Feliciano. Já ouviram suas pregações? Já leram algum artigo doutrinário de sua autoria? Tenho certeza que o citado pastor não poderia ser considerado um cristão ortodoxo, haja vista sua visão doutrinária baseada em aberrações como: teologia da prosperidade, confissão positiva, maldições hereditárias e etc…

Mas, estranhamente, o dito pastor se converteu em herói para cristãos fundamentalistas que se consideram “ortodoxos”. Mas a suposta ortodoxia dos fãs de Feliciano não passaria em uma sabatina teológica realmente séria.

Esta é a igreja que perdeu seu foco!