Potenciais assassinos

Gregorio Duvivier, na Folha de S.PauloTenho um pesadelo recorrente em que sou levado a matar alguém. Às vezes, estou assaltando um banco; o segurança espirra, tomo um susto e dou um tiro nele. Outras vezes, o revólver cai misteriosamente sobre a minha mão e tropeço, apertando o … Continuar lendo