Facebook já é a segunda maior empresa de compartilhamento de vídeos

Publicado originalmente em Techrunch [via Proxxima]

Título original: Vídeos: Facebook atrás do Youtube

Quando falamos em vídeo logo pensamos em YouTube, mas fique atento que o Facebook já é a segunda maior página de compartilhamento de vídeos da internet nos Estados Unidos. Segundo pesquisa da comScore, mais de 184 milhões de usuários assistiram a 36,9 bilhões de filmagens online pela rede social.

O YouTube registrou 157 milhões de visualizações únicas em julho. Completam o ranking dos cinco primeiros o Facebook com 53 milhões, o Yahoo com 49, a Vevo com 45 e a Microsoft com 43 milhões. Em relação a anúncios em vídeos, o Google lidera com 1,5 bilhões durante o mês de julho. O Hulu vem atrás, com 1,2 bilhões e o Adap.tv tem 1,1 bilhões.

Leia Mais

Paciente com câncer posta vídeo de despedida emocionante no YouTube

Aline Carvalhal, no TechTudo

Eric McLean passou os últimos três anos documentando sua luta contra o câncer no canal do YouTube “Donate2LIFE”. Na última terça-feira (14), ele postou seu vídeo final. O americano de 28 anos revelou que não há nada que os médicos possam fazer para salvá-lo.

Eric McLean luta contra o câncer há três anos
(Foto: Reprodução/YouTube)

“Nós tivemos péssimas notícias na semana passada e não há nada que possamos fazer”, disse, no começo do vídeo intitulado “Eric’s Confession Final” ou Confissão Final de Eric, gravado no quintal da casa dos pais. “Noventa e seis por cento do meu sistema nervoso é cancerígeno e meu nervo ciático está sendo tão massacrado pelo câncer que eu estou sentindo a pior dor que vocês podem imaginar.”

A série de videos “Eric’s Confessions” surgiu no YouTube em 24 de junho de 2009, quando, também no quintal da casa dos pais, Eric revelou que tinha leucemia e teria que ser submetido a um tratamento para combater a doença.

Desde então, Eric gravou 108 vídeos com temáticas abrangendo a evolução da doença, sua trajetória pessoal e a esperança que sentia. McLean deixará seus pais, irmãos, e uma irmã, assim como sua esposa Cari, com quem casou recentemente.

“Meu médico disse que eu venci. Ele disse que eu venci. Eu tenho que acreditar. Não havia mais nada que eu pudesse ter feito. Eu lutei até o fim. Eu nunca disse não.”, desabafou. “Com isso, eu digo tchau pela última vez. Eu amo vocês. Obrigado e espero que vocês tenham vidas longas e felizes”, completou.

Confira o vídeo final de Eric abaixo:

Leia Mais

6 pontos importantes para criar um viral

Traduzido por Felipe Nogs, da Forbes.

Eu nunca curti muito essa história de “tantos passos para criar tal coisa” ou “9 dicas para se obter sucesso com a internet”, sempre achei uma furada, porém, decidi nomear esse post dessa maneira para que você não pensasse que isso é uma fórmula pronta, que é só aplicá-la e funcionará. Nada é tão simples, principalmente se tratando de pessoas e internet. Mas, baseado na entrevista que a agência Mekanism concedeu a Forbes, vamos levantar aqui 6 pontos importantes que poderá te ajudar a fazer seu vídeo ir além de “um vídeo legal” e se tornar um verdadeiro vídeo viral.

Acredito ser importante lembrar que, com mais de 4 bilhões de acessos diários, a oportunidade da exposição através do Youtube é imensa. Porém, não é porque simplesmente seu vídeo está no Youtube e você acreditar que o conteúdo é muito legal, significa que você vai capturar o tipo de atenção que deseja.

Precisamos recordar que no Youtube são enviados 60 horas de vídeo em cada minuto onde mais de 4 bilhões de vídeos são visto por dia. Também que mais de 3 bilhões de horas de vídeo são assistidas a cada mês e obteve em 2011, 1 trilhão de visualizações. Fica a dúvida: como se destacar no meio de tanto conteúdo? Vamos ao ponto – na minha opinião – mais interessante dos 6:

1 – Crie doces com remédio

Segundo a Mekanism, a filosofia chamada “Doce com Remédios”, faz com que a recepção da mensagem seja maior quando aliada ao entretenimento. Por isso primeiro a pessoa recebe o “doce” – entretenimento – e em seguida vem a mensagem que você deseja passar .
“O desafio era fazer algo que promovesse a ASPCA e fizesse as pessoas sorrirem. Animais são divertidos. É possível encontrar milhares de vídeos de animais no Youtube com milhares de visualizações diárias, por um motivo: os bichos fazem coisas engraçadas, e as pessoas gostam de assistir a isso. Nós buscamos fazer algo assim, mas, diferentemente de uma criança em uma filmagem caseira, nós não poderíamos arranjar um animal e ficar esperando que ele fizesse algo interessante. Se quiséssemos criar um viral convincente, precisaríamos de nosso próprio gato, com um conceito que viesse descrito logo no título. E assim nasceu o Hovercat.” (mais…)

Leia Mais