Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Absurdo… =/
    Carpinteiro na época de Jesus = Engenheiro da atualidade;
    Jumento na época de Jesus = BMW da atualidade;

    Visão bíblica com suporte histórico = Visão miserável (? Ou eu entendi errado?);

    É bem por aí… 

    Pessoas vomitando ideias absurdas sobre a época de Jesus = Jumentos da atualidade.

    P.S.: O jumento não podia ser um Fusca ou um Chevette velho? o_O Ah… Com uma dessas banheiras não dá pra ostentar, né? =P

  2. “O burrinho era o BMW da época de Jesus”… essa aí ele copiou do Estevam Hernendez de 10 anos atrás no mínimo… da época das “ações entre amigos” (rifa no popular) onde uma BMW foi sorteada… bem, isso é outra história.

    Carpinteiro=Engenheiro? – Só se for na cabeça do cara… os “engenheiros” na época de Jesus eram oficiais militares que cuidavam da tecnologia aplicada à guerra, instruídos na arte da engenharia na prática, nas escolas militares. Eram responsáveis também pelas obras de infraestrutura do imperio romano (estradas pavimentadas, aquedutos, casas de banho, rede de esgotos, etc.). Um carpinteiro naquela época era só um carpinteiro… talvez o equivalente dele hoje em dia fosse um bom merceneiro…

    Burrinho=BMW? – Havia meio de transporte mais adequado na época para ser equiparado a um BMW como por exemplo uma biga, uma carruagem ou uma liteira que era uma cadeira com dois travessões onde a pessoa era carregada por dois liteiros, esse último sim equivalente a uma BMW pois somente pessoas bastadas e importantes se utilizavam da liteira para se deslocarem de um lugar a outro.

    Olha só o perigo de colocar meios de comunicação nas mãos de quem não tem nenhum compromisso em informar corretamente, mas o tem em distorcer as coisas para corroborar suas percepções… opa, acho então que ninguém que detem a mídia nas mãos tem interesse na verdade e no bem comum…

    • Não entendo (talvez entenda…) O motivo de pessoas postarem informações distorcidas como você mesmo disse. E agradeço por elucidar de forma tão coerente para as pessoas que venham assistir este vídeo!

  3. VEJAM QUE ELA FALOU… EU ACHO… OU SEJA… NÃO SABE NADA. AS PESSOAS QUANDO FALAM,  NA ÉPOCA DE JESUS ERA ASSIM OU ASSADO. OU SE NA ÉPOCA DE JESUS TIVESSE ISSO OU AQUILO, ESTÁ LIMITANDO O SER QUE CRIOU O UNIVERSO. QUE É ATEMPORAL. OU SEJA, NEM TEM PASSADO NEM FUTURO. É UM SER QUE SEMPRE EXISTIU E EXISTIRÁ PRA SEMPRE.NA ÉPOCA DE JESUS É CLARO QUE ELE E SÓ ELE SABIA O QUE ERA BMW, FERRARI E NET.MAS AO CONTRÁRIO DE NÓS ELE NÃO SE PREOCUPAVA COM ISSO, E, SIM EM SATISFAZER AO PAI. QUE TENHAMOS MAIS DISCERNIMENTO E APRENDAMOS MAIS SOBRE NOSSO DEUS EM ESPIRITO E EM VERDADE, E NOS PREOCUPEMOS CADA DIA EM ESTAR EM SUA SANTA PRESENÇA DA MANEIRA QUE O AGRADA. @CLEBERSOCCER:twitter 

  4. O Mestre não procurou os poderes da política, embora respeitáveis, para melhorar a sociedade, não viajou os países famosos do mundo, embora útil, para divulgar seu ensinamento, não instituiu uma Igreja hierárquica, com ritos e dogmas, embora inicialmente necessária, para ligar o homem a Deus, mas cumpriu, em cada pensamento, palavra e ato, todo o bem que pregava aos outros. E assim, exemplificando que o bem começa em nosso mundo interior, beneficiou o mundo inteiro.

  5. Ao invés de Lucas 22:24, leia 
    2:24 (capítulo DOIS, qdo os pais de Jesus oferecem dois pombinhos por serem considerados pobres. Se fossem ricos, ofereceriam um cordeiro).

  6. E carpinteiro foi uma tradução generosa. O original está mais para pedreiro mesmo, trabalhador na construção civil.
    E se o burrinho equivale a uma BMW não sei, mas o fato é que o burrinho era emprestado. É mais provável que fosse uma BMV (brasília muito velha).

  7. BMW X e o Burrinho. Não rima,não se encaixa e é ilustração e citação idiota.Repudio tal “sabedoria” da cracolândia.O uso hoje de uma BMW por um bispo,apóstolo,pastor chama-se ostentação.O uso do burrinho por Jesus chama-se HUMILHAÇÃO,na sua época havia outros tipos de animais como cavalos usados pelos romanos, camelos e etc. Vamos comentar com decência e sem tripudiar chamando o BURRINHO de BMW da época, tá? Não é não,tito from brasília.

  8. É, e Jesus era pop star. Morreu porque o Marketing que isso causaria era uma oportunidade imperdível! tanto que ele é lembrado até hoje como “aquele que morreu para salvar a humanidade”. FALA SÉRIO!! Gosto do Thalles, mas acho que ele tá POP STAR demais. Aliás, em suma, os cantores ditos “evangélicos” de hoje fazem muito mais marketing do que pregam a palavra…