opinião + reflexão

Por que vale a pena ouvir Marina Silva

Texto de Eliane Brum publicado originalmente na Época Gosto de acompanhar a trajetória de Marina Silva porque ela soa como algo novo em um momento histórico do Brasil em que até o que se prometia diferente ficou dolorosamente igual. Acredito que, mesmo para seus (muitos) inimigos, é possível (sempre é) discordar de suas ideias, mas acho difícil duvidar, pelo menos até hoje, de sua integridade ética. E ética, convenhamos, é […]

Sem perdão não existe amanhã

Ed René Kivitz Alguém já disse que a família é o lugar dos maiores amores e dos maiores ódios. Compreensível: quem mais tem capacidade de amar, mais tem capacidade de ferir. A mão que afaga é aquela de quem ninguém se protege, e quando agride, causa dores na alma, pois toca o ponto mais profundo de nossas estruturas afetivas. Isso vale não apenas para a família nuclear: pais e filhos, […]

Enquanto aguardo a volta de Cristo

Ricardo Gondim Estou em processo. Dinamito alguns pressupostos e, sem pressa, procuro novos alicerces para minha elaboração teológica. Identifico uma mudança – que vem acontecendo sem que eu mesmo perceba: largo a sistematização do mistério. Há alguns anos escrevi um texto em que confessava cansaço. Na verdade eu não estava fadigado. Era meu grito. Um profundo anseio por mudança. Intuitivamente, percebia que os fios que conectavam minhas várias lógicas religiosas […]

Ascensão: o céu é o limite?

Derval Dasilio, na Ultimato A ascensão do Senhor aos céus foi um fato histórico, espiritual, teológico? Qual é a mensagem fundamental do mistério da ascensão? Superar o espiritualismo intimista, introvertido, a superstição mitológica, a prestidigitação religiosa e toda falta de fé; combinar adequadamente na vida “o céu e a terra”, idealismo e realismo, utopia e compromisso com realidades concretas, acontecimentos finais de uma era (eschaton) e a história, é um […]

Jantares inteligentes

Texto de Luiz Felipe Pondé publicado originalmente na Folha de S.Paulo VOCÊ JÁ foi a um jantar inteligente? Jantares inteligentes são frequentados por psicanalistas, artistas plásticos, músicos, atores, jornalistas, publicitários (com a condição de falar mal da publicidade), médicos (esses porque, como é sempre chique ser médico, não se dispensa médicos nunca), produtores, “videomakers”, antropólogos, sociólogos, historiadores, filósofos. Administrador de empresa não pega bem (a menos que tenha um negócio […]