Arquivo da tag: Youtube

Inglês escala sem proteção pontes e guindastes. E faz acrobacias lá em cima

Reprodução/Instagram

Reprodução/Instagram

Paulo Anshowinhas, no UOL

Se você tem medo de altura é melhor não ver esses vídeos. É sério. Eles mostram o inglês James Kingston escalando sem proteção pontes e guindastes com mais de 100 metros de altura. Lá em cima, ele ainda desafia a morte se pendurando com apenas uma das mãos ou fazendo acrobacias em lugares estreitos.

A última peripécia de Kingston aconteceu na cidade de Kiev, na Ucrânia. Ao lado de um dos mais alucinados escaladores do mundo, que atende pelo nome de Mustang Wanted, ele subiu a Ponte Moscou, de 119 metros de altura. O vídeo foi veiculado pelo canal online Epic TV, especializado em esportes radicais.

Como se não bastasse ter feito a escalada sem cordas ou algum outro tipo de proteção, Kingston desafia o perigo (e a vertigem dos telespectadores) ao dar um cambalhota no topo da estrutura.

O vídeo mais famoso de Kingston, que o transformou em celebridade na internet, foi gravado há dois anos em Southampton. Na ocasião, ele escalou também sem proteção um guindaste de mais de 100 metros. “Eu não tive medo. Você não pode ficar com medo quando você está pendurado pelos dedos de suas mãos. Eu fiz isso por aventura. A vida é muito curta para ficar sentado preocupado com o futuro. Eu não fui até lá para morrer. Eu fui lá para viver”, “, disse o rapaz de 23 anos, praticante de escalada livre e parkour, em entrevista para o jornal britânico The Sun na época.

Camisinha com sabor e aroma de caipirinha esgota estoque em dez dias

Publicado no Estadãocaipi

A caipirinha, drink tipicamente brasileiro conhecido internacionalmente, ganhou uma versão em forma de camisinha. A DKT do Brasil, dona da marca Prudence de preservativos, lançou a primeira camisinha com cor, sabor e aroma de caipirinha.

Segundo a empresa, o produto lançado no carnaval teve procura acima do esperado e o estoque previsto para três meses se esgotou em dez dias.

O lançamento faz parte da linha Cores e Sabores, que já tem camisinhas com cor, sabor e cheiro de banana, melancia, morango, uva, chocolate, hortelã, tutti-frutti e Cola-Cola.

Segundo a gerente de marketing da empresa, Denise Santos, a camisinha de caipirinha não tem álcool e não tem contraindicações.

“O objetivo do lançamento é despertar a curiosidade do público e promover o uso de preservativo de forma prazerosa e divertida”, afirma a executiva. “Desenvolvemos preservativos que as pessoas querem usar, por que saem do convencional e acrescentam um algo a mais na relação”.

Para alavancar as vendas em ano de Copa no Brasil, além da camisinha verde e amarela com sabor de caipirinha a marca Prudence lançou também uma versão combo, que inclui sachê extra de lubrificante íntimo.

As camisinhas com sabor chegaram ao mercado brasileiro em 1999 e hoje a marca Prudence detém  35% das vendas neste segmento. Segundo a empresa, as camisinhas com sabor já representam 26% do total de preservativos vendidos no País.

Fundada em 1984, a DKT International é uma entidade especializada na implantação de programas de planejamento familiar e prevenção de DSTs e AIDS ao redor do mundo.

dica do Gerson Caceres Martins

Tatiele Polyana comete gafe e Faustão se irrita com ex-BBB

Publicado no Terra

Tatiele Polyana participou do Domingão do Faustão, neste domingo (30), e opinou sobre sua eliminação no BBB 14. Ao falar sobre os planos para o futuro, cometeu uma gafe que desagradou Fausto Silva. “Tenho recebido bastante propostas de trabalho. Vou trabalhar bastante. Mas, se nada der certo, viro bailarina”, disse.

“Mas você já está velha para isso. Para ser bailarina, precisa começar desde cedo. Olha, não é assim, não. As bailarinas tem que estudar bastante. Fala aí, Carol Nakamura, conta para ela”, disse. “É. Poxa, Poly! Eu tinha dito que gostava tanto de você. A gente estuda muito, ensaia muito. Para se formar, são nove anos”, disse. “Não, eu sei. Mas eu estudei. Fiz jazz e tal”, tentou consertar a moça.

Assim que Tatiele deixou o palco, ele disse: “ela pode estar nervosa, mas ser bailarina não é mole, não”, afirmou. Depois de apresentar um quadro de merchandasing, Faustão voltou no assunto, ainda inconformado.”Aí a outra vem aqui e fala das bailarinas. Elas dançam 4 horas e ensaiam 5 dias por semana”, completou.

Burrice

Durante sua participação, um rapaz da plateia questionou se Tatiele não se incomodou com a fama de “loira burra” com que ficou, devido aos seus constantes erros de português no reality show.

“Não me considero burra. É só o meu português que não é correto. Sou brincalhona, não tentei disfarçar. Uma hora as máscaras caem. Eu não ia dar uma de intelectual, se não sou. Se quiser me chamar de burra, que chame. Pra mim, indiferente”, disse.

faustaotatieledica do Weuller Rogerio

‘Não como e não durmo mais’, diz jovem torturada por mais de 6 horas

Ela teve o cabelo cortado e levou socos; agressões foram parar na internet.
Jovem e amigos teriam armado para torturar vítima que é de Suzano.

Vídeo de adolescente de Suzano sendo espancada foi parar no YouTube (foto: Reprodução/YouTube)

Vídeo de adolescente de Suzano sendo espancada foi parar no YouTube (foto: Reprodução/YouTube)

Carolina Paes, no G1

Após ter ficado seis horas e meia sendo torturada por uma jovem, a adolescente de 15 anos, moradora de Suzano (SP), diz que sua vida acabou depois da agressão. “Eu não durmo, não como e nem saio para ir à escola. Ela [agressora] destruiu com a minha adolescência”, declarou a vítima.

A agressão foi na última sexta-feira (21) em uma rua deserta perto da estação de trem, em Guaianazes, na Zona Leste de São Paulo. A adolescente foi torturada por uma garota que foi ajudada por outros dois jovens. A vítima foi acusada de “talaricar” (paquerar alguém que é comprometido na gíria popular) o namorado dela. Os momentos de tortura foram registrados e divulgados no YouTube, mas as imagens foram retiradas nesta sexta-feira (28) horas depois da reportagem ser publicada pelo G1.

Durante a entrevista, a adolescente lembra as horas que ficou refém dos jovens. “Foi o pior dia da minha vida. Eles me ameaçavam e diziam que se eu contasse para alguém iam me matar”. Além de ter sofrido agressões psicológicas, a vítima teve o cabelo cortado com uma tesoura e ainda levou vários socos no rosto. Ela diz que ficou sabendo do vídeo pela mãe quando estava na casa de uma amiga. “Minha mãe me ligou várias vezes e quando atendi me contou do vídeo. Foi só aí que falei da tortura. Quando vi o vídeo entrei em desespero. Não acreditava no que estava acontecendo. Ela [agressora] acabou com a minha imagem”, declara.

A mãe da vítima, que preferiu não se identificar, em entrevista ao G1 nesta sexta (28)  afirmou que só ficou sabendo das agressões sofridas pela filha depois que as imagens começaram a ser compartilhadas nas redes sociais. “É torturante ver esse vídeo. Minha filha não teve chance de defesa. Ela ainda é ameaçada nas redes sociais por essa menina e as amigas. Quero que peguem essa covarde”.

Um boletim de ocorrência foi feito na Delegacia da Mulher de Itaquera. A menina de 15 anos também passou por exame de corpo de delito. Por conta da repercussão na internet, a adolescente afirma já ter virado motivo de piadas. “Não vou para escola e tenho vergonha de sair de casa. Tem gente que é solidário, mas outras ficam me zuando”.

O Conselho Tutelar de Suzano informou que recebeu na noite de quinta-feira (27) uma denúncia do caso vinda de uma mulher que teve acesso ao vídeo pelas redes sociais. Porém, como ainda não foi acionado pela família da vítima, aguarda o contato para poder dar o apoio psicológico para adolescente.

Agressão
Para atrair a vítima até o local da agressão, a jovem mandou mensagem dizendo que precisava da ajuda da adolescente para desmascarar o namorado, que mentia sobre o fato de estar solteiro. “Confiei nela e fui para gente conversar e desmascará-lo”, conta a vítima.

A vítima saiu de casa por volta das 16h sem dizer para a mãe onde ia. Ao chegar na estação de trem de Guaianazes, em São Paulo, ela foi surpreendida pela agressora “Só ela me batia. Os outros dois rapazes ficavam incentivando e filmavam. Eu já conhecia há algum tempo o namorado dela [agressora], mas quando ele voltou a namorar eu apaguei ele do Face. De uns dia para cá ele me procurou de novo, disse que eu estava bonita e que estava solteiro. Começamos a conversar.”

Com ciúmes, a agressora teria visto as mensagens da vítima no celular do namorado e ficado enfurecida com a possível traição. “Eu não tinha noção do mostro que ela [agressora] era e nem que era tão covarde”, diz. “Quando me prendeu ela só dizia que queria que eu falasse que eu não ia ficar com ele.”

A vítima ainda diz que é ameaçada pela agressora. “Depois que apanhei ela me obrigou a manter segredo. Se não fizesse isso disse que ia me matar. Até hoje, ela e as amigas ficam me mandando mensagem de ameaças no celular e na internet. Falam que vão raspar todo o meu cabelo e me cortar.”