Apresentadora que fazia campanha contra vacina morre de gripe suína nos EUA

Publicado no UOL

Bre Payton, jornalista e comentarista de 26 anos, que fazia campanhas contra a vacina, morreu em San Diego, nos Estados Unidos, em decorrência de gripe suína (H1N1), agravada por um quadro de meningite, de acordo com informações publicadas pela rede CNN en Español, neste sábado (5).

E, curiosamente, existe vacina para as duas doenças.

Payton fazia aparições regulares em veículos alinhados com o conservadorismo, como as redes FOXx News, FOX Business Channel e One America News Network. Atualmente trabalhava na revista on-line conservadora “The Federalist”, que confirmou a morte da jornalista inicialmente.

Payton foi encontrada “inconsciente, mas respirando”, de acordo com a CNN. Foi levada ao hospital, mas não resistiu. Após a realização de uma tomografia computadorizada, os médicos diagnosticaram o quadro de H1N1 e meningite.

A jornalista ficou conhecida, principalmente nas redes sociais, por criticar abertamente o uso das vacinas e dizer que elas “eram coisas do demônio”.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Apresentadora que fazia campanha contra vacina morre de gripe suína nos EUA

Deixe o seu comentário