Volta às aulas: sites e apps para turbinar os estudos

A maioria das universidades brasileiras está com aulas suspensas desde março, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou a pandemia do novo coronavírus.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), 53 das 69 instituições federais estão paradas.

Para o caso de retorno das atividades presenciais, o órgão federal divulgou ainda um protocolo de biossegurança com o objetivo de proteger professores, alunos e funcionários.

Não foi determinada uma data final, mas as orientações ressaltam a importância de ter monitoramento e vigilância constantes, ao menos até dezembro de 2020.

As medidas servem não só para as universidades federais, mas também para os 41 institutos federais e colégios de aplicação.

Caso as aulas voltem, de forma remota ou presencial, alunos e alunas vão precisar reavivar alguns conhecimentos para ganharem ritmo de estudo, especialmente os que não pegaram nos cadernos e livros durante o período sem aulas.

E a tecnologia pode ajudar nesse processo: aplicativos e sites oferecem um apoio criativo para os estudantes reorganizarem o desenvolvimento do aprendizado.

Quatro deles são boas dicas para quem quer experimentar e passar a contar com essas ferramentas na rotina de estudos.

Aprovado

Disponível para Android e IOS, o aplicativo Aprovado permite a criação de um cronograma de estudos. Assim, a pessoa pode selecionar os temas das matérias e estabelecer um tempo específico para cada conteúdo.

O app fornece ainda gráficos detalhados e o histórico de tempo dedicado a cada matéria. Além disso, dá acesso por e-mail e off-line, permitindo a sincronia com diferentes dispositivos quando tiver conexão.

A ferramenta conta com opção gratuita e pacotes pagos que disponibilizam mais funcionalidades.

Responde Aí

Os estudantes de cursos superiores de Exatas podem recorrer à principal plataforma de estudos on-line da área, seja por site ou pelo app disponível para Android e iOS.

A ferramenta abrange uma gama completa de conteúdos com os temas abordados nas principais matérias, como derivadas, limites, e outros assuntos de cálculo, física, álgebra linear e estatística.

Nela podem ser consultados resumos gratuitos, mais de 1.200 aulas em texto e vídeo, 52 mil exercícios resolvidos passo a passo, listas e provas antigas resolvidas das principais universidades do Brasil.

No Responde Aí também há mais de 100 “aulões”, que explicam a matéria de forma dinâmica e descontraída em apenas duas horas.
Google Classroom

O Google Classroom é um sistema de gerenciamento de conteúdo para ampliar a comunicação entre alunos e professores, oferecendo a opção do ambiente virtual como uma sala de aula interativa.

Disponível para Android, iOS e Web, também permite a criação de grupos de estudo virtuais. Os participantes podem ter acesso por e-mail ou a partir de um código encaminhado pelo criador da sala.

Nesta plataforma, é possível compartilhar materiais, criar grupos de discussão, desenvolver atividades, exercícios de estudos e até provas.
A correção e as notas podem ser divulgadas no mural da turma. No app, o responsável pela turma pode elaborar perguntas com respostas por múltipla escolha ou textos curtos.

Manual de Redação Acadêmica

O Manual de Redação Acadêmica ajuda a melhorar as técnicas de redação ao instruir sobre temas, estruturas, normas técnicas, apresentação, formatação, entre outras dificuldades comuns aos estudantes.

O app também orienta sobre como apresentar as referências bibliográficas, além de elencar os erros mais comuns de ortografia e gramática e explicar sobre como revisar o texto. É gratuito e está disponível para iOS.

Comentários

Este QR-Code permite acessar o artigo pelo celular. QR Code for Volta às aulas: sites e apps para turbinar os estudos

Deixe o seu comentário