Como se programar para fazer a viagem dos sonhos

O desejo de conhecer novos lugares é um traço importantes da nossa época. Muitas pessoas sonham em viajar, porém, poucas realizam este sonho. Para parar de sonhar e realizar sonhos é fundamental ter organização financeira. Tem pessoas que tem renda elevada e não conseguem fazer sobrar dinheiro para viagens e tem pessoas com salários menores que se organizam e conseguem tirar seus sonhos do papel.

O segredo está no planejamento. Evitando dívidas, poupando recursos e fazendo o dinheiro render da maneira certa, passa a ser questão de tempo transformá-lo sonhos em realidade.

A importância de definir metas

Colocar os gastos no papel é fundamental, para saber quanto é necessário investir por mês para alcançar o objetivo definido. Dependendo da necessidade, será preciso buscar alternativas para aumentar os recursos ou repensar o tempo necessário para conseguir o que deseja. Ou seja, procurar outras fontes de renda e também ao corte de gastos.

Por exemplo, se a viagem tem custo estimado de R$ 10 mil, será necessário segurar aproximadamente R$ 830 por mês para conseguir os recursos em um ano (10.000/12= 833,33).

Sendo inviável, a pessoa pode se planejar para viajar em dois anos. Assim, o cálculo seria 10.000/24= 416,66, ou seja, guardar mensalmente metade dos recursos para alcançar os objetivos.

O que fazer antes de investir

Para que a viagem não comprometa o orçamento, cabe à pessoa quitar suas dívidas antes de procurar soluções financeiras.

Nesse caso, o ideal é tentar negociar as dívidas maiores para reduzi-las e quitá-las o quanto antes. Esse é necessariamente o primeiro passo. Não vale a pena investir em uma viagem, se ainda existem pendências que podem comprometer o futuro.

Sendo assim, a renegociação permite soluções como a ampliação do tempo para o pagamento da dívida, o que pode ser algo bom, mas que fatalmente deve adiar a viagem.

Como investir adequadamente

O mercado financeiro apresenta inúmeros ativos para o investidor que pretende fazer seu dinheiro render. Uma vez que as dívidas estão quitadas, passa a ser interessante recorrer a ele. Investimentos em renda fixa e variável existem para quem está disposto a prosperar. Entretanto, tudo depende do perfil do investidor, que ajuda a identificar quais são os ativos mais adequados para cada caso.

Uma pessoa que pretende fazer uma viagem em 3 ou 5 anos, pode recorrer a ativos como as Letras de Crédito Imobiliário, pois costumam ser perfeitas para objetivos de médio prazo. Para projetos internacionais de longo prazo, existem os chamados fundos cambiais, que são títulos que protegem o investidor da volatilidade do câmbio.

Em relação a isso, empresas como a Genial Investimentos podem ser úteis ao oferecerem como diferencial de seus serviços esse direcionamento que permite ao investidor definir seu perfil e assim fazer as escolhas de acordo com o que realmente pode trazer resultados.

Como poupar

Para quem não tem problemas financeiros e entende que é possível começar um projeto dessa natureza, o ideal é aprender a poupar seu dinheiro. Em relação a isso, não existe segredo: é preciso repensar as atitudes e evitar gastos desnecessários.

Uma possibilidade é substituir aquilo que for possível, ou seja, optar por soluções mais baratas no dia a dia, como dividir a carona, fazer o seu próprio almoço em vez de comer em restaurantes e cortar pequenos gastos que podem comprometer no fim do mês.

De maneira geral, poupar dinheiro pode sim ser transformado em hábito para que facilitar na busca por objetivos.

Evitar a Poupança

Ainda que seja um investimento tradicional e fácil de ser feito, a poupança rende menos do que praticamente todos os outros ativos que o mercado oferece. Além disso, soluções como o Tesouro Selic são acessíveis e oferecem retorno maior que a poupança. Isso faz a diferença para o investidor que pretende alcançar os objetivos em menos tempo.

No longo prazo, essa diferença acaba se tornando ainda mais relevante, o que faz com que a pessoa mais atenta tenha como conseguir uma rentabilidade muito mais vantajosa. No geral, a poupança costuma ser o pior investimento para esse tipo de projeto, seja porque está periodicamente perdendo valor, seja porque outras soluções estão cada vez mais interessantes.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Como se programar para fazer a viagem dos sonhos

Deixe o seu comentário